Expectativa

Expectativa do Filme || Jogo Perigoso

Olá Nossos Devanienses!

Como sabem, Stephen King é um dos meus escritores favoritos. Quando vi no Netflix (Obrigada K) que havia um filme baseado no romance dele, quis logo ver. Infelizmente, ainda não li o livro dele (O Natal está a chegar, estão à vontade).

Fui logo ver o trailler para fazer este post.

Fala sobre um casal em crise que vai para uma casa no meio de nenhures. Não há nada à volta. Uma pasmaceira a dois. Cada um com os seus gostos e tudo perfeito.

Eles vão fazendo o jogo do amante (parece ser a ideia dele – o casal já deve ter os seus 50 anos). Ela não se sente à-vontade e pede para parar. Ele insiste. A insistência corre-lhe mal. Tem um ataque cardiaco. Cai e bate com a cabeça. Sangue por todo lado.

A mulher entra em pânico, pois está no meio do nada. O marido no chão a precisar de assistência. Ela presa. Está tudo uma cagada. Falo da situação, não da estória, claro.

Ela começa a ver o marido, talvez o único meio de ajuda. Quem teve a ideia de irem para o meio do nada? Só ia dar problemas, estava na cara. Uma estória sem problemas não é uma estória. Se não acontecer nada, se for parado, não tem graça. Stephen King tem graça.

Espero um final bem surpreendente. Claro que também espero que ela fique viúva. Isso é meio óbvio que ele não sobrevive. Ironia do destino: Vai para o meio do nada salvar o casamento e acaba viúva. 

Lição da estória: Nunca vá para o meio do nada, senão fica viúva. Prefira a cidade. (Brincadeira).

Beijinhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *