Teorias ou Manias

INSPECTORES DA VIDA ALHEIA || TUDO SÃO DESCULPAS

O Salário Mínimo é a desculpa básica para tudo e é confundido com o Salário Máximo que nem tem definição.

Olá Nossos Devanienses!

 

 

Esta post é real com erros incluídos. O que mais me chamou a atenção foi a desculpa de sempre ” Pensem no Salário Mínimo Nacional”. Sim, porque como existe o Salário Mínimo todos têm de receber o Salário Mínimo, porque quem não recebe o Salário Mínimo é um absurdo e um desrespeito! “Ganham como no Estrangeiro”. É se querem mais do que o Salário Mínimo vão para o Estrangeiro. Aqui é uma vergonha ganhar mais. Olhem esses Apresentadores de Televisão. Um absurdo! O Salário Mínimo foi decretado e é o mesmo que o Salário Máximo. Se recebes mais, és um corrupto, um ladrão e um absurdo!

Tirando os erros, a pessoa em si, reclama, por causa da desculpa do Salário Mínimo Nacional, que é um absurdo ter recebido um orçamento de noventa, cem Euros por dia. UM ABSURDO! “PENSEM NO SALÁRIO MÍNIMO NACIONAL!”. Ninguém pensa nele e ele fica triste.

Queridinha, se não queres pagar pelo trabalho, não o peças. Difícil? Para ela é um absurdo pagar o devido valor por este trabalho tão necessário e perigoso, mas não acha absurdo pedir cento e setenta Euros por duas carpetes. Pode pedir o que quiser pelo que é seu. Se alguém estiver disposto a pagar, tudo bem. Exactamente como a outra pessoa pede o que acha junto pelo seu trabalho.

 

Resultado de imagem para Trolha

 

“Um Trolha ganha dois mil e novecentos Euros por mês?”, questionou ela, indignada. E se ganhar? És tu que vais gastar?

A qualidade paga-se. Os Impostos pagam-se e tudo mais. Não é absurdo coisa nenhuma. Não queres pagar pelo trabalho, não o peças. Simples, não é mesmo? Mas não deitem sempre as culpas no Salário Mínimo Nacional. Inovem. Vou-vos dar uma novidade: Não existe o Salário Máximo Nacional, logo podes lutar, se quiseres, para receberes mais. Não é fantástico?!

O Salário Mínimo Nacional não deve servir de desculpa para nada. Nada mesmo. Agora a exploração é para quem paga e não para quem recebe. Pronto, alguma coisa mudou. Depende da posição de quem critica, não é mesmo? Se tu pagas e criticas, a exploração é de quem recebe. Se tu recebes e criticas, a exploração é da parte de quem paga.

 

Resultado de imagem para Criticar

 

Absurdo é o facto de criticarem com desculpas. Ela pode pedir cento e setenta Euros por duas carpetes, mas o Profissional não pode pedir o que acha justo pelo trabalho que executa. Vai pagar algum Imposto pelo que vai receber, se receber, das carpetes? Pois…

Deixem de usar a desculpa do Salário Mínimo Nacional para desvalorizar o outro. Pensem antes…

Beijinhos

 

Teorias ou Manias

ERROS DE FAMOSOS || NÃO RI, NEM CHORA

Nem todos são famosos, mas acham-se!

Olá Nossos Devanienses ( E Queridos Famosos )!

 

 

Este não tem identificação, porque a pessoa não é famosa ( mesmo que ache que é) e para não achar que é um ataque, pois não é. Dou-vos dois minutos para descobrirem o erro desta pseudo-celebridade. Descobriram? Nesta copy e past escrita pela “Produção” ( Ele é tão bom que não precisa de Produção), ele queria dizer “Fico feliz que (o) meu trabalho TENHA CHEGADO ao seu coração.”. Porque ao colocar “chegue”, está a remeter a “algum dia”.

“Fico feliz que (o) meu trabalho (algum dia) chegue ao seu coração.”. Não estou a procura dos erros dele, espero que dê para entender. Distraiu-se. Acontece.

Como uma menina disse “Ele está com medo de errar e você se vingar.”. Se fosse só este erro. Não é um erro, nem dois, nem três, nem quatro…

 

Foto de Miss L.

 

Aliás, qualquer tipo de publicidade não passa disso. Visto que não há boa ou má publicidade. Mas há quem não saiba interpretar, o que é pena. Não é uma indirecta, é bem directo. Não saber interpretar o que a pessoa que segue o teu trabalho escreve, faz com o teu ego fique ferido desnecessariamente. Que um comentário inocente com um pouco de humor na tua cabeça seja negativo. E a outra pessoa fica “Como assim?”.

Depois é uma questão de orgulho provar que foi má interpretação. Porque a pessoa que não escreveu nada de mal, fica com o orgulho ferido. “Mas eu não escrevi nesse sentido!”.

Eu gosto de pão com vinagre e vocês, meus queridos seguidores, não são obrigados a gostar. Lá por eu não gostar de frango, vocês não são obrigados a pararem de comer. Dá para entender?

 

Resultado de imagem para Insiste em escrever errado

 

Esta pessoa em questão, fez com que eu viciasse numa música cuja a letra eu não gosto (Nunca me tinha acontecido, para perceberem o talento em questão), mas mesmo assim ficou irritado, porque eu fui honesta. Ia dizer uma coisa pela frente e outra por trás? Nem morta! Uma mulher não pode ter opinião própria? Era o que me faltava.

E o que descarrilou, foi que eu admiti que não conseguia dizer o apelido dele. “Árbitro” para mim também é uma palavra difícil e dai? E dai, criatura?! Um dia vai aprender, eu creio…

Nestas situações é na base do ” Eu estou certa e tu estás errado.”. A tal menina disse que ele deveria ter a Lua em Caranguejo ( Câncer), não é possível. Ele deve ter pensado “Se ela diz que não gosta da letra mais linda do mundo e quer fazer-me uma entrevista, sabe-se lá o que vai dizer de mim.”. Não é assim, Filhote de Leão! Não é , de todo, assim! Até estou a roer as unhas de nervosismo. Ainda bem que ainda não fiz a paticure (Sim, é fofo).

 

Imagem relacionada

 

Segundo a tal menina ” Ele iria dizer para você ‘Eu escrevo da minha forma e não me importo com sua opinião quanto a isto. Eu estou bem assim.”. Certo, mas para alguma coisa existe a Gramática. Não estou a chama-lo de burro. Se quisesse chama-lo, faria directamente. Ele não é nenhuma anta, nem abécula, nem jumento, muito menos mentecapto, mas não escreve muito bem, o que não ajuda. Ele tem uma imagem, tem de ser um exemplo. Errar é normal, verdade. Mas corrigir é divino.

Desejo que erre e corrige muita vezes (Propocional). É infantil, sim. Sou directa nisso. Mas pode ser que cresça e corrija. “Mas ele não errou de propósito. Errou por ignorância”, cita a mesma menina. Não, ele escreve errado de propósito. “Ele é uma criança e tem Mãe para isso.”. Esta frase aniquilou-me. Chorei em posição fetal. Só espero que a Mãe dele o corrija. É importante para imagem dele. Não digo por mal. Há programas que não aceitam pessoas que dêem calinadas com frequência. Querem manter uma imagem.

Vou ouvir Diogo Batáguas, ele entende de humor e não escreve errado…

 

Resultado de imagem para erros de português dos famosos

 

Resultado de imagem para erros de português dos famosos

 

Resultado de imagem para erros de português dos famosos

 

Achei este prints muito bons, mas mesmo muito bons. Que idade é que vocês têm? Oito?

Não é preconceito línguistico com já afirmei várias vezes. Só escreve bem quem quer. Quem escreve mal hoje, pode escrever bem amanhã se quiser.

Há uma grande diferença entre erro e gralha. Erro é a pessoa escrever errado, mas não saber corrigir. Gralha é quando a pessoa está distraída e se engana, mas sabe escrever de forma correcta. Acontece. Erro de tecla. Quando se escreve, por exemplo, enmgano. Tocou, sem querer, no “m”. Acontece. É uma gralha. Qunado. Acontece a qualquer um.

Não se irritem, mas também não ofendam a língua. Não façam com que Camões arranque o outro olho. Deixem que vos corrijam e corrijam também se souberem o que estão a dizer. Assim é que acontece a evolução. E leiam. Leiam muito, lavem a loiça da pia. Assim serão pessoas evoluidos. Serão mais do que ontem e menos do que amanhã.

Beijinhos

 

Blogger

Escrever Errado || Parte 2

Olá Nossos Devanienses (E Pessoas Que Escrevem Errado)!

A pedido de muita gente vamos fazer a parte dois. Na verdade foi só uma, mas foi muito querida e merece a nossa consideração.A Tati Tavares “Olá! Dá até vontade de marcar alguns @ ! rsrrs O que mais me dá nos nervos é a pessoa saber o certo e escrever errado! NOSSA! Faça outros desse tipo/assunto! Beijos”. Os vossos pedidos são ordens. Se estão no mesmo dilema que a Tati, partilhem os posts e tenho a certeza que vai servir a carapuça a quem querem. Caso não caiba, pelo menos, tentaram.

É um tema que mais acaba, infelizmente.

Não faltam pessoas que erram porque querem. Por mais que se corrija, escrevem errado por diversão.

Empresta-se um livro para lhe despertar o espírito de leitor e não estão nem ai. Como se isso fosse um problema nosso, pois só nós nos incomodamos. Na mente deles é assim. Tu incomodas-te, logo o problema é teu.

Há cada erro mais irritante que dá dó.

E nós é que estamos errados e somos retardados porque nos preocupamos com a escrita. Eles são charmosos, não interessa se escrevem mal. Isso é um pormenor. Querem uma novidade? Não é um pormenor!

Chega a irritar quando um texto está carregado de erros. Dá uma volta ao rim. 

Eu tive uma gerente que dizia que era correcto escrever “Concerteza”, pois dava das duas maneiras. Está ERRADO! Só há uma forma: com certeza. Olha que bonito que fica separado. Fica até sedutor.

Estamos em pleno Século XXI, os jovens que escrevem errado, só o fazem porque querem. Eles têm acesso à escola, livros e à internet, sempre que querem. 

Só há uma solução para escrever bem: LER!

Cada um tem o seu género de leitura, simplesmente, os que dizem que não têm, só têm preguiça para descobrir.

Estou irritada? Estou irritada. Vou-me conter.

Ler faz bem, aumenta a mente. Se ler, pelo menos, dois ao mesmo tempo, previne o Alzheimer.

Ler é bastante importante. Até se pode ler “Crepúsculo”, desde que se leia. Claro que aquilo não são vampiros, nem lobisomens, tem de se ter essa consciência. Além disso, ler desenvolve muita coisa e , mais do que isso, diverte. Marta Guartier, Sophie Kinsella, entre outras, são óptimas para soltar umas boas gargalhadas. Esteja-se na bad ou não.

Não há qualquer desculpa para não ler!

Beijinhos