Sociedade

SALÁRIO MÍNIMO || ENGAJAMENTO FÁCIL

Olá Nossos Devanienses!

 

Moedas, Moeda, Investimento, Seguro, Dinheiro, Bancário

 

Há pouco tempo vi uma publicação com muito engajamento. Em pouco tempo entendi o porquê: A pessoa em questão estava a criticar um salário superior ao Salário Mínimo. Isto dá origem a engajamento fácil, pois vai ter comentários de dois tipos de pessoas:

-As que acham que o Salário Mínimo é o Salário Máximo;

-As que sabem que o Salário Mínimo não é o Salário Máximo.

Este tema gera confusão facilmente que dá origem a muito engajamento. É bastante simples, pois em Portugal a grande maioria pertence ao time “Pensem no Salário Mínimo”. Aquelas pessoas que acham que os Domingos e feriados não são dias como outros quaisquer, que o dinheiro é o único ganho e que ganhar mais do que o Salário Mínimo é errado.

 

Resultado de imagem para Ricardo Araújo Pereira criticas ordenado"

 

A pessoa em questão, fez um textão irónico a pedir desculpa por ter criticado Ricardo Araújo Pereira por ter aceite o tal salário superior ao Salário Mínimo. Isso gera tráfico fácil. Até os mídia jogam com essa mentalidade. É uma audência fácil de obter.

No lugar do Ricardo Araújo Pereira, essa pessoa iria dizer “Não aceito, pois não interessa o que lutei e trabalhar para estar onde estou. Tenho de pensar no Salário Mínimo, sentar-me nele, pois ganhar mais é errado. “. Não, não iria dizer isto. E quem critica, também não iria.

Como se costuma dizer, só sabe o que se passa no Convento, quem está lá dentro.

Mas o povo quer é criticar, sentado num sofá ao Domingo, pois no Domingo não se trabalha, porque é pecado. Trabalhar mais de oito horas? Nem pensar. Ter mais ganhos do que o dinheiro? Isso não existe. Ganhar mais do que o Salário Mínino? Deveria de ir preso para aprender que não é mais do que ninguém. Está-me a oferecer mais do que o Salário Mínimo para fazer o que eu já faço contrariado, pois estou sempre à espera da hora da saída? Claro que aceito, se menos horas, melhor!

 

Carteira, Dinheiro, Cartão de crédito, Bolso, Dinheiro, Bolsa

 

As pessoas só vêem o que querem. Não vêem o esforço, a dedicação, os livros lidos, as noites mal dormidas. Não, isso é uma utopia. O importante é estar horas a fio à frente da televisão a consumir nada. Porque ver televisão faz bem e ler faz mal. Se tu não vês televisão, és maluco. Se tu lês, estás a perder tempo. Se tu trabalhas aos Domingos e feriados, estás errado.

Se tu dizes “Quem me dera receber quantos as Ciganas ganham e tomar o Pequeno-Almoço no café todos os dias.”, tens muito engajamento. Se tu dizes “Passei a meia noite a descansar para trabalhar no dia um de Janeiro”, riem-se de ti. Cada um na sua vida!

Se tu dizes que é bom trabalhar, que adoras e isso te dá prazer. Se tu dizes que detestas férias. Estás errada! Porque tu, nesta Sociedade, tens de ser um urso. É errado só precisares de horas para descansar. Tens de te mentalizar que precisas de dias! Se tu dizes que te divertes a trabalhar, está errado. Não podes.

Se tu dizes, que foste a um novo restaurante para teres tema para um artigo, tu no restaurante divertiste-te e SÓ quando escreveste, trabalhaste. E que poderia ter pedido a opinião a uma Amiga para escrever. Não, eu vou aos restaurantes em trabalho, escrevo em trabalho e dou a minha opinião sobre o mesmo em trabalho. Todo o processo é trabalho! Digam o que disserem. Não vai mudar nada!

Beijinhos

Sociedade

ESTAMOS EM QUE SÉCULO? || SOCIEDADE

Olá Nossos Devanienses!

 

Social, Redes sociais, Serviço de rede social

 

Há alturas que eu paro e penso: Esta Sociedade que me rodeia, em que século está?

Sim, Francisca, tens razão. Primeiro temos de te alimentar para amenizar o clima. Querida Produção tragam, por gentileza, os CheeseBurgers da Francisca e um chá para mim, sem açúcar.

Não era suposto, em pleno dois mil e vinte, os carros voarem? Era, mas ficamos por aqui…

Em pleno século Vinte e um, ainda existem touradas, pessoas que fumam, animais torturados, pessoas que bebem leite de vaca e a lista vai por ai.

Escusam de dizer que é cultura. Não é cultura. A tourada não passa de animais a magoarem outro animal e outros animais a aplaudirem. Basicamente é isto. E aprende-se na Escola que o ser humano é um animal. Eu questiono: Na cabeça de alguém minimamente inteligente é cultura? Tem piada? Merece aplausos? Não digam que ser Toureiro é uma profissão, pois isso ofende qualquer tipo de profissão. Eu costumo de dizer que quem gosta de touradas verdadeiramente, trocaria com o touro. Claro, que eles não trocam, pois iria dor e eles sabem. Não faz sentido isso ainda existir. Qual é a necessidade?

 

Tribal, Touro, Vaca, Resumo, Linha Arte, Projeto, Tatuagem

 

Fumar… Pessoalmente, acho que só serve para incomodar terceiros. E se mostras que estás incomodado, tu estás errado. Tu deves adorar levar com o fumo do tabaco. Está muito banalizado ser Fumador Passivo. Até há uma “tradição” (numa aldeia, claro) que as crianças fumam no Dia de Reis. Porquê?! Eu só pergunto, porquê?!

Era suposto a Sociedade ser mais evoluida e não estar parada no século quinze. No século quinze é normal. Actualmente, não há explicação.

A grande diferença entre o leite de vaca e o tabaco é que o leite de vaca não faz mal a terceiros.

Não sei como é que isto ainda acontece. Pessoas que não lêem, não deveria ser algo tão banal. Atenção: Nem tudo que é banal é normal. Não entende esta Sociedade tão retrograda. Sim, a Sociedade é retrograda.

E antes que questionem, não, não vou criar um carro voador, mas, segundo os filmes antigos… antigos não, pouco recentes, esses carros deveriam existir no ano dois mil. Estamos a vinte anos de atraso! Só deixo para pensar.

Beijinhos

Sociedade

PESSOAS SEM NOÇÃO || PESSOAS BLOQUEADAS

Olá Nossos Devanienses!

 

Mídias Sociais, Facebook, Smartphone, Iphone, Celular

 

A Internet está cheio de pessoas sem noção. Pessoas com uma mentalidade tão pequena que dizem que és infantil só porque és mulher e bloqueias um homem. Aquele grande ser superior. Aconteceu dois episódios recentemente que fizeram com que tivesse ideia para este artigo. Há dois tipos de pessoas com necessidade de incomodar: as que tu dizes que cumpriram o objectivo e param e os que se sentem ofendidos por dizes que estão a incomodar. Essas pessoas sentem-se na obrigação de te incomodar e se alguém refere tal facto, ficam muito chateados.

Apanhei um desses no Facebook. Quando ele ia começar a escrever um textão, bloqueei. Não sou obrigada a aturar. Há pessoas que só porque não estão a trabalhar, acham que toda a gente não trabalha. Mas isto não ficou por aqui. Esta pessoa sentiu-se na necessidade ir incomodar, por mensagem,  através da minha fan page de trabalho. De trabalho. Exactamente como aquela pessoa que decide te trair e depois vai para a porta do teu trabalho com um ramo enorme de flores. Para quê que serve aquele ramo de flores? Para comer? Não serve para nada. Nem para os mortos, porque os mortos estão mortos e não querem saber de flores.

Mandem mensagem para alguém que vocês têm valor, que gostam de vocês. Mandem mensagem a falar do trabalho de alguém que vocês acompanham. Não mandem mensagem para incomodar! Se a pessoa não te conhece de lado nenhum e tu não acompanhas o trabalho dela ( refiro-me a Youtubers, Blogger, Actores, etc), não incomodes! Só tens de ser bloqueado!

 

Salmão, prato, comida, refeição, peixe, frutos do mar, prato

 

Para quem não sabe, no passado dia quatro deste mês fiz cinco mês sem carne. Sim, eu não como carne há cinco meses. Escrevi no meu perfil pessoal do Facebook e na fan page. Partilhei convosco esta minha vitória. Reparem bem: MINHA!

Porém, há pessoas com a mentalidade parada no século XV, riem-se de posts como:

X tempo sem fumar.

X tempo sem beber leite de vaca.

X tempo sem beber café.

X tempo sem comer carne.

X tempo sem beber bebidas alcoolicas.

Ou seja, se alguém partilha algo que nos orgulha porque é bom para nós, tem de haver algum retrogrado a rir-se ou a dizer que só queremos influenciar.

 

Aperitivo, salmão, canape, queijo, biscoito, cozinha

 

Houve uma pessoa que já deveria ter sido há muito tempo, pois para o que servia, já serviu, riu-se do meu post. Questionei em privado qual era a piada. Até disse que eu pago o que como (Não entendeu). Depois soltou a frase tipica duma Seita como a da EDP Chinesa “Não comas, pois mais sobra para mim.”. Sim, há um grupo de pessoas com a mente pequena com o lema de vida “Tens de comer o que eu como.”. Já ia bloquear e ele soltou a seguinte frase “Influencia muita gente para o preço da carne baixar.”.

Há pessoas com a mente parada no século XV que pensam que quando partilhas coisas boas da tua vida estás a tentar influenciar. Seria bom se resultasse, visto que eu não fumo, nem bebo café. Pessoa que já não serves para nada já há uns anos, eu pago o que como, eu importo-me com o que eu como. Eu não pago o que tu comes, eu não me interessa minimamente o que tu comes. O ser humano não é o único animal que pode ter cancro. Tu comes o que quiser. Não és nada para mim, logo não me interessa.

Aprendam: Se eu partilho algo que me orgulho, não para tu imitares. Simplesmente, não estejas à espera que eu pague a carne que tu comes. Portanto, se eu não pago, não me interessa. É difícil de entender? Se é, só lamento.

Beijinhos

Sociedade

CARTA PARA SUSU || SOCIEDADE

Olá Nossos Devanienses!

 

Ainda vida, escola, retro, tinta, tabela, mesa, estudo

 

Eu ainda não sei lidar com esta situação. O Carlos morreu, mas ele não morreu de qualquer maneira. Ele suicidou-se. Ele deixou uma carta para Susu que ninguém abriu, porque ninguém sabe quem é o Susu. Vou começar a falar um pouco de Carlos e quem sou eu.

Eu sou a Marisa, vivia com o Carlos há uns seis meses. No dia que nos mudamos, a Mãe dele abraçou-o e disse que sabia que era só uma fase. Não entendi. Carlos sorriu e fez-me olhar de “Depois conto-te.”. Basicamente, a Mãe achava que Carlos já não gostava de meninos e que eramos um casal.

Na verdade, somos Amigos e fomos morar juntos para dividir as despesas. Carlos era… porquê que fizeste isto?! Carlos era uma pessoa incrível, alegre, sonhadora, cheia de projectos e agora… Agora está morto. Teve uma overdose de medicamentos. Eu vou fazer uma coisa que não deveria fazer, mas eu tenho de entender o Carlos. Quem será Susu?! Procuramos na lista do telemóvel dele e nada com esse nome. A carta ficou cá no apartamento, no quarto fechado dele.

Entrei. Olhei para a fotografia dele. Chorei. Peguei na carta em cima da mesa-de-cabeceira dele e abri. Sinto-me tão mal a fazer isto. Não é para mim. Sinto tantas saudades dele. Ele cozinhava tão bem que me aconchegava o coração. A data é de dois dias antes da sua morte.

Querido Susu:

Eu não aguento mais. Todos esperam tudo de mim. Até a Marisa, indirectamente espera. Ela espera tanto que eu cozinhe ao Domingo. Habituei-a mal. A culpa é minha. Ela espera que eu esteja sempre lá. Isso é sufocante. A minha Mãe não aceita que goste de rapazes. Ela sonha que eu tenha Filhos com a Marisa. Ela disse que já está na altura de ser Avó, pois hoje em dia não é preciso casar para ter Filhos. Porquê? Porquê, Mãe? Porquê, todo o mundo?!

Eu não aguento mais. Tu sabes tudo que tenho passado. Passamos todas as noites. Falávamos. Sinto cada vez mais vontade de falar contigo. Sempre que posso falo tanto contigo. És o único que entende. Posso dizer que te amo. Amo-te muito, sabias? Cada vez mais. Quero estar contigo. Vou estar contigo. A Marisa diz que sou uma pessoa cheia de objectivos. Neste momento, o meu objectivo és tu. O meu objectivo é estar contigo.

Eu não aguento mais. Tudo tem de ser padrãozinho. É por isso que gosto da Marisa, ela não liga nada a rótulos. Quando lhe contei que gostava de rapazes, ela não me abraçou, como tanta gente faz, e gritou que sempre quis ter um Amigo gay. Não, ela não fez isso. A Marisa sorriu e exclamou que, sendo assim, poderíamos trocar contatinhos. Gostei dela de imediato. Desse momento a irmos morar juntos, foi um passo.

Eu não aguento mais. A minha Mãe viu no jornal que uma discoteca gay foi ataca e disse “Ainda bem que não és um deles. Eles acabam sempre mortos.”. Inventei uma desculpa e voltei para o apartamento. Fui para o banho e deixei de contar o choro. A minha Mãe disse que por gostar de rapazes acabarei morto. A minha própria Mãe não aceita quem sou.

Eu não aguento mais. Susu, fica comigo. Susu, leva-me contigo. Susu, vamos ser felizes juntos. Susu, vamos esquecer o Mundo todo. Susu, deixa que tudo fique feliz.

Meu querido Susu,

 meu querido Suicídio, eu amo-te.

 Irei estar contigo muito em breve…

 

Um abraço tão forte,

Carlos Almeida

 

Beijinhos

Sociedade

O VEGANISMO E O VEGETARIANISMO || PREVINEM O SUICIDIO?

Olá Nossos Devanienses!

 

Cerejas, Tigela, Rosa, Frutas, Café da manhã, Manhã, Fresco

 

É uma questão interessante, a meu ver. No sentido que dizem que somos o que comemos. Um corpo são dá resultado a uma mente sã. Temos dúvidas à cerca desse ponto? Espero que não. Se alinhamos ao exercício físico, ajuda-nos a ordenar a nossa mente. Mais a leitura, a escrita e as boas companhias. Tudo de bom nesta vida.

Como devem saber, o ser humano não é o único animal propicio a cancro. Muita carne do talho é embelezada para se vender o mais rápido possível e ninguém notar aquilo que está a comprar. Foi o caso da carne podre recheada de cartão. Foi a primeira empresa a ter essa ideia? Não acredito nisso. A Sociedade é bastante gananciosa. Caso contrário, ninguém venderia leite de vaca que só faz bem ao bolso de quem vende. Quem esteve atento na Escola sabe que o melhor leite é o materno e contra factos não há nenhum argumento.

A Sociedade está tão queimada que quase ninguém olha a meios para encher os bolsos de forma “fácil”. Metem na cabeça das pessoas coisas surreais como “Deves beber leite de vaca e comer muita carne para seres forte.”. Não, simplesmente, é algo que a Sociedade nos habitua desde tenra idade.

Está mais do que provado que ter uma dieta mais Vegan torna a nossa mente e o nosso corpo mais são. Disto é sinónimo o bem-estar psicológico. Consequentemente, se o nosso corpo e a nossa mente tiverem sãos, há menos hipóteses da pessoa pensar em suicídio.

Há muitas coisas que fazem afastar os pensamentos maus. A alimentação é uma delas. Como sabem, a carne vermelha faz muito mal ao sistema nervoso, o que não nos deixa ter uma mente muito clara, mais confusa.

Queiramos, quer não, nós somos o que comemos. Não há nada que nós possamos fazer contra isso. Sim, o nosso estilo de alimentação torna-nos mais felizes, mesmo as mentes mais baralhadas.

Segundo Miguel Sousa Tavares, os Veganos são urbano-depressivos e só comem alface. Nada de mais errado, embora a alface tenha bastante cálcio, logo por ai, não tem nada de mal. Nada de mais errado ao chamarem-lhes de depressivos. Gosto imenso do trabalho dele, mas isso não faz com que concorde com tudo que diz. Tenho os meus próprios pensamentos. Temos de ter cuidado com as fontes que nos alimentam. A industria está desesperada para provar que o leite de vaca cheio de sangue e pus faz bem à saúde humana. Porquê? Porque gera receitas. Sim, sangue e pus, se pensar bem faz sentido, as tetas são completamente sugadas, não poderia ser de outra maneira.

Mas eu que não tenho pensamentos suicidas posso beber leite de vaca e comer carne? A escolha é tua. É melhor uma má escolha consciente do que inconsciente. Sabendo os riscos que corres, podes comer e beber o que quiseres.

Mas se eu começar agora a ser Vegetariano ou até mesmo Vegan os meus pensamentos suicidas acabam dum momento para o outro? Nada é instantâneo. Não uma formula mágica para nada. Tudo leva o seu tempo, o seu ritmo. Junto com os factores que eu falei antes da leitura, escrita, uma boa companhia, sim, ajuda e muito. Muito mesmo.

Ser feliz depende de nós e de muitos factores, todos o sabemos, mas se podemos fazer coisas que aos poucos nos ajudam é bastante benéfico.

Devemos alimentar bem a nossa barriguinha. Parece estranho, mas ajuda imenso. Tudo a longo prazo pode-nos ajudar. Devemos ordenar bem os nossos pensamentos e um prato colorido cheio de fruta e legumes alegra bastante. Eu costumo dizer que me alimento para me acalmar. É brincadeira, mas tem um fundo de verdade.

E você desse lado, concorda comigo ou discorda de mim?

 

Beijinhos

Sociedade

SAÚDE MENTAL || TERCEIRA IDADE

Olá Nossos Devanienses!

 

Mãos, idade, velhice, idoso, vulnerável, cuidado

 

Há pessoas trabalhadoras que se vêm, de repente, na reforma e sem a sua rotina anterior. Quantas pessoas conheces assim? Eu penso nisso muitas vezes…

Os meus Avós, mesmo após lhes serem atribuídos a reforma, continuaram a trabalhar até que o “destino” não o quis. Vamos chamar de destino para não haver chatices e desabafos…

Se a saúde me deixar, farei o mesmo. Sim, eu acho que não deveria de haver a tão assustadora “Idade da reforma”. Deveria de ser quando a saúde não deixasse ou a pessoa não quisesse mais trabalhar. Sejamos sinceros, é mais provável haver erros na execução dos trabalhos se as pessoas estão ali por estar e os erros saem muito caro às empresas.

Estou a dispersar-me…

A falta de rotina pode acabar com a saúde mental de qualquer um. Alguns casos podem piorar com a morte do conjure. Para muita gente, é uma facada tão grande na rotina. “O que vou fazer sem ele?”. “O que vou fazer sem ela?”. “O que vou fazer sem trabalho?”. Para alguns, a resposta é o suicídio. Quem os pode censurar?

Quantos idosos procuram apoio psicológico para as suas crises? Para alguns são modernices e/ou demasiado caro. Quem apoia a saúde mental dos idosos? Quem apoia a saúde mental de todos nós?!

“És demasiado velho para trabalhar!”, dizem uns com desdém. “E que tal opinares sobre a tua própria vida?! Sou demasiado velho, o tanas!”.

A nossa rotina é tão importante e tanta gente descuida. “Demasiado velho…”. “Demasiado velho…”. “Demasiado velho…”. “Está ali sozinho, é um estorvo. Já não é útil…”. Isto mata! Isto mata por dentro. Isto dói! Isto dói! Isto dói!

Eles são úteis, eles são belos, eles são únicos!

Eles são úteis, eles são belos, eles são únicos!

Eles são úteis, eles são belos, eles são únicos!

Beijinhos

Sociedade

O SER HUMANO É UM ASSASSINO EM SÉRIE || SOCIEDADE

Olá Nossos Devanienses!

 

Arma, Gangster, Máfia, Crime, Criminoso, Matar, Assassino

 

O boato mata! Sim, é verdade e ninguém o pode negar, o boato mata mesmo. Tanto isso é verdade como a existência da frase “Eu não tive culpa, eu só comentei.”. Se o boato não matasse, esta frase também não existiria. Seria bom nunca mais ouvir esta frase. Era sinal que já não haveriam boatos por ai.

Esse necessidade de falar da vida dos outros existente na mentalidade de aldeia é muito ruim. E eles animam-se mais quando inventam. Sentem-se melhores, sentem que incomodam ainda mais.

O boato é um acto bem banalizado como urinar no mar. Algo banalizado não quer dizer que seja normal.

Quantas pessoas já se suicidaram por causa dum boato inútil? Sim, todos os boatos são inúteis. O boato já matou muita gente e continuará a matar se não for travado. Fechar a boca sobre a vida alheia e não matar. Não matar por dentro e/ou por fora. O boato mata. O boato mata. O boato mata!

Ninguém envolvido no boato (sem ser o alvo, claro) se importa com a veracidade dos seus boatos. Na cabeça delas, o veneno tem de alastrar. Para eles é normalíssimo. Para eles não há consequências. Terão sempre a desculpa da frase “Eu não tive culpa, eu só comentei.”. Como o assassino de Joana, a menina de Portimão, que afirmou “Eu não lhe fiz mal, só a matei.”. Como no livro Gone Girl (Garota Exemplar ou Em parte incerta), o traidor disse “Eu nunca lhe fiz mal.”. Claro que é verdade, matar e trair é fazer muito bem. Eu chego ao final do dia muito triste, porque ninguém me matou, nem me traiu. É deveras muito triste.

Ironias à parte, este actos são tão banalizados que nunca há consequências! Porque estas pessoas nunca falam, nem inventam sobre a própria vida, porque não têm!

O boato é um grande assassino e quem dá origem ao boato é, nada mais nada menos, que o ser humano (que deveria ser humano). Sim, o ser humano é um assassino em série. Pior, um assassino em série que não paga pelos seus actos! “Suicidou-se? Que pena! Não tive culpa, só comentei e, ao que parece é mesmo verdade, senão não se mataria, não é mesmo? (ri-se)”. Eles acham piada a todos os processos do seu boato.

Falando novamente de Gone Girl (Se não leram e/ou não viram o filme, façam-no!), a Esposa Traída inventou vários boatos, aproveitou que o Marido estava a dormir para colocar as impressões digitais nele em objectos recriminatório. E o que fazer quando alguém nos faz isso enquanto dormimos? Eu não sei. Pode não ser culpado, mas há provas e contra provas não há argumentos. E a Esposa Traidora teve alguma consequência pelos seus boatos e por inventar provas?! NÃO!

Essas pessoas nunca levam com as consequências. Só as vitimas que matam sem qualquer problema. Super banal. Na cabeça de quem cria boatos (dito assim parece uma profissão) todo o seu veneno é verdade. Eu acho, pelo menos, transmitem que acreditam em tudo o que falam. Eles são felizes assim e sem os boatos sentem-se incompletos, talvez…

Parem de matar! Parem de falar da vida alheia! Parem de falar  boatos!

 

Beijinhos

Sociedade

O VEGANISMO VAI-TE AJUDAR? || SOCIEDADE

Olá Nossos Devanienses!

 

Legumes, Abacate, Vegano, Vegetais, Fresco, Natural

 

Por si só, nada nos consegue ajudar isoladamente ou quase nada. Ter uma boa alimentação e o resto estar um caos, não ajuda muito. Ajuda, mas não é muito. Como se diz “Grão a grão enche a galinha o papo.”. Tornaste Vegetariano (algum derivado) ou Vegan pode ser um bom começo para melhorar a tua saúde mental? Sim ou uma das etapas para isso. É um trabalho diário que não devemos descuidar para nos sentirmos bem connosco mesmo, física, mas principalmente, mentalmente.

Não penses que ao tornaste Vegetariano ou Vegan vais resolver todos os teus problemas mentais. A saúde transmite-se no espirito. Nem vais conseguir, quase de certeza, levar essa forma de vida por muito tempo. Não vais usufruir da mudança. É quase certo.

Tudo é um conjunto. Se todo o resto estiver menos bem, o mais certo é ficares frustrado e desistir. Jurar que nunca mais vais ter aquele regime alimentar. O que te ajudou? NADA!

Tens de estar em paz para conseguires com que o Veganismo te ajude. Tens de levar esta mudança com outras mudanças e só assim terás melhorias incríveis. Não precisas de te tornar (se for esse o teu objectivo) dum dia para o outro. Podes ir ao teu ritmo e isso sim, vai-te ajudar. Começa pelo leite de vaca (Sabes que o melhor leite é o materno), vai reduzindo a carne. Podes demorar dez anos, mas se esse é o teu objectivo, vai-te fazer bem.

Por outras palavras, o Vegetarianismo sim vai ajudar-te se os outros pontos que tens de trabalhar também te ajudarem. Tudo está interligado. A tua saúde mental e física agradecem.

 

Faz o melhor por ti, mais ninguém o fará!

 

Beijinhos

Sociedade

PESSOAS QUE ESCREVEM ERRADO || É MESMO PARA ENTENDER?

Olá Nossos Devanienses!

 

Resultado de imagem para erros ortográficos

 

Produção mais fantática, por gentileza, traga os CheeseBurgers da Francisca e a àgua para mim. Sim, Francisca, já tenho as prendas para ti. Só faltam seis e não são as vossas. Já agora, um à parte, ainda não tens as tuas prendas de Natal? Nós tratamos delas.

Sim, Francisca, vou escrever sobre eles. Aqueles que escrevem errado, na cabeça deles, os outros têm de entender e se isso não acontece, insultam gratuitamente. “Nao entenedes portugues” (Traduzindo: Não entendes Português?). Português correcto, entendo.

Meus queridos, aprendam uma coisa: Os erros ortográficos não foram feitos para serem entendidos, caso contrário, estariam na Gramática. Se escreves errado, não queres seres entendido! Ponto!

 

Resultado de imagem para erros ortográficos

 

Não há desculpas para escreves errado, a não ser que estejas parado no século XV. Basta ler bastante para escrever correctamente. Básico.

Se dizes que não gostas de ler, é mentira! Há vários géneros literários, a verdade é que tu tens preguiça de descobrir qual é o teu! Gostar de ler, não é sinónimo de gostar de todos os géneros literários.

Se tu escreves de forma errada, eu não sou obrigada a entender-te! Não escreves bem hoje, mas podes escrever bem “amanhã” se quiseres. O que nunca começa, nunca acaba! Lê e melhora a tua escrita. Não escrevas “Ela é meia confusa”. As meias são para os pés (mnemónica) . Ela é MEIO confusa.

Beijinhos

Sociedade

VITÃO E ANITTA || “GAROTA ONLINE” DA VIDA REAL

Olá Nossos Devanienses!

 

Resultado de imagem para gAROTA online

 

Para começar, minha querida Produção tragam, por gentileza, os CheeseBurguers da Francisca e água para mim.

Vitão e Anitta. Anitta e Vitão. De repente uma bomba que me faz lembrar o livro “Garota Online” ou “Miúda Online”, como quiserem chamar. Francisca, eu sei que nem toda a gente conhece o livro. Resumidamente, a Penny vai para de férias com os Pais. Lá conhece o Noah. O Noah toca guitarra e super lindo. Depois descobre que Noah é um Cantor famoso e namora com outra Cantora. A inimiga conta a situação às revistas e Noah pensa que Penny só estava com ele por dinheiro (e para ter mais acessos no Blog) e fingiu que não conhecia o trabalho dele. No final sabe-se que Noah não namorava com a tal Cantora, simplesmente é normal fingirem que namoram para aumentarem as vendas.E aumentaram, claro. A minha questão é, quem é a Penny do Vitão? Será a “ex” Namorada?

Pensem comigo, a Anitta é muito polémica. A polémica vende. Vitão tem muito talento, mas está a “começar”. Coloquei entre aspas, pois nada é dum dia para o outro. Infelizmente, é isto que o povo quer ler e vende. Não chega ter talento! Infelizmente é verdade. Falar é o importante. Falar vende! Este artigo não existiria. O que são os Artistas sem escândalos? Só talento e o talento não chega nesta Sociedade.

Poderia ter sido com o Lucas Lucco? Poderia ter sido com a Luísa Sonza? Poderia ser com a Pablo Vittar? Poderia ser com o Kevinho? Poderia, mas a Anitta é a Rainha das Polémicas. Continuem a pensar comigo, a homofobia vende. Lucas Lucco está noivo e a noiva perdeu o bebé. Seria polémico “deixar” a noiva nesta situação. Se a Luísa Sonza “deixasse” o Youtuber após o clip era uma cabra, ser cabra vende. Se fosse com a Vittar ou o Kevinho, como já referi, a homofobia vende. Mas a Anitta parece que tem um charme melhor para polémicas.

 

Resultado de imagem para vitao e anitta

 

É isto que o povo quer. O povo quer alguém para apontar o dedo, de preferência a uma mulher. E eles estão felizes, pois o trabalho deles estão a ir longe, enquanto o povo critica de graça. Todos ficam felizes e não importa o que é verdade.

Quem a Penny deste Noah?

Fica a questão no ar e o som também.

Beijinhos