Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Devaneios de Miss L

05
Out21

FUGIU DO ESQUEMA || CONTO DE TERROR


Miss L

Olá Nossos Devanienses!

 

IMG_20150301_043937.JPG

Lurdes era uma jovem Professora do Primeiro Ciclo. Tinha uma Filha, Lúcia, mas ela "infelizmente, sai ao Pai. O meu dom da escrita foi desperdiçado.", repetia vezes sem conta, com tristeza. 

Lurdes nunca se casou-me, após uma discussão, quando a Lúcia tinha perto de 4 anos, o Pai foi expulso da residência, visto que estava em nome da Mãe da sua Filha. Lúcia não tem lembranças do Pai, a única coisa que ouvia quando questionava sobre o progenitor, levava sempre um crítica "Para quê que queres saber? Porque, infelizmente sais ele e o meu dom da escrita foi desperdiçado?!" e começava a chorar. Lúcia cansou-se de perguntar pelo Pai.

Elas viviam numa aldeia, por ser mais barato, justificava Lurdes. Era uma casa isolada e fazia quilómetros todos os dias para ir voltar da Escola. Sempre cansada, afirmava. "Se ao menos, a minha pequena Filha me desse uma alegria. Nem que fosse um pequeno texto...", lamentava-se constantemente.

O tempo passou e no dia seguinte à noite de Halloween, Lurdes foi acordar a "preguiçosa" da Filha de quase 9 anos (fazia em Janeiro do próximo ano). Chamou-a da porta, como habituamente, mas a menina não respondeu. Ligou a luz, para ir chama-la mais de perto. Quando o fez, soltou um grito. Lúcia estava enforcada ao pé da janela com os lençóis da própria cama. O banquinho que estava no canto do quantro estava deixo dela, caído. Lúcia estava morta. Suicidou-se. 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub