Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Devaneios de Miss L

09
Abr21

EXPECTATIVA DO LIVRO || LOLITA


Miss L

Olá Nossos Devanienses!

 

Aventuras na História · Lolita: Uma das obras mais infames do século 20

 

Chegou a hora de ler este clássico. Segundo a Wikipédia, trata-se do seguinte:

Lolita é um romance de 1955 escrito pelo romancista Russo Americano Vladimir Nabokov. O romance é notável por seu assunto controverso: o protagonista e narrador não confiável, um professor universitário de Literatura de meia-idade sob o pseudônimo Humbert Humbert, está obcecado por Dolores Haze, de 12 anos, com quem ele se torna sexualmente envolvido após ele se tornar padrasto dela. "Lolita" é seu apelido privado para Dolores. O romance foi originalmente escrito em inglês e primeiro publicado em Paris em 15 de setembro de 1955 pela Olympia Press. Mais tarde foi traduzido para russo pelo próprio Nabokov e publicado em Nova Iorque em 1967 pela Phaedra Publishers.

Afirmam que é um tema pesado, mas o meu interesse está em ser um clássico. A sinopse é a seguinte:

«Quase quarenta anos depois, este romance tão artificial criou uma nova palavra internacional ("lolita"), inventou uma América — a dos motéis e autoestradas — de que se nutre ainda boa parte da narrativa americana contemporânea, é uma das obras com o inglês mais rico e preciso da literatura deste século e, ao contrário das acusações iniciais de pornografia que teve de sofrer, é talvez — e no que me diz respeito — o romance mais melancólico, elegante e lírico de quantos li.» .

As opiniões dividem-se entre bem escrito e perturbador. A leitura não é fácil, mas ficamos com uma dualidade de sentimentos. Por um lado é inacreditável e inaceitável, por outro queremos saber o que se passa a seguir.

Na Wook refere o seguinte sobre o Autor:

Escritor norte-americano de origem russa, nascido em 1899 e falecido em 1977, exilou-se com a família na Inglaterra, França e Alemanha. Neste último país, escreveu, em russo, a primeira parte da sua obra literária, de entre a qual se destaca Mashenka e Glória.
Em 1940 partiu para os Estados Unidos da América, adquirindo a nacionalidade americana em 1945. Começou a escrever em inglês, mantendo, nas obras deste período, o fundo fantástico, a visão irónica da vida quotidiana e a mestria formal que já havia demonstrado, e almejou levar a cabo um retrato da sociedade norte-americana através das suas convenções culturais e posturas perante o sexo.
São dignas de nota as narrativas: "Invitation to a Beheading", "The Real Life of Sebastian Knight", "Lolita", um grande êxito editorial transposto para o cinema por S. Kubrick e cujo argumento se baseia nos amores de um homem adulto por uma adolescente, "Pale Fir", Pnin, Ada; or Ardor: A Family Chronicle" e "Speak Memory".

Espero que nao seja muito traumatizante.

Beijokitaz

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub