Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Devaneios de Miss L

10
Ago21

O TATUADOR DE AUSCHWITZ || EXPECTATIVA DO LIVRO


Miss L

Olá Nossos Devanienses!

 

O tatuador de Auschwitz e seu amor secreto nascido no campo de concentração  - BBC News Brasil

 

Um dos temas que eu mais gosto é a Segunda Guerra Mundial. Um momento marcante da nossa história mundial pelos piores motivos. Tento ler bastante sobre o mesmo. Tentar entender a mente doentia de Hitler é bem difícil. Não há tentativa possível. Eles eram daltónicos? Ele era tudo menos de raça Ariana. Nem loiro era. Nem consigo entender como é que alguém o apoiava.

A sinopse é a seguinte:

História verídica de um amor em tempo de guerra!

Esta é a história assombrosa do tatuador de Auschwitz e da mulher que conquistou o seu coração - um dos episódios mais extraordinários e inesquecíveis do Holocausto.

Em 1942, Lale Sokolov chega a Auschwitz-Birkenau. Ali é incumbido da tarefa de tatuar os prisioneiros marcados para sobreviver - gravando uma sequência de números no braço de outras vítimas como ele - com uma tinta indelével. Era assim o processo de criação daquele que veio a tornar -se um dos símbolos mais poderosos do Holocausto.
À espera na fila pela sua vez de ser tatuada, aterrorizada e a tremer, encontra-se Gita. Para Lale, um sedutor, foi amor à primeira vista. Ele está determinado não só a lutar pela sua própria sobrevivência mas também pela desta jovem.

Um romance baseado em entrevistas que Heather Morris fez ao longo de diversos anos a Ludwig (Lale) Sokolov, vítima do Holocausto e tatuador em Auschwitz-Birkenau. Uma história de amor e sobrevivência no meio dos horrores de um campo de concentração, que agradará a um vasto universo de leitores, em especial aos que leram A Lista de Schindler e O Rapaz do Pijama às Riscas, e que nos mostra de forma pungente e emocionante como o melhor da natureza humana se revela por vezes nas mais terríveis circunstâncias.

Devo referir que espero não chorar como no livro "O Rapaz do Pijama às Riscas". Este romance foi a única coisa positiva no meio disto tudo. Será que eles se iriam encontrar fora dali? "Valeu a pena" o risco que correram por amor? Como é possível que isto tenha acontecido? Só pode ser fruto duma mente doentia. Porquê que Hitler, simplesmente, não escreveu as suas ideias em forma de prosa e vendeu? Depois viraria filme ou um documentário. Seria bom para todos. Ele mostrava a sua ideia ao mundo e não teriamos de passar por isto. Aposto que seria um sucesso e todos pensaria que era impossível alguma vez acontecer.

Espero conseguir ler como se fosse um romance de ficção. É doloroso demais fazer de outra forma.

Beijokitaz

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub