Relato duma Leitora

RELATO DUMA LEITORA || PAREM DE CRITICAR TUDO

Olá Nossos Devanienses!

 

Depressão, Vozes, Autocrítica, Crítico, Para baixo

 

“Olá! Preciso de desabafar algo que está entalado. Porquê que as pessoas têm a necessidade de criticar. Hoje vi uma publicação no Facebook que me deixou se reacção, sem entender como as pessoas só sabem criticar. Uma pessoa qualquer disse que um quarto sem janelas não é um quarto. Nota-se que era pejorativo.

Eu já morei num escritório. Paguei a renda com o meu dinheiro e não morri. Minto, tinha uma mini-janela que dava para a sala. Foi assim que comecei. Ou dormia num sofá-cama num escritório ou dormiria na rua enquanto procurava um quarto com uma janela. As pessoas quando criticam não têm a noção. Eu tinha o tempo muito reduzido para encontrar um quarto e tinha uma gata. Infelizmente, a gata desapareceu.

Vivi assim uns meses. Paguei com o meu suor e ninguém tem nada a ver com isso. Era minúsculo. O sofá-cama de manhã tinha de ser fechado para ter mais espaço, mas era o que havia. Ou isso ou a rua (Ou pior que a rua, a antiga vida). A rua tem uma janela enorme. Só eu e a pessoa que recebia o dinheiro tinha a ver com isso.

 

Vergonha, Crítica, Autocrítica, Desespero, Juiz

 

Actualmente estou num quarto maior e tenho persianas automáticas. Lutei, não desisti. Tenho orgulho em dizer que comecei a minha nova vida num quarto com uma mini-janela! Muito orgulho mesmo. Paguei com o meu dinheiro. Estou aqui para contar. Não tive alternativa e cresci com isso. Não era um sofá-cama muito desconfortável. Era o que havia. Usava para dormir, trabalhar e estudar. Exactamente como uso este.

Se eu fosse ligar ao que os outros dizem, já tinha desistido antes de começar a lutar.

Sim, um quarto sem janela ou um escritório, como quiseres chamar, pode ser um quarto sim, se o acolheres como tal! Podes começar a tua nova vida num e não tem mal nenhum, Pensa em ti e na tua paz interior primeiro. Esquece tudo que te quer deitar abaixo. Beijos.”.

 

Crítica, Escreva uma crítica, Revisão, Estrela, Mão, Dedo

 

Para começar: Parabéns! Somos duas, se eu ligasse ao que outros dizem, não atingiria metade. Não trabalharia aos Domingos e Feriados, sentava-me no Salário Mínimo, não seria Chefe da Yves Rocher e muitos etc..

Luta por ti. Esquece os comentários do outros, pois vai sempre haver. Vão sempre puxar-te para o fundo, sempre “sem” intenção, claro. É sempre para o teu “bem”. Não precisas de perguntar, dizem com gosto.

É a mentalidade que existe. Começaste super bem. Começaste, porque quisseste e isso é o mais importante!

Beijinhos

 

Sociedade

PORTA DOS FUNDOS || JÁ ACABOU, JÉSSICA?

Olá Nossos Devanienses!

 

Resultado de imagem para filme porta dos fundos 2019"

 

Pessoas que acham que o Natal tem a ver com o nascimento de Jesus ficaram revoltadinhas com um simples filmes! Sim, com personagens!

Calma, primeiro vou pedir à Produção os CheeseBurgers da Francisca e o chá para mim, por gentileza. Grata.

Isto aconteceu em pleno século XXI. Não, não mentira.

Antes de criticarem o trabalho alheio, sim, porque são só PERSONAGENS, estudem. O Natal é uma festa pagã e comercial. Só. As minhas vendas de Natal foram excelentes. Já agora, Jesus nasceu em Outubro. O Natal é só uma desculpa para aumentar as vendas. Mais nada. E para falsidade.

 

Resultado de imagem para filme porta dos fundos 2019"

 

Pessoas sem nada de interessante para fazer, lembraram-se de atirar cocktail molotov às cinco da manhã do dia vinte e quatro de Dezembro. Era isto que Jesus queria que fizessem. Eles tiveram uma luz e Jesus disse que tinham de fazer isto. Não é algo perigoso, foi Jesus que pediu. Tem toda a lógica. E que tal ir trabalhar? Não, trabalhar não, mas atirar cocktail molotov, sem dúvida. Se magoar alguém, paciência.

Meus queridos seres, vocês só deram publicidade gratuita! Este ano há mais! Que eles tenham sempre trabalho! Sempre! Se você não quiser trabalhar, não trabalhe!

E já agora, e se fosse? Deixem lá a PERSONAGEM em paz! É ficção. FICÇÃO! É como as novelas “A Carminho foi presa, finalmente! Já não era sem tempo!”, não se pode esquecer que a Carminho é só uma PERSONAGEM  da Avenida Brasil. Não confundam ficção com a realidade!

Preocupem-se em trabalhar melhor, ler mais, evoluirem e tratarem só da vossa vida!

Beijinhos

Expectativa

EXPECTATIVA DO LIVRO || UM ESTRANHO EM CASA

Olá Nossos Devanienses!

 

Resultado de imagem para Um estranho em casa livro"

Produção mais linda traga, por gentileza, os CheeseBurgers da Francisca e um chá para mim sem açúcar, grata.

Eu acho que nunca livro de Patrícia MacDonald, mas estou curiosa. Quem será este estranho? Segundo a sinopse “Há onze anos, a vida idílica de Anna Lange ficou destroçada quando Paul, o seu filho de quatro anos, desapareceu sem deixar rasto. Anna nunca deixou de acreditar que ele estava vivo e, quando o rapaz reaparece por fim, todos pareciam achar que o pesadelo terminara. Contudo, a alegria do reencontro dura pouco tempo. Nervoso e retraído, Paul começa a comporta-se de modo estranho. Anna pensa que o filho continua a recuperar do terrível trauma vivido na noite em que desapareceu —embora o jovem afirme não se recordar do que aconteceu. Mas será verdade que Paul não se lembra? Bom, há alguém que se lembra e que está disposto a tudo para impedir que a verdade venha ao de cima…”

 

Um Estranho em Casa

 

Só consigo pensar na Mãe de Rui Pedro. Infelizmente já passou mais de onze anos…

Porquê que esse Paul não quer dizer que se lembra? Porquê esta necessidade? Se contar coloca a sua Família em perigo? É o verdadeiro Paul? Fiquei confusa. Faz sentido, se não for o verdadeiro Paul, pode saber o que aconteceu, através do raptor e sendo cumplice, e não estando traumatizado.

Sim, Francisca, é a minha teoria da conspiração. Mas uma expectativa não é uma teoria que mais é? Pela sinopse é isto que me parece. Um mistério, talvez. Parece muito interessante.

Beijinhos

Sociedade

SALÁRIO MÍNIMO || ENGAJAMENTO FÁCIL

Olá Nossos Devanienses!

 

Moedas, Moeda, Investimento, Seguro, Dinheiro, Bancário

 

Há pouco tempo vi uma publicação com muito engajamento. Em pouco tempo entendi o porquê: A pessoa em questão estava a criticar um salário superior ao Salário Mínimo. Isto dá origem a engajamento fácil, pois vai ter comentários de dois tipos de pessoas:

-As que acham que o Salário Mínimo é o Salário Máximo;

-As que sabem que o Salário Mínimo não é o Salário Máximo.

Este tema gera confusão facilmente que dá origem a muito engajamento. É bastante simples, pois em Portugal a grande maioria pertence ao time “Pensem no Salário Mínimo”. Aquelas pessoas que acham que os Domingos e feriados não são dias como outros quaisquer, que o dinheiro é o único ganho e que ganhar mais do que o Salário Mínimo é errado.

 

Resultado de imagem para Ricardo Araújo Pereira criticas ordenado"

 

A pessoa em questão, fez um textão irónico a pedir desculpa por ter criticado Ricardo Araújo Pereira por ter aceite o tal salário superior ao Salário Mínimo. Isso gera tráfico fácil. Até os mídia jogam com essa mentalidade. É uma audência fácil de obter.

No lugar do Ricardo Araújo Pereira, essa pessoa iria dizer “Não aceito, pois não interessa o que lutei e trabalhar para estar onde estou. Tenho de pensar no Salário Mínimo, sentar-me nele, pois ganhar mais é errado. “. Não, não iria dizer isto. E quem critica, também não iria.

Como se costuma dizer, só sabe o que se passa no Convento, quem está lá dentro.

Mas o povo quer é criticar, sentado num sofá ao Domingo, pois no Domingo não se trabalha, porque é pecado. Trabalhar mais de oito horas? Nem pensar. Ter mais ganhos do que o dinheiro? Isso não existe. Ganhar mais do que o Salário Mínino? Deveria de ir preso para aprender que não é mais do que ninguém. Está-me a oferecer mais do que o Salário Mínimo para fazer o que eu já faço contrariado, pois estou sempre à espera da hora da saída? Claro que aceito, se menos horas, melhor!

 

Carteira, Dinheiro, Cartão de crédito, Bolso, Dinheiro, Bolsa

 

As pessoas só vêem o que querem. Não vêem o esforço, a dedicação, os livros lidos, as noites mal dormidas. Não, isso é uma utopia. O importante é estar horas a fio à frente da televisão a consumir nada. Porque ver televisão faz bem e ler faz mal. Se tu não vês televisão, és maluco. Se tu lês, estás a perder tempo. Se tu trabalhas aos Domingos e feriados, estás errado.

Se tu dizes “Quem me dera receber quantos as Ciganas ganham e tomar o Pequeno-Almoço no café todos os dias.”, tens muito engajamento. Se tu dizes “Passei a meia noite a descansar para trabalhar no dia um de Janeiro”, riem-se de ti. Cada um na sua vida!

Se tu dizes que é bom trabalhar, que adoras e isso te dá prazer. Se tu dizes que detestas férias. Estás errada! Porque tu, nesta Sociedade, tens de ser um urso. É errado só precisares de horas para descansar. Tens de te mentalizar que precisas de dias! Se tu dizes que te divertes a trabalhar, está errado. Não podes.

Se tu dizes, que foste a um novo restaurante para teres tema para um artigo, tu no restaurante divertiste-te e SÓ quando escreveste, trabalhaste. E que poderia ter pedido a opinião a uma Amiga para escrever. Não, eu vou aos restaurantes em trabalho, escrevo em trabalho e dou a minha opinião sobre o mesmo em trabalho. Todo o processo é trabalho! Digam o que disserem. Não vai mudar nada!

Beijinhos

Resenha

RESENHA DO LIVRO || CASAMENTOS E INFIDELIDADES

Olá Nossos Devanienses!

 

Wook.pt - Casamentos e Infidelidades

 

Produção mais maravilhosa, por gentileza, traga os CheeseBurgers da Francisca e um chá sem açúcar para mim. Grata.

Sinceramente, achei uma estória muito parada e chata. Parei e nem a meio ia. Tentei, tentei, tentei e tentei, mas só arrasta. Não gostei nada. Bastante aborrecido, mesmo. Será que o filme é igual? Eu tentei ver o filme “Comer, orar e amar”. Era um filme pirata, eu sei, mas eu detestei e eu não consegui ler o livro. Já me sugeriram, mas não consigo.

Com o filme deste livro é igual. Não vou conseguir ler.

Exactamente no pós filme do “Marley e Eu”, mas ao contrário. Como vi antes o filme e o cão morreu, tive receio que também morresse no livro. Sim, o livro pode ser diferente do filme. Adiei. Li. Adorei e chorei.

 

Resultado de imagem para marley e eu"

 

Comigo é assim. Não gosto do livro\ filme, não vou ver o filme ou ler o livro (dependendo da ordem). Se eu chorar no livro, vou adiar a visualização do filme. Eu não choro, Francisca.

Se tu gostas deste livro, é de boa. Se tu não leste este livro, lê. Todos temos gostos diferentes. Eu não gosto das “Cinquenta cinzas de Grey” e tu podes gostar. Eu adoro Stephen King, há quem não goste. São gostos. Só tu o saberás. Ninguém gosta de todos os géneros! Ninguém! Descobre o teu género!

Beijinhos

Miss L

UMA NOVA ROTINA || 2020

Olá Nossos Devanienses!

 

Hora Do Chá, Poesia, Café, Leitura, Lazer, Tabela, Copa

 

Querida Produção tragam, por gentileza, os CheeseBurgers para a Francisca e chá para mim.

Pois é, meus queridos, Devanienses, este dois mil e vinte chegou com uma nova rotina. Comecei, logo no dia um, a beber chá todas as manhãs antes do cereais.

Porquê que eu comecei a beber chá todas as manhãs?

Eu amo chás e assim é uma maneira de beber logo pela manhã. Eu sei que tenho ansiedade e que não deveria beber, mas se eu fosse cem por cento certinha, não seria eu. Não é tabaco, não é um charro. É chá. Logo, não é assim tão ruim, eu acho.

É algo que eu gosto do sabor. É algo que não me faz muito mal ( devido à ansiedade). É algo que não prejudica terceiros. É algo que me faz sentir bem. É algo que me faz mais feliz!

Beijinhos

Miss L

EU NÃO PERTENÇO A ESTA SOCIEDADE || MISS L

Olá Nossos Devanienses!

 

 

Bola, volta, sozinho, diferente, diversidade, vidro

 

Primeiramente, peço à Produção tragam, por gentileza, os CheeseBurgers da Francisca e chá para mim, por gentileza.

Literalmente, eu não pertenço a esta Sociedade. Eu nasci nos anos noventa e não fumo, não bebo café, não saio à noite, não como carne, não bebo leite de vaca, leio e não vejo televisão.

Simplesmente, eu detesto o sabor do café. Para as minha papilas gustativas tem um sabor horrível. Então, eu não bebo.

 

Crianças, tv, criança, televisão, casa, pessoas, menino

 

Não saiu à noite, pois uso as noites para descansar para trabalhar no dia seguinte. E não estou para gastar o dinheiro que ganho nessas coisas. Ponto.

E quanto à televisão, eu considero desinformação. Até porque, todos sabemos (até quem não admite), o dinheiro compra notícias.

E outro ponto: Eu não estou a escrever este artigo para influenciar NINGUÉM, só estou a mostrar a quem me segue como eu sou. São coisas diferentes.

Beijinhos

Sociedade

ESTAMOS EM QUE SÉCULO? || SOCIEDADE

Olá Nossos Devanienses!

 

Social, Redes sociais, Serviço de rede social

 

Há alturas que eu paro e penso: Esta Sociedade que me rodeia, em que século está?

Sim, Francisca, tens razão. Primeiro temos de te alimentar para amenizar o clima. Querida Produção tragam, por gentileza, os CheeseBurgers da Francisca e um chá para mim, sem açúcar.

Não era suposto, em pleno dois mil e vinte, os carros voarem? Era, mas ficamos por aqui…

Em pleno século Vinte e um, ainda existem touradas, pessoas que fumam, animais torturados, pessoas que bebem leite de vaca e a lista vai por ai.

Escusam de dizer que é cultura. Não é cultura. A tourada não passa de animais a magoarem outro animal e outros animais a aplaudirem. Basicamente é isto. E aprende-se na Escola que o ser humano é um animal. Eu questiono: Na cabeça de alguém minimamente inteligente é cultura? Tem piada? Merece aplausos? Não digam que ser Toureiro é uma profissão, pois isso ofende qualquer tipo de profissão. Eu costumo de dizer que quem gosta de touradas verdadeiramente, trocaria com o touro. Claro, que eles não trocam, pois iria dor e eles sabem. Não faz sentido isso ainda existir. Qual é a necessidade?

 

Tribal, Touro, Vaca, Resumo, Linha Arte, Projeto, Tatuagem

 

Fumar… Pessoalmente, acho que só serve para incomodar terceiros. E se mostras que estás incomodado, tu estás errado. Tu deves adorar levar com o fumo do tabaco. Está muito banalizado ser Fumador Passivo. Até há uma “tradição” (numa aldeia, claro) que as crianças fumam no Dia de Reis. Porquê?! Eu só pergunto, porquê?!

Era suposto a Sociedade ser mais evoluida e não estar parada no século quinze. No século quinze é normal. Actualmente, não há explicação.

A grande diferença entre o leite de vaca e o tabaco é que o leite de vaca não faz mal a terceiros.

Não sei como é que isto ainda acontece. Pessoas que não lêem, não deveria ser algo tão banal. Atenção: Nem tudo que é banal é normal. Não entende esta Sociedade tão retrograda. Sim, a Sociedade é retrograda.

E antes que questionem, não, não vou criar um carro voador, mas, segundo os filmes antigos… antigos não, pouco recentes, esses carros deveriam existir no ano dois mil. Estamos a vinte anos de atraso! Só deixo para pensar.

Beijinhos

Aniversário

ANIVERSÁRIO DO BLOG || 8 ANOS

Olá Nossos Devanienses!

 

Resultado de imagem para Devaneios de Miss L

 

No dia dez de Janeiro de dois mil e doze criei o meu Blog que me fez ser a Blogger que sou hoje. Oito anos. Quem não sabe, o oito é o meu número favorito. Parece um cliché, mas nunca pensei chegar ao oitavo ano. Escrevo de coração.

Quando comecei não sabia o que era ser uma Blogger. Não sabia o valor desta profissão. Como se diz “Só sabe o que se passa no Convento quem está lá dentro.”. Não tinha a noção do trabalho que dava. Cada artigo demorava entre a seis a oito horas a fazer. Actualmente, demoro cinco horas e meio. Os que são mais “especiais” podem durar doze horas. Um desses casos é o texto sobre João Calefe. Refiro-me só à parte da escrita.

Este Blog sempre foi de Lifestyle e nunca mudou. O que mudou foi o nome ao longo dos anos. Já se chamou “Não sei do que falas”. Ao início tinha um pouco de receio de por o meu rosto, mas depois tornou-se mais sério e tive de colocar. Como costumo dizer “Se eu n~ºao fosse tímida não seria Blogger, mas sim Youtuber.”.

 

#tatuagem #blog #arte #art #ancora #livro #book #blogger #Bloggerpt #blogueira

 

No dia dois de Maio de dois mil e quinze fiz a tatuagem do Blog. Sinceramente, acho que é um ponto que marca um Blogger ou um Youtuber. É a marca do meu trabalho. É um orgulho. Eu amo tatuagens, tenho três e já tenho ideias para totalizar onze. É segredo.

No Natal de dois mil e dezassete, a Marian’art fez duas artes para o nosso Blog. Duas artes que eu amei de coração.

Claro que já pensei em desistir, mas a escrita é algo que eu amo. Acho que todos os profissionais passam por esta fase.

 

Ser Blogger! #expectativa #realidade "serblogger #blogger #bloggerpt #blogueira

#arte #ilustracao #blog #art #blogger #blogueira #bloggerpt

 

Como sabe, no dia treze de Março de dois mil e dezassete, o meu Blog foi pirateado. Eu tinha artigos agendados até Abril. Eu não faço cópias de segurança. Era na plataforma Blogspot e tinha o domíni0 no WebTuga. O WebTuga disse que a culpa era do Google e o Google disse que a culpa era do WebTuga. A culpa morreu sozinha.

Criei um Blog de improviso na mesma plataforma, mas não sentia como meu. Não sentia como se fosse o meu espaço. Eu tive um evento de Bloggers e aconselharam-me esta plataforma e voltei a animar. Antes não tinha vindo para o WordPress, pois achava que era difícil e eu sou um zero a informática, mas não foi.

A partir desse momento, comecei a apresentar artigos diários e nunca mais parei. Sempre à uma da manhã só para vocês começarem bem o dia.

Já tive bloqueios criativos, coisa que nunca pensei ter. Faz parte de todas as profissões.

Beijinhos

Sociedade

PESSOAS SEM NOÇÃO || PESSOAS BLOQUEADAS

Olá Nossos Devanienses!

 

Mídias Sociais, Facebook, Smartphone, Iphone, Celular

 

A Internet está cheio de pessoas sem noção. Pessoas com uma mentalidade tão pequena que dizem que és infantil só porque és mulher e bloqueias um homem. Aquele grande ser superior. Aconteceu dois episódios recentemente que fizeram com que tivesse ideia para este artigo. Há dois tipos de pessoas com necessidade de incomodar: as que tu dizes que cumpriram o objectivo e param e os que se sentem ofendidos por dizes que estão a incomodar. Essas pessoas sentem-se na obrigação de te incomodar e se alguém refere tal facto, ficam muito chateados.

Apanhei um desses no Facebook. Quando ele ia começar a escrever um textão, bloqueei. Não sou obrigada a aturar. Há pessoas que só porque não estão a trabalhar, acham que toda a gente não trabalha. Mas isto não ficou por aqui. Esta pessoa sentiu-se na necessidade ir incomodar, por mensagem,  através da minha fan page de trabalho. De trabalho. Exactamente como aquela pessoa que decide te trair e depois vai para a porta do teu trabalho com um ramo enorme de flores. Para quê que serve aquele ramo de flores? Para comer? Não serve para nada. Nem para os mortos, porque os mortos estão mortos e não querem saber de flores.

Mandem mensagem para alguém que vocês têm valor, que gostam de vocês. Mandem mensagem a falar do trabalho de alguém que vocês acompanham. Não mandem mensagem para incomodar! Se a pessoa não te conhece de lado nenhum e tu não acompanhas o trabalho dela ( refiro-me a Youtubers, Blogger, Actores, etc), não incomodes! Só tens de ser bloqueado!

 

Salmão, prato, comida, refeição, peixe, frutos do mar, prato

 

Para quem não sabe, no passado dia quatro deste mês fiz cinco mês sem carne. Sim, eu não como carne há cinco meses. Escrevi no meu perfil pessoal do Facebook e na fan page. Partilhei convosco esta minha vitória. Reparem bem: MINHA!

Porém, há pessoas com a mentalidade parada no século XV, riem-se de posts como:

X tempo sem fumar.

X tempo sem beber leite de vaca.

X tempo sem beber café.

X tempo sem comer carne.

X tempo sem beber bebidas alcoolicas.

Ou seja, se alguém partilha algo que nos orgulha porque é bom para nós, tem de haver algum retrogrado a rir-se ou a dizer que só queremos influenciar.

 

Aperitivo, salmão, canape, queijo, biscoito, cozinha

 

Houve uma pessoa que já deveria ter sido há muito tempo, pois para o que servia, já serviu, riu-se do meu post. Questionei em privado qual era a piada. Até disse que eu pago o que como (Não entendeu). Depois soltou a frase tipica duma Seita como a da EDP Chinesa “Não comas, pois mais sobra para mim.”. Sim, há um grupo de pessoas com a mente pequena com o lema de vida “Tens de comer o que eu como.”. Já ia bloquear e ele soltou a seguinte frase “Influencia muita gente para o preço da carne baixar.”.

Há pessoas com a mente parada no século XV que pensam que quando partilhas coisas boas da tua vida estás a tentar influenciar. Seria bom se resultasse, visto que eu não fumo, nem bebo café. Pessoa que já não serves para nada já há uns anos, eu pago o que como, eu importo-me com o que eu como. Eu não pago o que tu comes, eu não me interessa minimamente o que tu comes. O ser humano não é o único animal que pode ter cancro. Tu comes o que quiser. Não és nada para mim, logo não me interessa.

Aprendam: Se eu partilho algo que me orgulho, não para tu imitares. Simplesmente, não estejas à espera que eu pague a carne que tu comes. Portanto, se eu não pago, não me interessa. É difícil de entender? Se é, só lamento.

Beijinhos