Resenha

RESENHA DO LIVRO || MIÚDA ONLINE

Olá Nossos Devanienses!

 

Nenhuma descrição de foto disponível.

 

No dia que estou a escrever, último dia de Maio de dois mil e dezanove, acabei de ler o livro da “Miúda Online”, começado no na Terça-Feira, ou seja, no dia vinte e oito( Ando a apontar na agenda). Isto quer dizer que demorei três dias a ler. Acreditem, eu estava demasiado viciada no livro. Houveram alturas que tive de me controlar e dizer a mim mesma: “Está tudo bem. Não precisas de ler agora.”. Estava ansiosa, porque na contra-capa dizia a seguinte frase: “Mas Noah também tem um segredo, que pode revelar a verdadeira identidade de Penny, e afastá-la do seu maior Amigo para sempre.”. Estava sempre à espera de entender à medida que ia lendo. NÃO FAZIA SENTIDO ISTO ACONTECER!

Fiquei com algumas dúvidas ao longo do livro, dúvidas suaves como Blogger, uma no caso: Como é que ela, com um ano de Blog, tinha tanto sucesso sem divulgar?!

Sou sincera, para mim, é a parte mais chatinha. Ela, simplesmente, escrevia o que tinha a escrever e desligava o computador. Assim, só. Ok, ela tinha de manter o anonimato e tal, MAS ela NUNCA divulgava. Se eu não divulgo um dia, perco um terço das visualizações. É sério. Qual é o truque? Mais uma coisa: Ela raramente respondia.

 

Resultado de imagem para Zoella

 

Podem dizer que é ficção como a Francisca sempre me diz, mas como Blogger gostaria tanto de passar à frente a parte CHATA da divulgação. Não durante muito tempo, claro. Talvez, quem sabe, para sempre!

Eu achava que iria ser uma história da adolescente, mas tornou-se tão viciante!

Ela apaixonou-se rápido, mas gradualmente, entendem? Não foi do género do Crepúsculo que ele diz olá e ela responde que o ama. NADA DISSO! Sim, eu li o Crepúsculo. Um livro e meio para ser exacta. Como haveria de saber que não gosto sem o ler? Bem, o Cinquenta tons de cinza bastou ler a contra-capa para fugir a sete pés.

 

Imagem relacionada

 

O que me prendeu mais foi não acreditar que o que estava escrito na contra-capa fosse capaz de acontecer. Dava vontade de descobrir mais e mais e mais e mais. NÃO, ELES NÃO PODEM QUEBRAR AQUELA MAGIA!

Claro que os livros têm de ter uma reviravolta, mas EU NÃO QUERIA ESSA REVIRA VOLTA! Eu cheguei a pensar que ele estivesse Noivo. Eu só pensei “Pois, na vida real também é assim. Até os mais queridos, no fundo são uns parvos.”.  Todavia, contudo e por ai, a magia prendeu-me do início ao fim. Eu identifiquei-me com a Penny e pensava sempre no que poderia acontecer a seguir, sempre que, com tristeza, fechava o livro. O quê que a destrambelhada da Miss L faria a seguir? Pois bem, voltaria ao café e comeria a lasanha prometida. Pessoal, comida é comida. Ele falou de lasanha (uma das minhas comidas favoritas) e depois vêm umas almôndegas. É brincar comigo! EU QUERO A LASANHA!

Gostei dos conselhos do Noah para relaxar em momentos críticos. Antes que esqueça, meu querido povo Brasileiro. ai nesse lindo País é a Garota Online. Numa parte, fez-me lembrar Desculpa, mas quero casar contigo dum dos meus escritores favoritos, Federico Musso. Pois, achava que ia acontecer exactamente o mesmo. MAS NÃO. Pode-se ter inspirado? Pode-se ter inspirado.

 

Resultado de imagem para Zoella

 

No final, quase chorei. Estou de TPM? É provável. Francisca, deixa ser a minha desculpa principal. A Caroline disse que a capa era gira.

Noah queria sair do seu Mundo Real e a Penny também. Ela nunca lhe falou do vídeo viral e a ele nunca lhe falou quem realmente era. Há tanto para escrever, MAS eu não sou de spoiler. Estive a pesquisar e há mais dois livros. Estão a brincar comigo?! Ele faz abstinência da internet e eu de comprar e\ou receber livros. Sim, eu gostaria de saber mais sobre, mas não posso aumentar os meus livros.

Não faço a mínima qual vou ler a seguir, mas saberemos em breve.

Beijinhos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Resenha

RESENHA DO LIVRO || VALORIZE-SE, ORGANIZE-SE

Olá Nossos Devanienses!

 

Resultado de imagem para organiza se Claudio Ramos

 

Parece que o livro não é nada chato. Li-o bem rápido. Bem rápido mesmo. Tem poucas folhas, é verdade. Quando fui a Barcelona, levei-o na mala e soube mesmo bem lê-lo.

Promete o que oferece: É prático.

Se queres rosinhas e florzinhas, esquece. Não é este o livro. Mostra a vida real como ela é. Dá dicas top. Nunca pensei na Teoria do Carrinho de Compras. Nunca me senti insatisfeita, conscientemente, por não estar cheio, mas faz sentido. No sentido, se tiver cheio, vai-me fazer sentir poderosa. Acho que nenhum Youtuber fez isso, seria uma sensação.

 

Resultado de imagem para Claudio Ramos

 

Eu sou do tempo do Escudo. Nesse tempo, dava para encher um carrinho de compras com dois mil escudos (actualmente, dez Euros, ou seja, dez dólares, ou seja, 40 Reais). O Escudo rendia muito. Agora não vale a pena voltar do Euro para o Escudo, não mudaria nada do que piorou.

Dá dicas económicas. Fala das marcas brancas. Eu sou adepta da marca branca, das marcas próprias. Com a excepção de cremes, produtos de cabelo, perfumes e nessa gama. Se me falam de água, leite de soja, cereais, gomas, chocolates e por ai, de marca branca é top. Pingo Doce, Lidl, Continente e essas marcas.

Vou dar um exemplo, o meu chocolate favorito é o After Eight. Eu amo em versão marca branca. O meu paladar não tem problema nenhuma com marcas de Hipermercado. Se falarmos de detergente da loiça, eu prefiro Fairy (Fairy, patrocina-me – Todos sabem que estou a brincar, Francisca.).

 

Resultado de imagem para Claudio Ramos

 

Como ele refere, é preciso ter cuidado com as promoções. Por vezes, é só um enche olho. Eu olho sempre, no exemplo das gomas, o preço do quilo. Aquele que tiver o preço mais barato do quilo, eu compro. Há coisas que parecem baratas porque estão em promoção ou pelo preço da unidade, e são muito mais caras.

Uma coisa que aprendi é que um frigorífico cheio consome menos.

É livro interessante e que pode mudar tantas vidas. Mostra que ser desleixado não é bom. Ele próprio é fruto do que escreve. Pelo que se lê, ele não é das pessoas que diz, mas não faz. Isso prende. Ele não promete que o livro é mágico e que basta ler que em três tempos tudo mudo. Ele mostra que leva tempo.

Quantas vezes ficas frustrada porque te prometem algo rápido e não o é? Este livro é para ti.

Beijinhos

Resenha

RESENHA DO LIVRO || AS NOVE VIDAS DE DEWEY

Olá Nossos Devanienses!

 

Resultado de imagem para as nove vidas de dewey

 

Eu amo gatos. É o meu animal favorito. Tão independentes. Foi o que me chamou a atenção neste livro. Livro esse que já devo ter há um bom tempo no meio dos meus mais duzentos livros por ler (Tenho mais de quatrocentos). Sou a Louca dos Livro, além da Louca dos Signos.

Eu juro que já fui menos controlada. Eu proíbo-me de ir a Lojas de livros e corro das promoções. Isso ajuda muito. Cai em tentação? Cai em tentação, mas não tanto. Tenho mais de duzentos livros para ler, conscientemente não me faz sentido ter mais sem ler esses. Inconscientemente é outra história.

Ler é bom. Faz parte da vida. Faz parte da evolução. Emprestar, já é outro plano. Só empresto a quatro pessoas, pois já estou muito, mas muito escaldada. É triste quando a pessoa é ensinada a não devolver o que lhe é emprestado. Sim, faz parte da educação de cada um. Eu jogo muito sentimento nas coisas e custa-me quando não me devolvem.

 

Imagem relacionada

 

Fiquei rendida às várias histórias. Não li o primeiro, mas não influenciou em nada. Se acho importante ler o primeiro? Sem dúvida, mas já referi anteriormente, que não conto com isso tão cedo e quase detesto receber livros como prenda. É um sentimento agridoce. Amo livros, mas ter mais deixa-me com um sentimento ruim “E se eu não conseguir ler todos?”. Por vezes, desejo levar os livros comigo quando morrer. Seria top.

A parte final confundiu-me ao início. No começo da segunda parte. Depois vi que a Autora se chamava Vicki. Sim, eu raramente sei o título e o Autor. Quando me perguntavam o que andava a ler, respondia sempre “Um livro sobre a vida de gatos.” ou “Um livro sobre gatos.” ou algo parecido. Se for dos meus Autores favoritos é mais fácil lembrar-me. Francisca, achas mesmo que se esqueceram quais são os meus quatro Escritores favoritos? Vamos relembrar: Stephen King, Sophie Kinsella, Guillerme Musso e Federico Mussia.

Achei as histórias bem marcantes. Os animais de estimação marcam-nos tanto, mas tanto. São parte de nós. Bem, para alguns não, mas passemos à frente.

 

Resultado de imagem para as nove vidas de dewey

 

São mini contos ou mini histórias apaixonantes. Mostra que o Mundo não está perdido. Ainda há quem sinta amor pelo próximo. Sim, pelo próximo, porque o ser humano também é um animal. Alguns mais racionais do que outros.

Aconselho vivamente cada linha. Cada momento. Cada episódio.

Beijinhos

 

Resenha

RESENHA DO FILME || SABRINA – DOLLS

Olá Nossos Devanienses!

 

Resultado de imagem para sabrina Dolls

 

Sinceramente, não sabemos se deveríamos ter visto os outros para entender este. Acho que foi o primeiro filme Indonésio que vimos.

Tem mensagens, sem dúvida que tem. Se desejares a morte de alguém e conseguires, pode-se virar contra ti.

As crianças não precisam de Ipad. Orar é a única coisa que podemos fazer quando temos saudades de alguém querido que morreu. Não se deve chamar os mortos. Mostra que se não formos valorizados, podemos chegar a um limite não muito bonito e por ai vai.

 

Resultado de imagem para sabrina Dolls

 

Não achamos incrível. Talvez porque não vimos os anteriores. Porém, dá a imagem (correcta, infelizmente) que o ser humano é capaz de tudo. Tanto a criança como o Tio mostraram isso.

Claro que se isto não acontecesse, não haveria o filme. Podemos até ver como um ensinamento se o quisermos aprender. Temos estar dispostos a isso.

Mais do mesmo. No início não acreditam na criança até verem o que ela vê. Fantástico!

Beijinhos

Resenha

RESENHA DO FILME || PURGA – O ANO DAS ELEIÇÕES

Olá Nossos Devanienses!

 

Resultado de imagem para Purga Filme ano de eleições

 

Este filme é mais intenso do que o anterior, a meu ver. E o melhor de tudo, não precisas de ver os anteriores para entenderes este. Aliás, eu vi o primeiro e este é o terceiro e não me fez diferença nenhuma nas informações. A Purga – Anarquia, não encontrei na Netflix. É mais do mesmo, em princípio. A base é a mesma.

Porém, eu acho este o mais importante, porque fala de política e como a política tenta manobrar os seus eleitores para ter acesso aos votos. Tal como The American Horror Story – Cult. Tem uma grande moral, se estivermos atentos e não pensarmos “É só um filme.”. Não! É um filme com várias mensagem e uma delas é que na política tudo é possível, basta encontrar meios. Que jeito dá a Noite do Crime, neste caso. Nem foi de propósito, nem nada.

Mostra que trair é apenas uma escolha e pode ter várias consequências. Não apoias uma pessoa, não estejas do lado dela. Simples, não precisas de a trair e por em risco a vida dela. Nem sei porquê que alguns se chamam de humanos.

 

Resultado de imagem para Purga Filme ano de eleições

 

Que bom mudar as regras quando dá jeito. Este ano, ninguém está imune. Até Políticos se pode matar. Nem dá jeito a quem mudou as regras.

Uma coisa muito engraçada que não tem graça nenhuma, uns que estavam na Igreja eram a favor da morte pela purificação e essas tretas todas, mas quando há um tiroteio na tal Igreja, não querem morrer. Então, são a favor ou não sou. Ou são quando é conveniente? Aquele pode morrer, porque não tem nenhuma ligação comigo. Aquele não pode morrer, porque é meu Filho. Se é permitido o crime de qualquer nível é para todos. Estás numa Igreja que não é protegida, está sujeito.

Ou és a favor à cem por centro ou estás a fingir. Ou tu não tens de ser “purificado”? Quando é a nós custa mais, não é mesmo? Se para nós não é bom a nossa morte, porquê que morte dos outros é “boa” para nós? E ainda aumentavam o turismo. Pensar que, se alguém com poder de manipular a mente, como fizeram com os Terraplanistas e outros mais, pode tornar isto real dum momento para o outro…

Beijinhos

 

 

Resenha

RESENHA DO FILME || PURGA

Olá Nossos Devanienses!

 

Imagem relacionada

 

Vamos começar por pontos, porque este filme tem demasiadas informações. Segundo uma Colega minha do curso de Técnica de Higiene e Segurança no Trabalho (O curso que estou a tirar), a Purga é um medicamento que provoca gastroentrite, ou seja, vomita-se e têm-se diarreia ao mesmo tempo, com o intuito de purificar o corpo. Por outras palavras, emagrecer. E conhece uma pessoa que toma.

Talvez dai venha o nome.

Uma coisa importante que se deve deixar bem claro: Se não queres comprar algo a uma pessoa, compra a outra. Não vais tentar mata-la com a desculpa “Tu és rica e manda-nos à cara, porque metade da população vizinha comprou o vosso produto.”. Não compres. Compra a outra pessoa. “Vou-te matar porque te dei o meu dinheiro de livre vontade e tu usas como queres.”. Não é assim. É exactamente como a luz. Há pessoas que espalham por ai quanto é que um dos Directores da EDP Chinesa ganha por dia. Na sua maioria são Clientes. Vais ao site da DECO, vês qual é que mais se adapta a ti e mudas. Agora, seres Cliente porque queres e reclamares quanto uma pessoa dessa empresa ganha, não cabe na cabeça de ninguém. Escolheste por vontade própria. A luz é a mesma e a assistência também.

 

Resultado de imagem para Purga Filme 2013

 

É como alguns Clientes dizerem “Eu falo consigo como eu quiser, porque sou eu que pago o seu ordenado!”. Dá vontade de responder “É você? Bom saber. Quando vai pagar o meu salário em atraso?”. Há quem não tenha muita noção.

Outro ponto importante. Este filme tem vários pontos se tivermos atentos. Não esperes este dia para falares com o Pai da tua Namorada só porque não deixa namorar contigo. Sê adulto e faz as coisas de forma sensata.

Não mates flores para mostrares que apoias algo. Só fazes um papel de ridículo. Principalmente apoiando algo assim. Eu fico a pensar: Porquê que colhem flores para sujar o chão? Eu já vi a colocarem flores no chão numa festividade comercial (Não passa disso) e depois não limpam. Depois a culpa é do Governo. É exactamente como as praias. O Governo não suja, mas é culpado.

 

Resultado de imagem para Purga Filme ano de eleições

 

“Estou a dar trabalho aos Lixeiros.”. Meu querido, eles não precisam de mais, nem tu precisas de desculpas para justificares o facto de não teres sido educado correctamente. O CHÃO NÃO É PARA SE SUJAR! Incrível ter de haver leis contra deitar lixo pela janela, só porque as pessoas não são conscientes. Mesmo assim continuam. Se as pessoas fossem conscientes e educadas, metades das leis não seriam precisas. Já pensaram nisso?

Exactamente como no caso do jovem que entrou num café Vegan a comer carne crua. Meu querido, não queres ir ao café, não vás, mas respeita os outros. Não é pelo facto do café existir que tens de ir lá.

 

Imagem relacionada

 

Um dos Filhos do casal protagonista questionou porquê que eles, os Pais, não participam. Ao que respondem “Se tivéssemos necessidade, claro que iríamos participar.”. Eu fiquei sem reacção. Mas, pelo menos, não têm necessidade. Dava a sensação, que eles apoiavam por apoiar. Porque sim, basicamente. Porque os que eram próximos apoiavam. O miúdo basicamente perguntou se aquilo encaixava na vida deles.

O miúdo, mesmo fazendo o papel de mais inocente, a meu ver, era o mais sensato. Pelo menos, aquela Família não era racista.

Um filme impressionante do principio ao fim. Ao que parece há três filmes.

Beijinhos

 

Resenha

RESENHA DO FILME || SILKWOOD

Olá Nossos Devanienses!

 

Resultado de imagem para silkwood filme

 

Este filme é bastante emocionante! Ela sabia. Ela lutou. Ela sempre soube o que lhe iria acontecer e mesmo assim, não desistiu.

Karen Silkwood era uma fumadora despreocupada e compulsiva. Talvez fosse a consequência da época. Ela fumava ao pé dos seus três Filhos. Mesmo assim, ela lutava pela melhoria da saúde dos seus gerais.

Candidatou-se ao grupo de sindicatos para salvar as pessoas do cancro, para melhorar as suas condições de trabalho. Ela foi afectada durante três vezes e foi contaminada. Ela morreu pela sua causa. Nem os trabalhadores estavam do lado dela. Uma disse “Tu já ganhaste (o cargo de sindicalista), não tires mais apontamentos do que se passa na fábrica. Pede para aumentar os nossos salários.”. O que mostrava que as pessoas era acomodadas e preferiam a ignorância.

 

Resultado de imagem para silkwood filme

 

Outro Trabalhador disse no final duma reunião “Esse cancro é um ‘talvez’, mas nós podemos perder os nossos empregos.”. O filme mostrou que o dinheiro cala muita gente. Eles ofereceram-lhe dinheiro para ela se calar.

Basicamente era “vamos esquecer que há risco de cancro na fábrica.”.

Karen Silkwood queixou-se que haviam apenas dois chuveiros para setenta e cinco Trabalhadores por turno e sujos. Eles faziam dois turnos, num total de doze horas, porque os prazos estavam atrasados.

 

Resultado de imagem para silkwood filme

 

Eles chegaram a comer um bolo de aniversário em cima do caixote do lixo dos materiais contaminantes. Eles eram pouco informados. Eles tinham comportamentos de risco e nem reparavam.

Quando a pessoa era contaminada era, praticamente, torturada num chuveiro. Desumano. Mas o importante era os Trabalhadores não serem informados para o trabalho ser cumprido. Faziam de tudo para esconder.

Beijinhos

Resenha

ERIN BROCKVICH || RESENHA DO FILME

Olá Nossos  Devanienses!

 

Resultado de imagem para erin brockovich

 

Este filme que vimos em Normativos Legais Aplicados à Actividade Profissional. Adorei o filme, mesmo. Um estória verídica. Simplesmente emocionantes. Mais quinze minutos de filme e eu estava a chorar. Porque é uma estória muito tocante. Comentei com uma amiga minha e ela disse que era dos poucos filmes com conteúdo. Um apelido difícil de dizer, mas ela entendeu o que eu quis dizer. Ela entende sempre. É para isso que servem as Amigas. Eu sou meio disléxica.

Erin faz de tudo para ajudar uma comunidade inteira. Quase perde o Namorado (Porque ele não sabe que uma pessoa pode dividi-lo com o trabalho sem qualquer tipo de problema), mas conseguiu o seu objectivo. Custou, mas como tudo vale a pena.

 

 

Ela converteu o trabalho numa causa pessoal. É assim tem de ser. Como os Capricornianos dizem “O trabalho dignifica o Homem.”. Dignifica, pois.

Aposto que no final, ela adorou os Advogados. Não vamos exagerar. Só aquele. E ele tinha uma coisa muito boa: Se a pessoa ganha, paga quarenta por cento do dinheiro, se perder, não paga nada. Quantos conhece assim?

Erin trabalhou como se aquela causa fosse da Filha dela. Quantas pessoas fazem isso? Sim, estamos a falar de vidas humanas, mas o que ela fez para ajudar foi para lá da humanidade. Vamos ser realista, uma pessoa que faz o que ela fez é mais do que uma raridade. Um exemplo. Está de parabéns!

Aconselhamos muito pelo conteúdo.

Beijinhos

 

 

Resenha

RESENHA DO FILME || A LENDA DO DRAGÃO

Olá Nossos Devanienses!

 

Resultado de imagem para a lenda do dragão filme

 

A Disney tem cada filme mais lindo! Adoramos! muito fofo e recomendável. Melhor coisa do último ano. Muito fofo, apesar de triste. Super maravilhoso. um bom serão é composto por este filme. O dragãozinho e o menino.

Toda a aventura e acção num só filme. Aconselhamos vivamente. Muito animado, tirando o início.

“Pete, de dez anos, vive perdido na floresta há mais tempo do que se consegue lembrar. Depois de anos sem qualquer contacto com outros seres humanos, é descoberto por Grace, uma guarda-florestal bem-intencionada que, ao vê-lo abandonado à sua sorte, decide ajudá-lo. “, afirma o Público

Preparem bem as pipocas e toquem no play!

Beijinhos

Resenha

TUDO O QUE SEMPRE QUIS || RESENHA

Olá Nossos Devanienses!

 

Resultado de imagem para tudo que sempre quis livro

 

Este livro fez-me lembrar bastante “A barraca dos beijos”. Sim, Francisca, eu vi. Não te rias!

A história é vendável e interessante. O meu favorito é o Salvador. O Martin faz lembrar o Irmão mais velho da “Barraca dos Beijos”. Aquele ar surfista descontraído. Aquele tipo que se rodeia de mulheres e, de repente, apaixona-se e tudo muda.

Ele não era assim, óbvio. O inicio é sempre o mesmo.

A autora falou-me sobre o Avô do Salvador. Uma das mortes do livro. Senti a sua dor.

Senti uma grande ligação com a Sara e a sua história. Marcou-me.

Beijinhos