Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Devaneios de Miss L

25
Jun21

SONHOS TRAÇADOS || TEXTO AUTORAL


Miss L

Olá Nossos Devanienses!

 

Luar, Noite, Nuvens, Céu, Lua Cheia, Escuro

 

Estava a pensar em novos conteúdos para vocês. Durante o banho (sim, durante o banho) tive a ideia de escrever um conto para vocês. Um capítulo por dia. um conto de terror.

Vamos começar.

Capítulo 1

Estávamos no início do Verão e eu e a minha Melhor Amiga Camila combinámos passar 15 dias juntas numa casa arranjada pelo Pai dela. No meio de nenhures, claro. A Camila é uma querida, uma profissional maravilhosa, mas tem um gosto muito peculiar que não sai dela, adora aldeias. Embora tenha nascido na cidade. Ninguém é perfeito. Eu sou citadina dos pés à cabeça. Gosto da confusão e de ter tudo à mão. Porém, nesses 15 dias, o importante era esta com a minha Ca, visto que já não estávamos juntas há quase 1 ano. 

Além disso, havia uns temos que não tinha ideias para o meu trabalho e, talvez isto me ajude. Eu já estava há um mês a preparar tudo, pois sei que me vai faltar tudo, mas Camila deixou tudo para a última da hora. Ela não tinha imenda, mas como se dizia, o importante é ter saúde.

Claro que teve de ser a Camila a conduzir, pois eu mesmo tendo a carta de condução, tenho medo de conduzir. Eu bem referi anteriormente que ninguém é perfeito. Dividímos o combustível e lá fomos nós. 

Falamos de tudo e de nada. Comunicarmos por telemóvel não é a mesma coisa. Se não fosse pela Ca, já estaria arrependida desta viagem. Quando chegámos lá, não existia mesmo nada à volta. Nada. Nem um mini-mercado. A casa mais próxima era a 10 quilómetros e o mercadinho da aldeia muito mais longe, 15 quilómetros. Sim, longos 15 quilómetros. A Ca riu-se e afirmou que ainda bem que eu tinha trazido tanta comida. Eu rodei os olhos sem resposta.

Levámos tudo para dentro e mal coloquei os pés dentro daquele local, arrepiei-me e fiquei enjoada. A Camila gracejou e desvalorizou, afirmando que só precisava duma limpeza profunda. Ainda afirmou que talvez vendesse o apartamento que lhe arranjei e comprasse aquela casa, pois é exactamente aquilo que prefere. 

-Tu gostas mesmo de me irritar, Ca. - suspirei.

-Carlota, diverte-te e aproveita a natureza.

Demorámos umas seis horas a arrumar e limpar tudo. Ficamos na parte superior. Cada uma na sua suite. A Ca afirmou que nem tudo era mau nas aldeias. Uma das portas estavam fechada, pois segundo o Pai da Ca, era onde o dono tinha as suas coisas. 

Fomos para o andar de baixo, pois estávamos com muita fome. Acendi uma das minhas velas para alíviar o ambiente. A Camila decidiu que não iria comer carne, nem peixe nos próximos 15 dias. Ela faria, simplesmente, para desentoxicar o organismo. Eu sou ovo-vegetariana há 1 ano, após 4 anos como pescetariana. 

Jantámos uma salada de ovo. Depois fomos para sala ver um filme (de terror, claro, o nosso género favorito).

Fui buscar o meu computador portátil e a internet móvel (Sim, eu pedi uma só para o meu computador para conseguir trabalhar). Acabei por adormecer a meio e acordei no final. Era muito chato. Apaguei a vela. Estava mais do que na hora de irmos descansar.

 

*

 

Às 9 horas e 33 minutos, arranjei-me ( mas voltei a vestir o pijama) e comi os meus cereais. Levei o portátil, a internet e a vela para a minha querida suite. Respirei fundo e tentei escrever o artigo do dia seguinte. Sim, do dia seguinte, estou mesmo sem ideias. Contei como correu a viagem e admiti que não estava a gostar muito, tirei umas fotografias para manter a rede social activa. Vida de Blogger que tem contas para pagar. 

Agendei para o dia seguinte, à uma da manhã como de costume. A Camila ainda estava a dormir, por isso, fui beber um chá. Tirei uma fotografia com o chá e coloquei uma boa legenda. 

Fui espreitar a Ca, pois já eram quase 15 horas. Ao lado do quarto dela estava o quarto fechado. Ouvi como se tivessem a bater por dentro, mas ignorei, pois pensei que algo tivesse caído ou assim ( Não iria verificar, nem que me pagassem). A Ca ainda dormia. Suspirei. Decidi, então, beber outro chá, e ler um livro que tinha trazido e que já ia a meio. O meu primeiro livro de Camilo Castelo Branco, "O que fazem mulheres". Estava a tentar ler mais livros de Autores nacionais (para ter conteúdo, claro). Sentei-me no sofá do andar debaixo, com o chá, o livro, uma caneta (Adoro sublinhar e escrever a caneta) e o smartphone para usar como dicionário (grata pelos dados móveis). Era uma leitura diferente, visto que era de 1858. Esta era a data da primeira publicação. Dai haver palavras como objurgatória, que significa censura. 

Ouvi uns passos no andar de cima, mas devia ter sido impressão minha, pois a Camila não desceu. Ignorei. Continuei a ler até às 16 e 23 minutos. Subi para acordar a Camila, já chegava de se armar em preguiçosa. Olhei de relance para a porta fechada e estava aberta, mas quando virei para a mesma, estava trancada como sempre. Foi impressão minha.

Abri as persianas e disse que estava com muita fome. Ri-me sonoramente de forma divertida.

-Mas tu disseste que ias trazer, pois estavas quase acabar. - afirmou sonolenta. - Mas demoraste tanto que adormeci de novo.

-Sim, sim. Andas a sonhar demasiado. 

Descemos e na cozinha, tinha arroz, salada e hamburgueres de grão de bico. A Camila riu-se e declarou que eu tinha muita piada. Decídimos comer antes que arrefecesse. A Camila dizia que a minha comida estava muito boa. Não sei como, mas a Camila cozinhou enquanto eu estava a ler e estava a fazer-se de engraçadinha. 

Comemos deliciada. Porém, a cada garfada, ficava cada vez mais arrepiada e com uma sensação estranha. A meio da refeição, a Camila começou a vomitar bastante. Assustei-me e comecei a ajuda-la. Encaminhei-a para o seu quarto. Desci, fiz-lhe um chá para a ajudar a adormecer. Deixei-a sozinha e fui limpar o vómito dela. Acabei de arrumar a cozinha.

 

Beijokitaz

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub