Expectativa

EXPECTATIVA DO LIVRO || INOCÊNCIA PERVERSA

Olá Nossos Devanienses!

 

 

Inocência Perversa de Patrícia HighSmith. Escritora da qual nunca ouvi falar. Escolha de Francisca, mais uma vez. Porquê? Só ela sabe. Segundo a própria foi um dos livros que estavam na prateleira por ler e pronto. Pronto, ela está a deitar as culpas para mim por ter o livro. Produção, dê um CheeseBurger à Francisca, ela está muito magrinha e um Ice Tea de Pêssego para mim, por gentileza.

Faz-me lembrar “A Inocência Perdida” de Thomas Harris, por causa da borboleta da noite.

 

 

É muita coincidência a pessoa que queremos que morra seja assassinada sem ter o nosso dedo no meio. Desculpem, ou é um ex-Namorado psicopata ou foi pago. Claro, tem de parecer um suicídio. Convém, exactamente como Marilyn Monroe. Será que ela sabe de mais? Será que ela se quer divorciar e o Marido Walter Stackhouse? Será que o assassino é um ex-Namorado tresloucado?

Primeiramente, é uma estória cheia de coincidências. Cheio de coincidências convenientes. Vou sonhar com sushi e vou acordar com ele na minha mesa-de-cabeceira. Parece que resulta. Também com gomas, After Eight, lasanha, batatas-fritas e pizza.

Desculpem, mas parece muito fake. Muito fake mesmo.

Foi ler uma opinião no Wook “Foi uma história relativamente boa, mas é um daqueles livros que leva o seu tempo a ser lido devido à falta de suspense, uma vez que o leitor já sabe quem é culpado e quem não é, e ao lento desenrolar do enredo.”. Mas eu acho isso muito inteligente de dizer quem é o assassino. Exactamente como no caso de Garota Online. Tu lês e pensas “O que diz na sinopse não é possível!”.

Beijinhos

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *