Resenha

RESENHA DO FILME || OBSESSÃO SECRETA

Olá Nossos Devanienses!

 

Foto de Obsessão Secreta - Obsessão Secreta : Foto - AdoroCinema

 

Gostei imenso. Mais uma boa aposta da Netflix.

Posso confessar uma coisa? Espero que ninguém leve a peito, pois é só um filme. O falso Marido é mais bonito do que o original. Só estou a expor os meus gostos pessoais. A personagem dele é um pouco confusa das ideias e violenta, mas é só uma personagem e deve ser vista como tal. Bem bonita, mas mesmo assim uma personagem.

A estória em si é básica, mas foi bem cativante. Talvez não seja estória e sim história, porque de certeza que já aconteceu um milhão de vezes, no mínimo, por todo o mundo.

 

Obsessão Secreta | Site Oficial Netflix

 

Mesmo gostando achei o final sem sentimentos. A personagem parecia muito feliz, mesmo sabendo o que aconteceu e o que perdeu.

À medida que o filme passa, nota-se que o falso Marido é só bonito, ele dá muito nas vistas. Marca com o Detective e não aparece. É só o caso da Esposa dele, deveria ter aparecido. Foge da Enfermeira do hospital como se nada fosse. Acho que era Enfermeira.

Mesmo assim gostei bastante. O início é agitado. Fiquei rendida.

Beijinhos

Resenha

RESENHA DO LIVRO || A HISTÓRIA DUM SONHO

Olá Nossos Devanienses!

 

A História de um sonho - à venda - Livros, Braga - CustoJusto.pt

 

Uma estória ( não é história devido ao facto de ser ficcional) bem estranha. Cada personagem mais doida do que a outra.

Li num dia, no passado dia vinte e três de Março, ansiosa por acabar por não ter escolhido algo melhor.

Não foi de encontro ao meu género de leitura e só não desisti, porque eram noventa e cinco páginas. Acho que foi o único motivo. Tudo bem que sonhos são surreais, todos nós já tivemos sonhos patéticos. Mas há limites e não contem que trairam ( há vários tipos de traição) como se fosse um sonho.

Beijinhos

Resenha

RESENHA DO FILME || O POÇO

Olá Nossos Devanienses!

 

Crítica de El Hoyo (2019) con final explicado en zona spoiler

 

Adorei! um grande critica à sociedade!

As pessoas agem conforme o patamar onde estão, sem se importarem com o facto de no próximo mês possam estar mais em baixo. O lema é “O de cima também o faz.”. O pior que há dos pisos mais a baixo é que não chega a comida. Nessas situações, o instinto de sobrevivência actua.

Só podem escolher uma coisa para levarem para lá. Houve quem levasse um cão. E eu só pensei duas coisas:

-Porquê?

-Num piso inferior alguém o vai comer.

 

The rocky descent towards 'The Platform' ('El Hoyo') and the ...

 

Eles chegavam ao ponto de defecar na comida dos outros. E eram trezentos e trinta e três pisos. Duas pessoas em cada um. Há maior crítica?

Beijinhos

Resenha

RESENHA DO LIVRO || EU, CAROLINA

Olá Nossos Devanienses!

 

Testemunhos contraditórios sobre «Eu, Carolina» | TVI24

 

É a sério que acharam relevante o facto de Carolina Salgado acender um cigarro de cada vez que Pinto da Costa tinha um problema de flatulência? Li este livro num único dia, no passado dia vinte e quatro de Março deste ano.

Carolina Salgado é mais uma mulher que foi trabalhar para um bar para conseguir dar sustento aos Filhos. Algo normal, algo comum.

Segundo uma notícia da TVI24 : “A amiga de Carolina Salgado que escreveu o livro «Eu, Carolina» disse que a ex-companheira do presidente do FC Porto publicou o livro para se vingar de Pinto da Costa e para ganhar dinheiro.”. Se Carolina Salgado passou pelo que foi escrito, pelo menos, a verdade tem de se saber, nem que seja por vingança.

 

Carolina Salgado vai ser julgada por furto e abuso de confiança

 

Não, não apoio a vingança, mas se é verdade e a justiça não foi feita, publicar a verdade é o mínimo. É o meu ponto de vista.

Se isto é verdade, há muitos erros pelo meio. Um deles foi Pinto da Costa não admitir desde o início que era casado e a Carolina teve de descobrir pelas revistas.

São vidas.

Beijinhos

Resenha

RESENHA DO FILME || ELI

Olá Nossos Devanienses!

 

Pessoas que assistiram a "Eli", da Netflix, relatam visões de demônios

 

O filme dá uma boa reviravolta. Gostei bastante do filme. A Netflix está em alta. Bem precisamos nesta altura. A estória ( não é “história” porque é de ficção) é arrepiante, tal como o tema em si e o motivo desta “doença estranha”.

Uma das regras do “jogo” é que ninguém se ajuda entre si. Estas são as regras do Pai deles e deve ser cumprida com afinco.

Eli prova que é um rapaz inteligente e não se deixa levar pelo que lhe dizem para o distrair. Ele segue os sinais.

 

Crítica | Eli (2019)

 

Ele vai ser o primeiro caso “curado” desta Doutora, digamos assim, só para não dar spoiler. O nosso Blog não tem spoilers! Mas se queres um bom filme de suspense e reviravoltas, este é uma boa escolha. Até a Francisca gostou.

Beijinhos

Resenha

RESENHA DO LIVRO || MORRI PARA VIVER

Olá Nossos Devanienses!

 

Andressa Urach vem a Maceió para sessão de autógrafos de seu livro ...

 

Li este livro num único dia. No passado de vinte e dois de Março deste
ano. Um livro curto de duzentas e trinta e oito páginas, mas cheio de
depoimentos chocantes. Foi precisa muita coragem para escrever todas
estas verdades. Sim, pois eu não acredito que haja alguém que se
submeta a tantas humilhações se fosse mentira. A maneira como perdeu a
virgindade, por exemplo. Seria demasiado doentio.

Se a pessoa depois do que fez, tomou consciência, parabéns. Todos
erramos. Todos caímos. Todos ficamos esfolados. Ponto. Qualquer pessoa
tem o direito de começar do zero. Ninguém é perfeito. Ninguém merece
ser crucificado eternamente.

A vida é dela e tem todo o direito de a gerir como conseguir. Tudo
começou como base de alimentar o Filho e tomou proporções
descontroladas. Acontece. No Brasil, em Portugal, na China. Acontece.
Não é um caso único no planeta. Antes fosse.

Andressa Urach afirma que está há dois anos sem fazer sexo - ISTOÉ ...

Não, não me refiro à prostituição. É uma profissão digna. É uma
profissão complicada e é preciso muito estômago para tal. Segundo já
li e vi em filmes, até de terror, é uma profissão muito ingrata, mas
não deixa de ser uma profissão. A pior profissão que existe é a de
Toureiro, por ser tão inútil e desumana.

É preciso muita coragem para começar do zero num mundo tão machista.
Sim, até há machismo no feminimo. Enfim, nem parece que já chegamos ao
século vinte e um.

Beijinhos

Resenha

RESENHA DO FILME || ERVAS ALTAS

Olá Nossos Devanienses!

 

IN THE TALL GRASS (EN LA HIERBA ALTA) - Sitges Film Festival ...

Este filme é muito curioso e quem o viu sabe-o tão bem quanto eu. Ele pode ter várias interpretações. Uma coisa que me deixou curiosa: Há tantos carros de diferentes épocas estacionados na igreja, porquê que só os mais recentes interagem? É alguma regra?

Porquê que o cão só teve o seu destino traçado um vez ao contrário dos demais? Sim, Stephen King “exclui” um pouco os animais considerados irracionais. Já li um livro em que uma personagem usou sangue de gato. Já não me lembro qual era a finalidade. Enquanto não passar dos livros e filmes é bom. Será que para as Ervas, os cães e todo o resto são um estorvo e o que lhes interessa são os seres humanos? Brincar com a mente deles, talvez.

 

En la hierba alta: ¿qué significa el final de la película de ...

 

O final deixou muito a desejar. Eu prefiro finais completamente opostos. Não sei que diferenças tem em relação ao livro, pois confesso que não o li. Há filmes muito diferentes do livro, porque são patamares completamente diferentes. Um livro tem trezentas, quatrocentas páginas e deve ser condensado em hora e meia, duas. Não há milagres. Inclusive há casos de personagens excluídas. Nada tira a essência dum livro.

Gostei, não vou negar, mas se houvesse outro final. Um final mais marcante, seria melhor.

Beijinhos

Resenha

RESENHA DO LIVRO || O DIÁRIO DA MINHA MELHOR AMIGA

Olá Nossos Devanienses!

 

Book Review: O Diário da Minha Melhor Amiga - Moda e Beleza

 

Este livro deu-me algumas dores de cabeça. Embora fosse bom, quanto mais lia, mais páginas parecia que tinha. Gostei do que li. É um livro bem interessante, até para quem prefere gatos a cães, mas mesmo assim, durou umaq eternidade.

Comecei a ler no dia vinte e nove de Janeiro deste ano e só acabei (pasmem-se) no passado dia vinte e dois de Março.

Sim, é verdade, prefiro gatos a cães. O gato é o meu animal favorito por ser independente. Mesmo assim, também gosto de ler livros com cães ou sobre cães. Inclusive chorei a ver o filme e a ler o “Marley e eu”. Foi por ter visto o filme antes que adiei a leitura, pois tinha medo que o cão também morresse no livro. Pois, como sabem, caros Devanienses, eu não choro. Mesmo assim, li-o, adorei e chorei, pois quem leu sabe o que aconteceu. Sim, o nosso Blog não tem spoilers. Aliás, eu detesto spoiler.  Quem leu sabe, quem não sabe leia, pois só faz bem.

 

COLEÇÃO DOCUMENTOS

 

Este livro é muito amoroso e sensível, mas eu não chorei. Sim, Francisca, porque eu não sou amorosa, nem sensível. tens toda a razão e mereces um aumento por tal. Talvez a verdadeira razão era o facto de eu não estar de TPM. Não é que eu só chore quando estou de TPM, pelo simples facto que eu não choro.

Para os mais sensíveis, admito que sublinhei as partes que achei mais importantes e também rodeei outras. A caneta. “Ah, mas se quiseres dar ou vender já não dá.”. Óptimo, eu não quero dar, nem vender, pois eu sou possessiva quanto aos meus livros. Eles só vão ser oferecidos quando eu morrer, até lá são meus e de mais nínguém.

Além disso, para trabalha-los, preciso mesmo de sublinhar e tudo mais. Sublinho com o que tiver à mão e ponto, o livro é meu. Só não marco com as orelhas, por Deus! E ainda não aprendi aquela técnica tão nova dos post-its e marcas coloridas. Demasiado moderno para a minha pessoa. Cada um com os seus hábitos e manias.

 

Jill Abramson e a difícil adaptação do jornalismo à era digital ...

 

Devo informar-vos, meus caros e estimados Devanienses, que o Blog vai ser recheado de Expectativas e Resenhas tanto de livros como de filmes. São temas importantes neste tempo de isolamento social, para quem pode, claro. Os livros são uma boa maneira de “sair” deste Mundo. São duas coisas muito boas para fazer nesta altura, para quem pode (reforço): ler e ver filmes.

Beijinhos

Resenha · Sem categoria

RESENHA DO FILME || CAM

Olá Nossos Devanienses!

Resultado de imagem para cam filme

Alice, o Chapeleiro Louco, o Bule de chá. Inspirado na “Alice no País das Maravilhas.”.

Estranhamente a conta de Lola é roubada após a Alice desmaiar. Depois de quebrar uma das suas regras.

Ela tenta e tenta e tenta e tenta. Começa de novo as vezes que for preciso.

Resultado de imagem para cam filme

O objectivo dela era chegar ao Top 50. A fake chegou ao Top 3, mas ela apaga, porque não foi por mérito dela. Alice não quer facilidades. Alice quer recuperar o seu trabalho.

Ela tem muitos intravés, desepera, tenta de novo. Todo o filme é assim. Surpreendeu pela positiva. É desesperante perder a conta de trabalho. Quem já passou por isso sabe-o.

Até é bem interessante este filme.

Beijinhos

Resenha

RESENHA DO FILME || O RAPTO DE STELLA

Olá Nossos Devanienses!

Resultado de imagem para o rapto de Stella

É de finais assim que eu gosto. Afinal de contas, é só um filme. E como, o mais sensato para pode, é ficar de quarentena, nada melhor do que um bom filme. E este é outro sucesso da Netflix.

Aproveitem para descansar, colocar os filmes, séries e livros em dia. Aproveite quem pode. Esta é uma opção. Uma boa opção.

Este filme tem muitas reviravoltas incríveis.

Resultado de imagem para o rapto de Stella

Stella é uma personagem bem construída como todas as outras.

Stella teve um final que valeu a pena. De filme. Isso foi bom.

Beijinhos