Texto Pessoal

A Carta que nunca te Dei || NM

Olá Devanienses!
Hoje a vossa Pequena Desarrumada, evoluiu para Nádia Matos, com amor ! 
Estou mesmo feliz, com o resultado do meu trabalho e, esta semana andei cheia de insónias pelo stress todo de gerir um blog, vida profissional e pessoal, mas como sempre dei a volta por cima, aproveitando para escrever um pouco. Hoje vou partilhar convosco um pouco da minha mente obscura, espero que gostem muahahah.

 

 

«Sempre tive a certeza de que a Primavera é a estação mais linda e apaixonante do ano… Mas ter-te conhecido, tornou esta Primavera ainda mais especial.
Já me estou a imaginar…
Eu, o céu claro, a brisa suave a bater nos nossos cabelos e tu… num relanço ao meu lado, trazendo um prazer em mim, imaginável.
Se na Primavera a Natureza desabrocha revelando os seus segredos mais íntimos, então eu acabo por receber o maior deles todos, perante a sua magnitude revelação… um amor verdadeiro, que me faz bem!

 

Relembro, repenso e penso… o teu toque  no meu corpo, os teus lábios a tocarem nos meus e os colírios nos meus olhos em ter-te ao meu lado, tornam esta Primavera, que não admite as nuvens carregadas no céu e os tons de cinza predominantes no meu coração, a abrolhar em mim o mais renascido do meu amor graças à tua companhia.
Sinto-me mais bonita e vejo-te mais bonito a cada dia que passa! O meu amor, faz-me relembrar as mais belas flores e tu o mel mais belo e  mais doce do que o próprio mel…
Ainda me lembro do primeiro dia em que nos conhecemos. Por acaso era Primavera e o dia estava febril pairando no ar, asas de amor por tudo o que era lado, porém algo errado aconteceu…

 

Passado meses a fio… meses a pavio… lá entrou o Outono e toda a beleza até agora construída foi-se num ápice… num estalar de dedos sem dar justificações a ninguém.
Lá se foi o nosso amor, fugiu como uma gazela para hibernar e eu perdi-me!
Relembro-me agora, sozinha e fria, todos os nossos momentos e com um último desejo…
VOLTA! Volta, minha querida Primavera!»

 

Blogger

SER BLOGGER || O SEU SIGNIFICADO

Olá Nossos Devanienses!

 

Menina, Mulher, Digitação, Escrito, Blogger, Blogar

 

Primeiramente, o que é ser Blogger? Ser Blogger é não ter férias. Férias de verdade. Levamos sempre o trabalho atrás. Não nos conseguimos desprender. É mais uma fotografia para o Instagram. É divulgar aqui e ali o artigo que saiu. “É só mais cinco minutos.”. Ficamos esgotadas e perguntamos o que são férias. Uma Blogger não sabe o que são férias! Por vezes, nem sabemos o que é dormir oito horas seguidas, quanto mais férias. Sim, porque nós sabemos a que horas começa o trabalho, mas nunca quando acaba. É esta a nossa realidade. Há sempre mais alguma coisa para fazer e não podemos procrastinar. É completamente impensável. “E o artigo? E a fotografia para o Instagram? Ainda não divulguei o artigo de hoje. Ainda falta o publipost. E o que raio vou escrever para Sexta-feira?!”. Basicamente e mesmo muito basicamente é isto que nos assombra. Trabalho, trabalho, trabalho.  Mais uma ideia, mais uma ideia, mais uma ideia. Uma agenda ajuda bastante.

Não olhem muito para o glamour do nosso trabalho, existe, mas não é assim tanto. Por outras palavras, nada nos cai do  Céu. É preciso batalhar muito sem o Youtube. Umas olheiras que só Jesus na causa. São de fugir e temos de parecer bem. Contactamos outra Blogger que gostamos muito, mas é para trabalho. Só temos trabalho na nossa cabeça. Em outras palavras, tudo nos serve de desculpa para fazermos mais um artigo ou tirarmos uma fotografia para o Instagram. Para quem não sabe, só tenho o de trabalho, porque acho que não ia ter tempo para dedicar ao pessoal. Essa é a verdade. Além disso, o quê que eu iria colocar? No meu Blog, sendo ele de lifestyle, coloco tudo e sinto que aqui sou eu a cem por cento. Não faria sentido repetir fotografias.

Da mesma forma que a nossa vida se torna o nosso trabalho. Tudo na nossa vida é para o trabalho, até a porcaria das férias! Nós somos autênticos workaholic, é sério. Por exemplo, um almoço com as Amigas. Para onde vai? Para o Instagram do Blog e, quem sabe, um artigo no Blog. Foi isso que se tornaram os almoços com as Amigas. É a mais pura realidade, estou a ser muito franca com vocês. Por outras palavras, vamos ao sushi ( sabem que eu amo), temos de tirar fotografias para o Instagram. Para quem não entende, é irritante. Para nós, é o mais banal que existe.

 

Espaço De Trabalho, Local De Trabalho, Trabalho

 

Acima de tudo, fazemos de tudo para que o trabalho seja-vos entregue da melhor forma possível. No entanto, não há fotografias da Francisca a comer os seus CheeseBurgers, mas seria interessante. Francisca, tem piada sim. Além disso, Produção, a Francisca precisa de mais CheeseBurgers, por gentileza, e eu dum batido de manga sem gelo. Muito grata. Como vês, andamos sempre bem alimentados, também é bom. O Burger King poderíamos patrocinar ai.  Eu prefiro o Burger King. Além disso, onde eu costumo ir, podemos pegar a quantidade de bebidas que quisermos e é um sítio muito bom para trabalhar. Lá está a palavra trabalho. Em outras palavras, as Bloggers deitam trabalho pelos olhos.

Da mesma forma, devo confessar-vos, caso não tenham reparado, eu já não leio, nem vejo filmes por lazer. É tudo para o Blog. Até já estou a apontar na agenda quando começo e acabo um livro, coisa que nem fazia. Só para terem uma noção. Por outras palavras, não estou a dizer que não gosto, eu amo ler e ver filmes de terror, mas já não me lembro da última vez que o fiz por fazer. Sem qualquer objectivo de causa.

 

Ícone, Polaroid, Blogger, Rss, App, Você Tubo

 

Em conclusão, a vida duma Blogger é o Blog. Não há volta a dar quanto a isso. Além disso, nós respiramos o Blog. É a nossa vida. Eu lembro quando o meu Blog foi pirateado no dia 13 de Março de dois mil e dezassete. Eu tinha artigos agendados até Abril! Era no Blogspot e tinha o domínio na Webtuga. Nunca mais, ao primeiro problema deixaram-me na mão. Hoje estou no WordPress que é muito mais profissional e seguro e com a Iberweb que resolver qualquer mínimo problema num curto prazo.

Por outras palavras, estou feliz com o meu trabalho, mesmo que ele me suge tanto tempo. Faz parte.

Beijinhos

Expectativa

EXPECTATIVA DO LIVRO || O CLUBE DO ADULTÉRIO

Olá Nossos Devanienses!

 

Porque raio tenho este livro?, perguntarão vocês.

Je ne sais pas – Não sei. Foi a Francisca quem escolheu, como sempre. Francisca, sim, estava nos meus livros por ler, mas…Como foi ali parar? Produção. foi algum de vocês que me ofereceu? Uma escolha tresloucada? Tem tudo para isso. Produção. os ChesseBurgers da Francisca? Uma coca-cola para mim, por gentileza, sem gelo. O que posso dizer sobre este livro com um título peculiar e cuja a autora acho que desconheço – não sou boa a reter Escritores? Na capa diz-nos que “Ninguém quer pertencer a este clube, mas quando se aperceber já é tarde de mais.”. Que bonito.

A sinopse presenteia-nos com as seguintes palavras:

Uma esposa. Um marido. Um amante. De que lado vai ficar?

A vida não podia correr melhor a Nicholas Lyon, um advogado casado em segundas núpcias com a bonita, embora caótica, Mal, autora de livros de culinária que intercala a sua profissão com o papel de mãe extremosa de três deslumbrantes filhas. 

Quando tudo parece correr de feição, Sara Kaplan, uma jovem e brilhante advogada, «explode» na vida de Nicholas como uma «granada sexual», deixando-o atordoado e chocado com a sua atracção por ela. Embora a química entre os dois fosse evidente, foi necessário acontecer um ataque terrorista para o obrigar a reconhecer a sua própria mortalidade e atirar a sensatez às urtigas. 

O Clube do Adultério conta a irresistível história de um eterno triângulo amoroso. Um clube cuja adesão tem um preço demasiado elevado.

 

Resultado de imagem para sinopse O Clube do Adultério

 

Se há UMA Amante, a Sociedade machista vai culpa-la e o Maridinho inocente vai sair de cena de fininho. Coitado, ainda nem comecei a ler e já tenho pena da criança. TRETAS!

Ataque terrorista? Agora a culpa chama-se ataque terrorista? Quantas pessoas traíram no onze de Setembro de dois mil e onze? Faz parte da natureza humana, mas só traí quem quer.

Francisca, o que foi? Segundas núpcias é um termo antiquado e que já ninguém usa para segundo casamento. Então o que é, Francisca? Sabes e perguntas? Sim, traiu-a porque, além do atentado terrorista, sentiu-se uma segunda escolha. Bem apreciado, Francisca. Muito bem apreciado. Aposto os meus ossos, como ele vai voltar com o rabinho entre as pernas para a Esponja (leia-se Esposa), as Filhas tão queridas, no caso três.

Se eu vomitar, aviso.

Beijinhos

 

Sociedade

DESREPEITAR O TRABALHO ALHEIO || A MANEIRA DE DAR TRABALHO

Olá Nossos Devanienses!

 

Lata De Lixo, Lixo, Poluição, Desperdício, Lixeiras

 

A Sociedade está cada vez mais miserável. Há um desrespeito enorme pelo trabalho alheio misturado com muitas desculpas como se estivessem a fazer um favor. Primeiramente, eu já ouvi a seguinte desculpa esfarrapada quem me fez escrever este artigo: “Eu atiro lixo para o chão para fazer um favor aos Lixeiros, para eles terem trabalho. Deveriam agradecer o meu acto.”. Eu tentei ignorar. Respirei fundo. A pessoa já tinha o ar de mal educada e fazia questão  de dizer isso alto e bom som como se estivesse à espera dos louros.

Vamos por partes: A natureza já por si faz muito lixo, logo os Lixeiros não precisam de mais trabalho. Têm o suficiente para o seu horário de expediente. Não precisam de mais trabalho do que aquele que têm. NÃO HÁ NADA PARA AGRADECER!

Se tens o acto deplorável de deitares lixo para o chão, não é para o bem de outra pessoa, mas sim porque és um ser sem educação agora. Desrespeitar o trabalho alheio não passa disso: Desrespeitar! É, só aceitem. Não há mais do que isso.

 

Lixo, Lata De Lixo, Desperdício, Eliminação, Plastic

 

Se tu enches a praia de lixo, a culpa não é do Governo. A culpa é da tua falta de educação. Não há volta a dar a isso. Não, não há nada para agradecer. Aliás, normalmente, eles ficam mais tempo para limpar o que nem deverias ter posto no chão. Não é bonito. Não é engraçado. Não é bom.

Há caixotes do lixo e eles não tiram trabalho aos Lixeiros, bem pelo contrário. Se a frase anterior tivesse lógica “Eu atiro lixo para o chão para fazer um favor aos Lixeiros, para eles terem trabalho. Deveriam agradecer o meu acto.”, porquê que haveria de existir os caixotes do lixos? Qual é a necessidade de não serem civilizados? Não há necessidade nenhuma de ser mal educado. Não há necessidade nenhuma de deitar lixo para o chão.

Parem de inventar desculpas para a vossa má educação.

 

Homem, Jogando, Lixo, Limpeza, Caixote Do Lixo, Lixeira

 

Em outras palavras, revê a tua educação. Se tu fazes coisas erradas e ainda dás desculpas como “Foi assim que fui educado.”, é sinal que essa educação não é assim tão boa. Vai a umas aulinhas de revisão. Francisca, estou a ser irónica.

Portanto e resumindo, se há desculpa para um acto, não há educação nesse acto. Por exemplo, este caso. Além disso, até agora não encontrei o sentido daquela frase. Lixeiros de todo o Mundo, vão a casa dele almoçar como agradecimento e deitem todo o lixo no chão. Em conclusão: Não outra conclusão. Francisca, não te rias. Não há mesmo conclusão possível. Sinto vergonha alheia. Lixo no lixo, mal educados no lixo. Básico.

Beijinhos

Resenha

RESENHA DO LIVRO || MIÚDA ONLINE

Olá Nossos Devanienses!

 

Nenhuma descrição de foto disponível.

 

No dia que estou a escrever, último dia de Maio de dois mil e dezanove, acabei de ler o livro da “Miúda Online”, começado no na Terça-Feira, ou seja, no dia vinte e oito( Ando a apontar na agenda). Isto quer dizer que demorei três dias a ler. Acreditem, eu estava demasiado viciada no livro. Houveram alturas que tive de me controlar e dizer a mim mesma: “Está tudo bem. Não precisas de ler agora.”. Estava ansiosa, porque na contra-capa dizia a seguinte frase: “Mas Noah também tem um segredo, que pode revelar a verdadeira identidade de Penny, e afastá-la do seu maior Amigo para sempre.”. Estava sempre à espera de entender à medida que ia lendo. NÃO FAZIA SENTIDO ISTO ACONTECER!

Fiquei com algumas dúvidas ao longo do livro, dúvidas suaves como Blogger, uma no caso: Como é que ela, com um ano de Blog, tinha tanto sucesso sem divulgar?!

Sou sincera, para mim, é a parte mais chatinha. Ela, simplesmente, escrevia o que tinha a escrever e desligava o computador. Assim, só. Ok, ela tinha de manter o anonimato e tal, MAS ela NUNCA divulgava. Se eu não divulgo um dia, perco um terço das visualizações. É sério. Qual é o truque? Mais uma coisa: Ela raramente respondia.

 

Resultado de imagem para Zoella

 

Podem dizer que é ficção como a Francisca sempre me diz, mas como Blogger gostaria tanto de passar à frente a parte CHATA da divulgação. Não durante muito tempo, claro. Talvez, quem sabe, para sempre!

Eu achava que iria ser uma história da adolescente, mas tornou-se tão viciante!

Ela apaixonou-se rápido, mas gradualmente, entendem? Não foi do género do Crepúsculo que ele diz olá e ela responde que o ama. NADA DISSO! Sim, eu li o Crepúsculo. Um livro e meio para ser exacta. Como haveria de saber que não gosto sem o ler? Bem, o Cinquenta tons de cinza bastou ler a contra-capa para fugir a sete pés.

 

Imagem relacionada

 

O que me prendeu mais foi não acreditar que o que estava escrito na contra-capa fosse capaz de acontecer. Dava vontade de descobrir mais e mais e mais e mais. NÃO, ELES NÃO PODEM QUEBRAR AQUELA MAGIA!

Claro que os livros têm de ter uma reviravolta, mas EU NÃO QUERIA ESSA REVIRA VOLTA! Eu cheguei a pensar que ele estivesse Noivo. Eu só pensei “Pois, na vida real também é assim. Até os mais queridos, no fundo são uns parvos.”.  Todavia, contudo e por ai, a magia prendeu-me do início ao fim. Eu identifiquei-me com a Penny e pensava sempre no que poderia acontecer a seguir, sempre que, com tristeza, fechava o livro. O quê que a destrambelhada da Miss L faria a seguir? Pois bem, voltaria ao café e comeria a lasanha prometida. Pessoal, comida é comida. Ele falou de lasanha (uma das minhas comidas favoritas) e depois vêm umas almôndegas. É brincar comigo! EU QUERO A LASANHA!

Gostei dos conselhos do Noah para relaxar em momentos críticos. Antes que esqueça, meu querido povo Brasileiro. ai nesse lindo País é a Garota Online. Numa parte, fez-me lembrar Desculpa, mas quero casar contigo dum dos meus escritores favoritos, Federico Musso. Pois, achava que ia acontecer exactamente o mesmo. MAS NÃO. Pode-se ter inspirado? Pode-se ter inspirado.

 

Resultado de imagem para Zoella

 

No final, quase chorei. Estou de TPM? É provável. Francisca, deixa ser a minha desculpa principal. A Caroline disse que a capa era gira.

Noah queria sair do seu Mundo Real e a Penny também. Ela nunca lhe falou do vídeo viral e a ele nunca lhe falou quem realmente era. Há tanto para escrever, MAS eu não sou de spoiler. Estive a pesquisar e há mais dois livros. Estão a brincar comigo?! Ele faz abstinência da internet e eu de comprar e\ou receber livros. Sim, eu gostaria de saber mais sobre, mas não posso aumentar os meus livros.

Não faço a mínima qual vou ler a seguir, mas saberemos em breve.

Beijinhos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Texto Pessoal

Despeço-me da vida || PD

Olá Devanienses!
De novo, a vossa Pequena Desarrumada, está de volta e desta vez com um texto da sua autoria e espero que gostem!

   

Deparo-me a pensar no encerramento da minha vida, no dia em que morro e, independentemente da minha crença, anseio por esse dia… Estranhando este desejo de o meu sangue parar de correr, lentamente, nas minhas veias, tento recriar o anseio das pessoas ao receber tal noticia. Como será que reagiriam? Ririam-se, tomavam angústia ou morriam por dentro, como se eu fosse um pedaço delas?
Eu gostava de ver a reação de cada pessoa, ver como reagiriam e aí poder ver quem realmente me ama… quem realmente esteve lá para mim, nos bons e maus momentos. Mas, nesse momento, quando o meu corpo for preparado para tal ocasião, eu só terei um único desejo a fazer… Não chorem porque parti, mas agradeçam por ter feito parte da vossa vida. Por, simplesmente, termos sido felizes juntos em algum momento.
Infelizmente chegou a minha hora, a hora de partir da minha e da tua vida e, tirando crenças à parte, havemos de nos encontrar seja onde for.

    Apesar de não ser uma pessoa que demonstra muitos sentimentos, acredita, se te considerei como amigo ou família, é porque merecias esse cargo no meu coração e na minha vida. Antes de fechar os meus olhos, de vez, tenho umas últimas palavras para escrever.
A ti, minha Mãe, e meu pai, tenho uma única palavra… agradecimento! Agradeço-vos por terem acreditado em mim e no meu trabalho, por me terem apoiado, de me terem aberto os olhos quando eu não via. De me aconselharem e até de me esclarecerem sobre coisas, que para mim, era constrangedor, como sexo e sobre o meu corpo.
Quero agradecer-vos, também, por me terem dado uma ótima educação e por terem sido as pessoas que foram para mim, porque apesar de tudo acreditaram nos meus sonhos, por mais irrialista que fossem.
     Pai, meu caro pai, minha azeitona do mais puro azeite… acredita que a minha morte não foi em vão… que foi pela minha causa.
     Sei que não tivemos a melhor relação de todas (feitios difíceis dão choque) e há quem nos chama de ”cão e gato” e, por vezes até parecíamos mesmo, mas neste momento preciso que sejas forte por todos, por ti e em especial pela mãe, pois ambos sabemos como isto iria acabar. Não deixes que ela se parta como um espelho e que se destroce como o som da água a bater nas rochas, sê o suporte de algo que nunca foste.
     Estou a chegar aos meus últimos suspiros e só gostaria que as pessoas me tivessem compreendido mais e, que lá no fundo soubessem que a minha alma, de uma jovem aspirante, sempre carregou consigo dor, sufoco e angústia.
Pois lá no fundo sempre acabei comigo num espelho e sozinha…. aí acordava do sonho!

Expectativa

EXPECTATIVA DO LIVRO || MIÚDA ONLINE

Olá Nossos Devanienses!

 

 

Já ouvi falar deste livro há anos, mas só chegou às minhas mãos este ano, como prenda, e com direito a um porta-chaves de Paris (Alusivo à Torre Eiffel). Pensei “É a minha oportunidade de o ler, embora pareça um pouco adolescente.”. Passei essa parte à frente. O que me chamou a atenção é ser sobre uma Blogger. Uma Blogger grande em termos de números. Pensei que talvez me possa inspirar.

Primeiramente, associei ao Gossip Girl, uma série que eu adoro, mas nunca acompanhei do princípio ao fim como tantas outras. Está no meu coração. Tudo isto chamou-me a atenção. Um Blog anónimo como começou o meu e de tantas outras pessoas aqui do meio.

 

E tem ataques de ansiedade. Algo também já partilhei com vocês.

“Arrastada pela Família para Nova Iorque.”. É uma das minhas viagens de sonho. Penny, queres trocar? Paralelamente ao texto, vou contar-vos as minhas viagens de sonho (Realizei a de Barcelona há pouco tempo): Lua, São Tomé e Príncipe, Milão e Nova Iorque.

Um Blog serve para isso mesmo: mostrarmos os nossos sentimentos, sem estarmos a pensar no que os outros estão a pensar. Eu faço isso n vezes como é o caso do artigo sobre a Catedral. Há quem diga que eu não deveria ter escrito, mas eu escrevi. Mostro-vos sempre a minha alma aqui e, pelo que entendi, era o que a Penny precisava.

Aliás, acho que é o objectivo de todos os Bloggers, os verdadeiros Bloggers. Há pessoas que só têm um Blog (algumas abandonado), não quer dizer que sejam Bloggers. Se dão erros ortográficos não o são. É a minha visão do meu trabalho. Tenho a ajuda indispensável da Francisca e da Produção da qual só tenho a agradecer.

Quanto à nossa querida Penny, gosto da reviravolta do boy. Vou começar a ler.

Beijinhos

 

Viagens

5 Dicas para Viajares, em Segurança || PD

Olá Devanienses!

Já tinha saudades de escrever aqui para vocês!
Esta semana estarei convosco duas vezes (quinta e domingo) e com conteúdo para vos ajudar nas vossas aventuras!
Quem segue o Pequena Desarrumada sabe que em Fevereiro viajei para Amesterdam (publicação sobre a aventura aqui) e com isso pude ver o que era melhor para se viajar e, acreditem que as coisas não são tão fáceis quanto parece. Acho que toda a organização e planeamento não chegam e que imprevistos acontecem a todos.

 

Hoje, separei 5 coisas, que acho fundamental fazerem antes de porem as malas às costas e partirem rumo ao desconhecido!

  • Pesquisa sobre o lugar para onde vais viajar,
  • Lista de todos os locais a explorar,
  • Lista de coisas a levar na bagagem para a viagem,
  • Ben-u-ron ou Brufen na mala,
  • Documentos pessoais sempre contigo e em segurança.

Vamos agora explorar cada ponto das nossas dicas.
Pesquisa sobre o lugar– este é um ponto importante, a meu ver. Um pouco de pesquisa nunca fez mal. Precisamos de saber um pouco com o que podemos contar para termos a certeza que é este o sítio que queremos ir. Desde ao tempo que se faz, na altura em que vamos; sítios importantes e com cultura histórica; que tipo de língua se fala e se o inglês se aplica; a moeda do país; pratos tradicionais e acima de tudo, o que podemos contar a nível turístico e acolhimento das pessoas que vivem lá.

Lista dos locais a visitar– já tendo decidido o destino da viagem, é super importante fazeres um itinerário do que irás fazer e explorar. É mais fácil, chegares já com tudo bem traçado do que estares lá e perderes tempo a pesquisar algo, que já podias ter feito e levado de casa. Como se costuma a dizer, um pouco de trabalho de casa, não faz mal nenhum, e nestes momentos só ajuda a economizar tempo precioso. Por isso pesquisa, faz a lista e já sabes que é menos uma preocupação nos teus ombros!

 

 

O que levar na bagagem– dependendo dos dias que fores de viagem, dependerá a quantidade de coisas a levares. Na minha opinião, quanto mais confortável e desportivo, melhor! Para além de levares os teus objetos de higiene pessoal e roupa interior, convém levares roupa e calçado confortável, porque não queres que nada te impeça de te mexeres à vontade e dores não queremos. Mas nada em exageros! Não vais levar o teu guarda-roupa atrás, porque só precisas do essencial.
Também tens de ter cuidado, em relação à bagagem de mão e de porão, porque dependendo da companhia área que fores, há exigências de tamanho que não podem ser ultrapassadas.

Ben-u-ron ou Brufen sempre contigo– quando me perguntam se é mesmo essencial ter connosco eu respondo: sim! Nunca se sabe, pode-vos dar uma dor ou até mesmo ficarem constipadas e terem febre, e não querem que isso vos atrapalhe na viagem, pois não?

Documentos pessoas– algo que é super importante e não se podem esquecer definitivamente! Os documentos para além de ser sempre precisos, devem estar sempre contigo. Teres cuidado para não perder ou te roubarem é essencial, porque não sabes quando precisaras deles!

Se tiveres estes cinco pontos, em mente, quando fores organizar a tua viagem, acredita que ela tem fortes probabilidades de correr bem e não te esqueceres nada. Uma viagem bem planeada começa com todo o trabalho de preparação, quando estiveres no destino é só desfrutares de tudo que tens à tua disponibilidade. E não te esqueças…. diverte-te!
Beijinhos

 

 

 

 

 

Técnica de Higiene e Segurança no Trabalho

STRESS NO LOCAL DE TRABALHO || BOM E MAU

Olá Nossos Devanienses!

 

Relógio De Bolso, Tempo De, Areia, Tempo, Relógio

 

No curso que estou a tirar, Técnica de Higiene e Segurança no Trabalho, tenho a disciplina de Psicossociologia no Trabalho. A saúde mental é muito importante e todos devemos estar atentos. Há dois tipos de stress:

  • O bom que dá adrenalina,
  • O mau é o que bloqueia.

Depende do modo como reagimos e como avaliamos a situação. Há o stress físico e o psicológico. Há três coisas que ajudam a gerir o stress:

  • Auto-confiança,
  • Adaptação,
  • Actualização.

 

Mulher, Face, Assédio Moral, Stress, Vergonha

 

Precisamos dum stress quanto baste na nossa vida exactamente como os barcos precisam de vento. Por outras palavras, se houver muito vento (stress) o barco (pessoa) derruba. Entendem a analogia?

Sempre houve stress no trabalho, pois o trabalho faz parte da nossa vida, mas antigamente (quando as pessoas eram menos actualizadas e informadas) era visto como fraqueza. Temos de estar atentos a estes factores:

  • as queixas dos Trabalhadores;
  • as disfunções, ou seja, viver exclusivamente para o trabalho;
  • sentir-se subcarregado, ou seja, com pressão;
  • a negatividade;
  • os sintomas desumanos, ou seja, ser agressivo com os outros, por exemplo.

 

Livros, Mulher, Menina, Estudo, Aprenda, Stress

 

Há vários factores stressantes, tais como:

  • o ambiente físico, isto é, o ruído, o calor, o frio;
  • a individualidade, isto é, não poder levar trabalho para casa, uma ausência de controlo;
  • sociais, isto é, a gestão do tempo, o ambiente. Um exemplo disso são os Chefes que gritam;
  • o trabalho em si, isto é, o papel do Trabalhador, o excesso de trabalho e a má organização.

Há quatro consequências:

  • corporais,
  • mentais,
  • emocionais,
  • comportamentais.

O bom stress é chamado de eustress.

Beijinhos

Resenha

RESENHA DO LIVRO || VALORIZE-SE, ORGANIZE-SE

Olá Nossos Devanienses!

 

Resultado de imagem para organiza se Claudio Ramos

 

Parece que o livro não é nada chato. Li-o bem rápido. Bem rápido mesmo. Tem poucas folhas, é verdade. Quando fui a Barcelona, levei-o na mala e soube mesmo bem lê-lo.

Promete o que oferece: É prático.

Se queres rosinhas e florzinhas, esquece. Não é este o livro. Mostra a vida real como ela é. Dá dicas top. Nunca pensei na Teoria do Carrinho de Compras. Nunca me senti insatisfeita, conscientemente, por não estar cheio, mas faz sentido. No sentido, se tiver cheio, vai-me fazer sentir poderosa. Acho que nenhum Youtuber fez isso, seria uma sensação.

 

Resultado de imagem para Claudio Ramos

 

Eu sou do tempo do Escudo. Nesse tempo, dava para encher um carrinho de compras com dois mil escudos (actualmente, dez Euros, ou seja, dez dólares, ou seja, 40 Reais). O Escudo rendia muito. Agora não vale a pena voltar do Euro para o Escudo, não mudaria nada do que piorou.

Dá dicas económicas. Fala das marcas brancas. Eu sou adepta da marca branca, das marcas próprias. Com a excepção de cremes, produtos de cabelo, perfumes e nessa gama. Se me falam de água, leite de soja, cereais, gomas, chocolates e por ai, de marca branca é top. Pingo Doce, Lidl, Continente e essas marcas.

Vou dar um exemplo, o meu chocolate favorito é o After Eight. Eu amo em versão marca branca. O meu paladar não tem problema nenhuma com marcas de Hipermercado. Se falarmos de detergente da loiça, eu prefiro Fairy (Fairy, patrocina-me – Todos sabem que estou a brincar, Francisca.).

 

Resultado de imagem para Claudio Ramos

 

Como ele refere, é preciso ter cuidado com as promoções. Por vezes, é só um enche olho. Eu olho sempre, no exemplo das gomas, o preço do quilo. Aquele que tiver o preço mais barato do quilo, eu compro. Há coisas que parecem baratas porque estão em promoção ou pelo preço da unidade, e são muito mais caras.

Uma coisa que aprendi é que um frigorífico cheio consome menos.

É livro interessante e que pode mudar tantas vidas. Mostra que ser desleixado não é bom. Ele próprio é fruto do que escreve. Pelo que se lê, ele não é das pessoas que diz, mas não faz. Isso prende. Ele não promete que o livro é mágico e que basta ler que em três tempos tudo mudo. Ele mostra que leva tempo.

Quantas vezes ficas frustrada porque te prometem algo rápido e não o é? Este livro é para ti.

Beijinhos