Blogger

Paixão por Boxs || Confissões duma Blogger

Olá Nossos Devanienses!

Como sabem, eu sou muito doida por boxs! Adoro receber correio, mas se for uma box, eu deliro.

Algo de cartão que parece simples, mas que me faz completar o dia. Receber boxs diariamente, seria um sonho.

Posso dizer que, após cinco anos e meio de blogger, é muito raro não receber algo durante a semana. O que me enche o coração. Se há alguma semana que não recebo nada, sei que na próxima a caixa do correio não vai aguentar tantas encomendas do amor. Seja de parceria ou algo que posso relacionar com o blog. Claro, pois o nosso trabalho de blogger não é e nunca será gratuito. Se for bem feito, é sempre bilateral.

Em relação às boxs, ganhei um amor encalculável desde que descobri que as caixas podem-me ajudar a combater a minha desorganização. E só de pensar que vou abrir uma encomenda e ter dentro uma caixinha deixa-me muito entusiasmada. Então se tiver uma cartinha escrita à mão,  é perfeito. Também sou doida por cartas escritas à mão em pleno Século XXI. É há coisas nas quais são muito antiquada. Não lamento.

Sempre que sei duma box entre bloggers, participo logo. Seja de livros, make, pets, animes. O que for. Adoro de pets, pois a minha pequena Lilly é a mascote do blog. Ela também merece. Há sempre uma boa desculpa trocar boxs, há sempre uma boa desculpa para trocar miminhos. Sou de Touro, não me julguem. Comida, conforto e presentes, são o meu Mundo.

Qualquer iniciativa de boxs é bem-vinda. Dá sempre um bom tema para um post maravilhoso! Seja entre bloggers ou não. Porém, entre bloggers torna-se mais produtivo e é uma boa interacção, pelo menos, tenta ser. E a tentativa é sempre bem vinda no mundo do trabalho. Erra-se, tenta-se de novo. Nada melhor do que uma boxs para fazer alguém sorrir.

Beijinhos

Aniversário

Texto Pessoal de Miss L || Alguma Vez Vamos Dar Certo?

Olá Nossos Devanienses!
Parece que hoje é o meu aniversário. Neste mês perfeito. Influente do melhor signo. Dezoito anos. Quem diria?
O que foi, Francisca? Não faço dezoito anos? Ninguém tem de saber. Dezoito, vinte, vinte e sete, trinta. O que importa? Só o espírito!
Para marcar este dia da melhor maneira, nada melhor do que um texto pessoal.
 

Imagem Retirada na Internet

Tinha uns 9 anos quando te conheci. Tornamo-nos amigos com o tempo. Nem sei porquê. Agora que penso nisso, até parece estranho.

Quando tinha quase 16 anos gostava de ti de maneira especial. Pensava que não teria qualquer hipótese. Porquê que teria? Tu tinhas acabado de fazer 27 anos.
Combinamos um jantar para comemorar o teu aniversário. Tinhas vindo ter comigo. Montijo era tão longe.
Nesse dia estava super nervosa. Para mim era um date e para ti um jantar de aniversário atrasado com uma simples amiga.
Fui para casa duma amiga com outra amiga. Precisava de apoio. Faltavam uma semana para fazer 16 anos e nunca tinha beijado ninguém. E ele já tinha 27 anos.Precisava de conselhos. Estava no sofá com elas, quando a anfitriã me beijou com um “pronto, é assim!”. Eu até escorreguei do sofá. Não estava mesmo à espera. Elas tinham 22 anos. A que me beijou era super descontraída e muito zen. Para ela a prática era o melhor ensinamentos. Já não estava tão nervosa. Fui com uma roupa que elas escolheram.
Rimo-nos imenso. Mais do que o habitual. Foi especial. Fomos para o apartamento que ele arrendou para aqueles dias para vermos um filme. ” Não penses que vamos ver um filme de terror!”, dizia ele sempre. Só queria mesmo a companhia.
Tomei coragem e, antes dele por play, disse que tinha de dizer uma coisa. “Mas e o filme?”, questionou a rir-se.
Olhei para as minhas mãos e disse que para mim era importante. Ele levantou-me o queixo e olhou-me nos olhos com uma questão: O que se passa, pequena?
Eu disse tudo. Disse mais do que devia, como sempre. Ele ficou inquieto. Quase me arrependi. Passamos o filme em silêncio.
Ele, que sempre ia ao meu aniversário, disse que não podia. Quis cancelar tudo e chorar. Tive o apoio das minhas amigas que me arranjaram e fomos ao jantar que tinham organizado para mim. ” Faz a tua própria felicidade, miúda. “, aconselhou-me a que me tinha beijado naquela tarde.
Quando íamos cantar os parabéns, ele apareceu. Calado. Eu fiquei mais branca do que já sou. Ele sorriu. Cantaram-me os parabéns. No final, ele pediu para falar comigo lá fora. As minhas amigas piscaram-me o olho como apoio.
” Sabes pequena, os nossos onze anos de diferença não abonam nada a nosso favor.”. Eu sabia disso. “Não precisas de dizer nada, a sério. Nem precisavas de ter vindo, se não querias.”. Eu ia voltar para dentro, triste. Ele agarrou-me no braço ” estás a perceber tudo erradamente.”. Eu fiquei sem reacção. “Mas temos de esperar que faças 18 anos. Dois longos anos a partir de hoje.”. Eu não tinha resposta. Eu não tinha palavras. Ficamos um mês sem falar. Ele voltou cá. Convidou-me para jantar. Quis recusar, mas as minhas amigas insistiam e até brincavam ” agora sabes beijar, aproveita.”.
Não dá para esperar dois anos. É muito tempo. E se ele encontra alguma mulher da idade dele? Não é nada difícil. Soube no jantar, desta vez no apartamento que ele arrendou, que ele pensava o mesmo. Ambos tenhamos medo de outra pessoa da mesma idade entrasse na vida um do outro.
Começamos a namorar. A distância não me fazia qualquer diferença, pois ele vinha cá regularmente. Ao fim de dois anos de namoro, amava aquela pessoa. Terminamos sem completar o quarto ano. Eu estava na faculdade. Mal notei a falta que fazia. Quando fiz 22 reatamos. Acabamos antes de eu fazer 23. Entrou a que ele chamava de melhor amiga em serviço. Ela estava desejosa por ficar com ele. Aos 24 namorei com um rapaz, mas no final, não passava dum imbecil, mulherengo que usava os textos para seduzir. Acabamos com um ano, mas continuavamos a estar juntos. No Carnaval antes de eu fazer 26 anos, cortamos de vez. Em Julho desse ano, voltámos sempre com a sombra da melhor amiga, a amiguinha como eu chamava. Ele disse que não passou de carência. Estava confuso. O Montijo deve ser a terra dos confusos. Aceitei que ele se tornar-se o meu ex-ex-ex-ex. Como dizia a minha amiga “foi por esse homem que aprendeste a beijar.”. Perto do Natal acabamos de novo. Pareciamos os protagonistas do ” Diário da Nossa Paixão ” sempre a sermos separados pela vida. A partir de Março nunca mais falamos. Ele foi único que verdadeiramente amei, mas tudo na vida mostra que não dá. Só me iludo. Fico feliz quando ele está, mas a minha amiga é que tem razão, sou eu que tenho de fazer a minha felicidade.
Ele vai e volta quando quer. No fundo, sempre lhe fez confusão a diferença de idades. Sempre. Sempre. Sempre. Onze anos para ele era um século. Só temos onze anos de diferença. É muito ou o importante o amor que une? Sim, o amor não é tudo. Tu provaste que não era tudo. Vais pedir de novo para voltarmos? Então lê este texto e pensa de novo. Não vou aceitar, por mais que te ame, que voltes a fazer da minha vida a tua montanha-russa. Queres alguém da tua idade? Fica com a tua amiguinha, que chamas de melhor amiga. Só falta mesmo salivar-se quando te vê. Eu não estou mais para esses filmes. Talvez ela aceite. Eu estou fora. Obrigada pelo que me ofereceres-te e até sempre.
Beijinhos
Sem categoria

Inauguração da Loja || By Brazil

Olá Nossos Devanienses!

Dia 1 de Abril não é só o Dia Mundial das Mentiras. Embora, eu tivesse ficado um pouco de pé atrás. Rapidamente as dúvidas dissiparam-se e foi fabuloso. Com certeza, que houve bolo, não fosse eu do signo Touro. E brigadeiros.
Foi tão bom e tão maravilhoso que até a Aiko (Akira) está animada e social. Sim, estava mesmo. É o segundo evento deste ano e foi absolutamente maravilhoso, infelizmente a Francisca, teve de ir trabalhar para o salão.
Finalmente, venci a timidez e tirei uma fotografia com a Mafalda. Uma não, várias.
Loja

Eu e a Mafalda Teixeira

 

 Espalhei cartões, visto que tenho de os despachar rapidamente para mudar o logo e o site. Foi muito bom, enchei-me o coração. Sem falar, que apesar da mistura de energias, não estava nada pesado.
Eu, a Mafalda e o casal do T0 éramos o grupinho. Um grupinho animado. Os primeiros a chegar.
Loja

Grupo Incrível

 

O boy da Akira era super animado e só mostrava fotografias de homens e eu dizia sempre “Não, não tem chichinha. Faltam as bochechinhas.”. O que valiam mesmo eram as tatuagens. As minhas também.
A Aiko só dava conselhos. A Mafalda só se ria. Foi uma tarde bem passada.
Tinha música e o cantor era mesmo giro. Tinha chichinha. Francisca, estou a brincar, mas era bem engracinho.
Tiraram-nos montes de fotografias e quando chegaram as outras Bloggers tiramos mais fotografias juntos. E eu espalhei cartões, pois eu sou dessas.
Loja

Bloggers

 

Só gente linda por metro quadrado. Boa vibe. Boa energia. Trocas de nomes, pois sou dessas. Mostramos que mandamos moral grupo Bloggers Porto, no Instagram e na fan page. Estas últimas como Miss L.
Começou o desfile e foi a loucura. Só beleza, da mais gordinha à mais magrinha.
Loja

Amei!

 

Havia para todos os gostos. Até dança. Houve momentos para tudo. Absorvi tudo com amor.
Espalharam miminhos.
Loja

Miminhos

 

Comemos o bolo feito pela dona do salão. Muito bom. Valeu a pena esperar. Até tirei uma fotografia com a Minnie 2 (por ser super linda e parecida de cara).
Loja

Eu e a Minnie Me 2

 

Só sorrisos e boa energia. Que venham mais eventos assim.
Sê única. Sê By Brazil.
Beijinhos
Blogger

Cláudia Sofia || A Blogger no Meio das Agulhas

Olá Nossos Delicados Devanienses!

A Cláudia é a pessoa que está mais tempo do que eu com a minha Melhor Amiga.
Além disso, é uma blogger muito querida que devem conhecer. Como ela está em processo de mudança, deixaremos as redes sociais depois da nossa Manteiga. Extrovertida, simpática e dinâmica. Foi um gosto conhecê-la no Evento. Finalmente!

Blogger

Uma das Fotografias do Evento

Fiz-lhe um conjunto de oito perguntas para a conhecermos melhor. 

1- Quem é a Cláudia dentro e fora do Mundo do Blog? 

Bem, a Cláudia dentro do blog é uma menina mulher que partilha o que tem de melhor, o seu conhecimento em várias áreas, com o público. Através de dicas e de pequenos conselhos tento transmitir formas de ver, de sentir e de fazer diferentes do que é usual. Fora do blog, a Cláudia é Enfermeira por paixão porque o que realmente importa na vida, é fazer a  a diferença todos os dias. É apaixonada por adrenalina, carros, motas e, claramente, por velocidade. Um defeito? É teimosa. Uma qualidade? Não gosta de não ter nenhum projeto em mãos. 

2- De onde surgiu o nome do blog?

Do que precisava na altura e não tinha: uma melhor amiga. 

3-Consideras-te uma blogger?

Visto que aproveito as minhas folgas todas para dedicar tempo ao meu blog, a resposta é CLARO! 

4- Porquê que aceitaste o convite de ir ao Evento de Bloggers do Porto?

Porque apesar de já ter blog a alguns anos, ainda me estou a ambientar neste mundo que é a blogosfera, portanto, nada melhor do que trocar experiências com quem já sabe mais que eu! 😝

Blogger

Partilhando o Mesmo Baton Vermelho

5- Foi importante para ti participares no Evento Bloggers do Porto? Aprendeste algo?

Foi muito proveitoso mesmo. Aprendi coisas que não sabia, atualizei outras e o melhor de tudo é que tive imensas ideias novas! 
Além disso, pude ter contacto com algumas bloggers que, até á data, só comunicava via web. 


Blogger

Cartão do Evento
6- Vês-te neste Mundo à parte daqui há 5 anos?

Provavelmente sim, até porque a minha vida avança, há novos acontecimentos, novas experiências e… Eu gosto de partilhar.

7- Que conselhos dás a quem está a começar agora?

Que NUNCA pensem que são mais uma/um. 

8- Tudo que passaste com o blog, valeu a pena?

Obviamente sim. Cada segundo. Até aqueles que parecem não terminar quando o blog decide dar erros em todos os botões.


Como sabem, o oito é o meu número favorito. Pareceu-nos ser o número ideal de perguntas. Despedimo-nos com um grande beijinhos.