O Abre Olhos Das Bloggers

DANIELA MARQUES SOARES || O ABRE OLHOS DAS BLOGGERS

Olá Nossos Devanienses (E Daniela )!

 

 

Este Projecto tem sido fabuloso para conhecer novos blogs. A sério. Obrigada à Beatriz mais uma vez pelo convite. Obrigada à Daniela por ter aceite participar. Obrigada! Temos recolhido testemunhos fantáticos no seu geral. Claro que há sempre aquelas pessoas que gostam de brincar, mas isso é o pão nosso de cada dia de qualquer Blogger. Dai o nosso projecto, não é mesmo?

Quando se abre o blog da Daniela achamos mesmo diferente. Porém, abrimos a imagem e vemos uns textos fantásticos. É a organização dela. Quando abrimos o blog damos de caras com um frase que marca. Não sei mais o que está errado, não sei nem o que está certo, sei que me sinto vazia e que chorar já não adianta, não me acalma e de vez em quando parece que estou tão exausta que nem chorar consigo.

Só esta frase deixa-me completamente sem palavras. Corta o coração.

O Instagram é brutal. Também podem seguir o Twitter. 

 

O seu testemunho diz pouco, mas como os seus textos no blog são intensos:

Chamo-me Daniela Soares, e tenho 18 anos. Comecei a escrever muito cedo, tinha 14 anos. Foi quando criei o blog. Ao início, criei o blog para mim. Para guardar tudo o que escrevia. Até decidi começar a publicar um por ali e outro acolá. E comecei a mandar o link aos meus amigos mais próximos. Mas não queria muito mostrar o que escrevia. Talvez fosse vergonha ou medo. Na verdade recebi vários elogios. Mas eram os meus amigos, iam me elogiar fácil. Até que aos poucos com vergonha, comecei a mandar o link não só aos meus amigos próximos como aos mais afastados e até mesmo desconhecidos.

Continuei a receber elogios, mas não é nem nunca foi o que procurei, « elogios ». Eram só palavras. Com muita teimosia de duas três amigas dediquei me mais ao blog, e uns anos depois assumi que o blog era meu, e comecei a partilhar nas minhas redes sociais (Instagram e Snapchat) verdade, as visualizações aumentaram um pouco. Continuei no blog, as vezes não tenho muito tempo para lá ir, ver as visualizações os textos, e um ou dois comentários que me aparecem por lá. Mas eu penso várias vezes no meu blog, no meu mundo, no meu refúgio. No meu cantinho porque tudo que está lá, sou eu. Sou o que vivo, histórias, momentos boas vibes ao meu redor.

Ou algumas menos boas. Mas eu adoro escrever desde sempre, e nunca mas nunca liguei as visualizações, aos comentários nem mesmo seguidores. Na verdade não tenho seguidores. Tenho algumas visualizações sim. Mas nada que me leve a ganhar dinheiro. Ou nada que seja no meu objetivo. Eu simplesmente escrevo e público. Com poucas ou « muitas » visualizações. Escrevo porque gosto. Não por algum motivo de ganhar dinheiro ou fama. Eu gosto de escrever, e irei sempre escrever. Por enquanto no blog, talvez mais tarde quando for mais velha escreva num caderno e o guarde no fundo da minha gaveta.

 

Foto de Daniela Soares.

 

Daniela trabalha com todo o amor no seu blog nas suas folgas. Tudo para dar o melhor dela para os seus seguidores. Porquê? Porque a sociedade não dá valor a esta profissão. No Brasil e nos Estados Unidos da América dá perfeitamente para viver desta profissão e de Youtuber. Aqui em Portugal é quase impossível. Como assim? Sociedade saiam do século XX!

Dizem que Portugal é um país evoluído, mas é no Brasil e nos Estados Unidos da América é que se respeitam as profissões e dão valor. Como assim?! O que vos custa? O quê que estas duas sociedades têm mais do que a portuguesa?! Está na altura de evoluirem. Só um bocadinho.

Esperamos que este Projecto abra a mentalidade de algum ser humano. Sim, porque ambas, Blogger e Youtuber, são profissões. Neguem as vezes que quiserem. Tal como se negarem o facto do tomate ser um fruto que passa a ser legume. Na cabeça de muita gente isto é possível, mas não é.

Beijinhos

Deixar uma resposta