Expectativa

EXPECTATIVA DO LIVRO || INOCÊNCIA PERVERSA

Olá Nossos Devanienses!

 

 

Inocência Perversa de Patrícia HighSmith. Escritora da qual nunca ouvi falar. Escolha de Francisca, mais uma vez. Porquê? Só ela sabe. Segundo a própria foi um dos livros que estavam na prateleira por ler e pronto. Pronto, ela está a deitar as culpas para mim por ter o livro. Produção, dê um CheeseBurger à Francisca, ela está muito magrinha e um Ice Tea de Pêssego para mim, por gentileza.

Faz-me lembrar “A Inocência Perdida” de Thomas Harris, por causa da borboleta da noite.

 

 

É muita coincidência a pessoa que queremos que morra seja assassinada sem ter o nosso dedo no meio. Desculpem, ou é um ex-Namorado psicopata ou foi pago. Claro, tem de parecer um suicídio. Convém, exactamente como Marilyn Monroe. Será que ela sabe de mais? Será que ela se quer divorciar e o Marido Walter Stackhouse? Será que o assassino é um ex-Namorado tresloucado?

Primeiramente, é uma estória cheia de coincidências. Cheio de coincidências convenientes. Vou sonhar com sushi e vou acordar com ele na minha mesa-de-cabeceira. Parece que resulta. Também com gomas, After Eight, lasanha, batatas-fritas e pizza.

Desculpem, mas parece muito fake. Muito fake mesmo.

Foi ler uma opinião no Wook “Foi uma história relativamente boa, mas é um daqueles livros que leva o seu tempo a ser lido devido à falta de suspense, uma vez que o leitor já sabe quem é culpado e quem não é, e ao lento desenrolar do enredo.”. Mas eu acho isso muito inteligente de dizer quem é o assassino. Exactamente como no caso de Garota Online. Tu lês e pensas “O que diz na sinopse não é possível!”.

Beijinhos

 

 

Expectativa

EXPECTATIVA DO LIVRO || O CLUBE DO ADULTÉRIO

Olá Nossos Devanienses!

 

Porque raio tenho este livro?, perguntarão vocês.

Je ne sais pas – Não sei. Foi a Francisca quem escolheu, como sempre. Francisca, sim, estava nos meus livros por ler, mas…Como foi ali parar? Produção. foi algum de vocês que me ofereceu? Uma escolha tresloucada? Tem tudo para isso. Produção. os ChesseBurgers da Francisca? Uma coca-cola para mim, por gentileza, sem gelo. O que posso dizer sobre este livro com um título peculiar e cuja a autora acho que desconheço – não sou boa a reter Escritores? Na capa diz-nos que “Ninguém quer pertencer a este clube, mas quando se aperceber já é tarde de mais.”. Que bonito.

A sinopse presenteia-nos com as seguintes palavras:

Uma esposa. Um marido. Um amante. De que lado vai ficar?

A vida não podia correr melhor a Nicholas Lyon, um advogado casado em segundas núpcias com a bonita, embora caótica, Mal, autora de livros de culinária que intercala a sua profissão com o papel de mãe extremosa de três deslumbrantes filhas. 

Quando tudo parece correr de feição, Sara Kaplan, uma jovem e brilhante advogada, «explode» na vida de Nicholas como uma «granada sexual», deixando-o atordoado e chocado com a sua atracção por ela. Embora a química entre os dois fosse evidente, foi necessário acontecer um ataque terrorista para o obrigar a reconhecer a sua própria mortalidade e atirar a sensatez às urtigas. 

O Clube do Adultério conta a irresistível história de um eterno triângulo amoroso. Um clube cuja adesão tem um preço demasiado elevado.

 

Resultado de imagem para sinopse O Clube do Adultério

 

Se há UMA Amante, a Sociedade machista vai culpa-la e o Maridinho inocente vai sair de cena de fininho. Coitado, ainda nem comecei a ler e já tenho pena da criança. TRETAS!

Ataque terrorista? Agora a culpa chama-se ataque terrorista? Quantas pessoas traíram no onze de Setembro de dois mil e onze? Faz parte da natureza humana, mas só traí quem quer.

Francisca, o que foi? Segundas núpcias é um termo antiquado e que já ninguém usa para segundo casamento. Então o que é, Francisca? Sabes e perguntas? Sim, traiu-a porque, além do atentado terrorista, sentiu-se uma segunda escolha. Bem apreciado, Francisca. Muito bem apreciado. Aposto os meus ossos, como ele vai voltar com o rabinho entre as pernas para a Esponja (leia-se Esposa), as Filhas tão queridas, no caso três.

Se eu vomitar, aviso.

Beijinhos

 

Expectativa

EXPECTATIVA DO LIVRO || MIÚDA ONLINE

Olá Nossos Devanienses!

 

 

Já ouvi falar deste livro há anos, mas só chegou às minhas mãos este ano, como prenda, e com direito a um porta-chaves de Paris (Alusivo à Torre Eiffel). Pensei “É a minha oportunidade de o ler, embora pareça um pouco adolescente.”. Passei essa parte à frente. O que me chamou a atenção é ser sobre uma Blogger. Uma Blogger grande em termos de números. Pensei que talvez me possa inspirar.

Primeiramente, associei ao Gossip Girl, uma série que eu adoro, mas nunca acompanhei do princípio ao fim como tantas outras. Está no meu coração. Tudo isto chamou-me a atenção. Um Blog anónimo como começou o meu e de tantas outras pessoas aqui do meio.

 

E tem ataques de ansiedade. Algo também já partilhei com vocês.

“Arrastada pela Família para Nova Iorque.”. É uma das minhas viagens de sonho. Penny, queres trocar? Paralelamente ao texto, vou contar-vos as minhas viagens de sonho (Realizei a de Barcelona há pouco tempo): Lua, São Tomé e Príncipe, Milão e Nova Iorque.

Um Blog serve para isso mesmo: mostrarmos os nossos sentimentos, sem estarmos a pensar no que os outros estão a pensar. Eu faço isso n vezes como é o caso do artigo sobre a Catedral. Há quem diga que eu não deveria ter escrito, mas eu escrevi. Mostro-vos sempre a minha alma aqui e, pelo que entendi, era o que a Penny precisava.

Aliás, acho que é o objectivo de todos os Bloggers, os verdadeiros Bloggers. Há pessoas que só têm um Blog (algumas abandonado), não quer dizer que sejam Bloggers. Se dão erros ortográficos não o são. É a minha visão do meu trabalho. Tenho a ajuda indispensável da Francisca e da Produção da qual só tenho a agradecer.

Quanto à nossa querida Penny, gosto da reviravolta do boy. Vou começar a ler.

Beijinhos

 

Expectativa

EXPECTATIVA DO LIVRO || VALORIZE-SE, ORGANIZE-SE

Olá Nossos Devanienses!

 

Resultado de imagem para organiza se Claudio Ramos

 

O que esperar dum livro de Cláudio Ramos? Não sei. Nunca li nada dele. O pouco que conheço dele é como Apresentador e, confesso que nunca li o seu Blog. O pouco que sei é que, profissionalmente, é irreverente. Parece ser amante da moda e pouco mais. Já ouvi que ele é quase como o Goucha só porque é gay. Tem tudo a ver, Produção…

É o primeiro livro que vou ler dele. Por um lado, gostaria que me fascinasse como os da Fátima Lopes (outra Apresentadora), por outro dispenso mais tentações literárias.

Eu gosto de variar nos géneros literários, mais do que em livros. Eu sei que já toda a gente notou, Francisca, estou a reforçar. Foi assim que descobri que gosto de policiais. Foi através de Ellery Queen. Achava que era uma mulher. Não te rias, Francisca. Produção, alimentem-na.

 

Imagem relacionada

 

Ser bonito não define talento, mas isso não invalida que eu escreva bem. Mas se escrever bem, mais depressa trago-vos até vocês a resenha. Quer dizer, depende do tempo por causa do curso. Veremos…

Segundo o resumo da Fnac  (Que tem mais livros baratinhos. Fnac, não faz isso comigo!): Da casa à roupa, passando pela família e pelo trabalho, partilho consigo dicas, truques e, sobretudo, ensinamentos que reuni em mais de uma década a trabalhar lado a lado com a maior força da natureza, a que consegue superar tudo e vencer, a Mulher. Bem-vinda!

Ao fazer uma rubrica dedicada à mudança de visual e de estilo de vida, travei conhecimento com a realidade de centenas de mulheres portuguesas. Ouvindo-as sem preconceitos ou ideias feitas, percebi que a grande maioria tem tudo para alcançar sucesso pessoal e profissional, apenas não tem as ferramentas para lá chegar.
Foi por isso que resolvi partilhar consigo tudo o que tenho vindo a aprender ao longo de muitos anos a dar formação na área da Valorização Pessoal.
Em Valorize-se, Organize-se! a leitora vai encontrar um livro prático, que a ensina a adaptar os seus sonhos à realidade, sem que isso signifique perder brilho ou criatividade. Um livro onde a realidade do dia-a-dia anda de mãos dadas com energia positiva. Um livro onde todas as soluções estão verdadeiramente ao seu alcance.
O pensamento positivo não lhe resolve a vida, mas pode ter a certeza que a organização diária a torna mais feliz. Sendo feliz, sente-se mais valorizada, e isso depende muito da forma como encara o dia. Porque feitas as contas, o tempo é o que se faz com ele.

 

Resultado de imagem para organiza se Claudio Ramos

 

Gosto dum ponto: Tem um publico alvo, as mulheres. Eu gosto disto. É centrado num nicho e refere quem é esse nicho. Se alguém de fora quiser ler, é outro ponto. Escusam de dizer “Este livro é para todos!”. Esquece, não o é. Casa um tem o seu género.

Gosto que ele refere que o pensamento positivo por si só não resolve nada. De que serve o pensamento positivo se não se passa à acção? Cai do céu só porque somos positivos?

Beijinhos

 

 

Expectativa

EXPECTATIVA DO FILME || SABRINA – DOLLS

Olá Nossos Devanienses!

 

Resultado de imagem para sabrina Dolls

 

O filme é falado em Indonésio. Está presente na Netflix. E faz parte da Saga Dolls. É o primeiro que vamos ver. Não sabemos se faz interferência ou não. Encontramos, porque estávamos à procura de “Boneco Roberto”. Um filme que vamos a meio, mas não mostra interesse nenhum.

Nos filmes com bonecos temos duas categorias: Chuck e Anabelle. O Chuck é o boneco possuído que vemos andar. A Anabelle é a boneca possuída que não vamos andar. Prefiro filmes com crianças que dá vontade de não ter Filhos aos de bonecos. De bonecos é naquela. Vê-se à espera que seja bom. Aliás, nós vemos todos os filmes à espera que seja bom no nosso ponto de vista.

Pelo que dá a entender o trailler, a boneca está associado ao espírito duma mulher. Talvez a Mãe, porque está a cuidar do cabelo da menina, enquanto esta cuida do cabelo de Sabrina. Parece que Vanya foi adoptada e esse casal, perdeu uma Filha chamada Cayla que amava a primeira edição de Sabrina. Por isso, fizeram a segunda para Vanya. Esperam que Vanya goste da boneca. Normal.

 

Resultado de imagem para sabrina Dolls

 

Colocam a criança a jogar “Charlie, Charlie”. Não é possível. E a criança com uns seis, sete anos tem um Ipad. Quem é que inventou que era normal e que as crianças tinham necessidade?! Os Pais criam essas necessidades, porquê? Deixem as crianças brincar com carrinhos, berlindes, nenucos e por ai. Não lhe dêem Ipad e Iphones. Pensem um pouco no que lhes estão a transmitir.

No “Charlie, Charlie” pergunta se Mãe pode vir. Ou seja, a Mãe morreu e quase de certeza é a mulher que lhe penteou os cabelos. Encaixa-se desse modo. Ou alguém que ela acha que é a Mãe. Quando se chama um morto, todos ouvem. Costuma-se dizer.

Diz é inspirado em inventos reais. Marketing puro. Depois pergunta para o Ipad, como se fosse a Mãe, se lhe pode ver. Alguém me diz um benefício que o Ipad traga a uma criança? Não encontro. A Mãe adoptiva aconselha a fazer como ela, quando tiver saudades da Mãe, deve orar por ela. É o mais sensato conselho. Ajuda, acreditem.

 

Resultado de imagem para sabrina Dolls

 

Há estranhos acontecimentos com a Mãe adoptiva de Vanya. Talvez a Mãe não ache piada ao facto de ter sido “substituída”. Não é uma substituição, mas deve ser assim que ela se pode sentir. “Se eu estivesse viva, a minha Filha, não precisaria de ti.”. Pode ser revoltante. Depende da maneira como encaramos a situação.

Todos são possuídos. Todos são atirados. Não estou a ver piada nenhuma no trailler.

Beijinhos

Expectativa

EXPECTATIVA DO FILME || PURGA: ANO DE ELEIÇÕES

Olá Nossos Devanienses!

 

Resultado de imagem para Purga Filme ano de eleições

 

Parece que a Purga continua. “A alma do nosso País está em risco.”. Alguém sensata, parabéns. Não é preciso ser um génio para chegar a esta conclusão. “O expurgo tem como alvo os pobre e os inocentes.”. Não é difícil de entender isso. Embora no filme, a maioria seja paga para não entender.

Porém, há pessoas que mesmo gratuitamente acreditam em coisas sem lógica como a Terra plana. Se fosse real, daria para ver a África a partir do Brasil. Logo, se há vários Terraplanistas, também há-de haver alguém que ache a Purga normal.  É esse o ponto que quero chegar.

 

Resultado de imagem para Purga Filme ano de eleições

 

É normal que uma pessoa que queira acabar um tradição tão ridícula como esta, corra sérios perigos. Faz-me lembrar The American Horror Story – Cult, em que uma mulher candidatou-se contra o que era Chefe do Culto e morreu. A lei da vida é assim. Por isso, dizem “Se não podes com eles, junta-te a eles.”. É triste, mas é assim. Aliás, ela é contra o dia da morte e esse dia estava próximo quando ela proferiu estas palavras que são o mais sensato possível. Quem é a favor, não vai perder tempo.

Este caso não é os Terraplanistas contra quem sabe que a Terra é esférica. O máximo que eles fazem é insultar e escrever de forma errada(Um dos requisitos para ser Terraplanista é não ler para escrever errado). É sério isto, eles escrevem mesmo errado. Houve um que escreveu “eo”. Deve ser no Mundo à parte da Terra plana que se escreve assim. Prefiro a Terra esférica, a escrita é mais bonita. Este caso, são doze horas que se pode matar sem ter penalização. Conseguem entender a diferença? Num caso, o máximo que fazem é escrever errado e insultar. É mais penoso ler erros, quando há uma Gramática e montes de livros para ler que ajudam a escrever correctamente. Noutro caso, corres o risco de morrer e a outra pessoa, automaticamente, não ter consequências. São pontos bem distante.

 

Imagem relacionada

 

Ela candidatou-se, pois foi a única sobrevivente da Família dela. A Purga levou-lhe a Família. Levou a Família como se um jogo se tratasse. E o governo ainda tem a lata de agradecer a participação!

E alguém trair a Senadora é o mais normal nestes casos. O único objectivo daquela noite é sobreviver. Como é possível alguém achar normal?

Um Padre diz “Abençoados sejam os Estados Unidos da América, pelo o Expurgo e pela purificação das nossas almas. Unam-se a mim e acabaremos com o mal.”. Depois de convencer um Padre, tudo é facilitado. Há dezenas de pessoas a ouvi-lo. Como diz Hernâni de Carvalho “A mentalidade é a última coisa a mudar.”.

Beijinhos

Expectativa

PURGA || EXPECTATIVA DO FILME

Olá Nossos Devanienses!

 

Resultado de imagem para Purga Filme

 

Há uns tempos atrás li um artigo do Preto Vermelho  sobre este filme, que já tinha ouvido falar, e deu-me ainda mais vontade de o ver. É um filme recente, de dois mil e treze. Sim, Francisca, dois mil e treze foi à pouco tempo. Tinha a ideia que eram pessoas assassinas mascaradas. Só.

Através do trabalho do Preto Vermelho, já tinha uma ideia mais clara do que era, o que aguçou ainda mais a minha curiosidade. Embora ele tenha escrito que “Apesar de estar cotado como um filme de terror, eu acho que não se encaixa muito nesse “grupo” porque: primeiro, o filme não mete medo nenhum ( como a maior parte dos filmes de terror)”.

Como sabem, eu amo filmes de terror, mas nunca encontrei nenhum que me metesse verdadeiramente medo. Arrepios, sim, mas não muito mais do que isso. Gostaria de encontrar um que me metesse medo. Apesar disso, eu gosto de ser espectadora. Não viveria nem o filme mais banal que não mete medo nem às criancinhas. Porque uma coisa é olhar, outra é viver. Vai uma grande distância.

 

Resultado de imagem para Purga Filme

 

Sendo a sinopse apresentada no Blog Preto Vermelho, o filme apresenta-nos o seguinte:

Em 2022, os Estados Unidos vivenciam os menores índices de criminalidade e desemprego de sua história, tudo devido ao “Expurgo”: um período anual de 12 horas no qual todo e qualquer crime é permitido, com pouquíssimas restrições, e os serviços emergenciais ficam suspensos. A premissa dos criadores da ideia é que isto é uma forma de os humanos liberarem seus instintos assassinos e transgressores, embora críticos afirmem que só os ricos conseguem ficar protegidos durante o período, enquanto que os pobres ficam entregues à própria sorte.

Vamos por pontos. Fala-nos de dois mil e vinte e dois. Estamos em dois mil e dezanove, ou seja, faltam três anos. O que quero dizer, é que estamos muito próximos desse ano, o que nos pode fazer aproximar a essa realidade. Fala-nos que acontece nos Estados Unidos da América, um país bem desenvolvido, o que nos faz arrepiar mais.

Durante doze horas por ano, é permitido qualquer tipo de crime e isso, como o passar do tempo fez com baixasse os índices de criminalidade  e desemprego. Pior de tudo: OS SERVIÇOS DE EMERGÊNCIA FICAM SUSPENSO. Ou seja, quem morre, paciência. É só mais um. Só um número. Sendo eles, estas doze horas servem para os humanos libertarem os seus instintos assassinos e transgressores.  E o maior alvo são os pobres.

 

Resultado de imagem para Purga Filme

 

Quem inventou isto, não é Vegetariano. Desde quando é que temos instintos assassinos?! Bem, eu não tenho. “Somos o topo da cadeia alimentar.”. Claro que sim, acho que se dissermos isso a um leão, ele vai achar muita piada.

Antes que hajam males entendidos, falei que a pessoa não é Vegetariana, pois ser Vegetariano é um estilo de vida que vai mais além do que uma escolha alimentar. É esse o ponto. E na mente deles, como duma pessoa perfeitamente sã, nós não temos um instinto assassino.

Estou aqui a pensar, será que o Canibalismo também é permitido? Como diz qualquer crime. A pessoa aproveita e fica com carne para o ano todo. É menos uma despesa. Será que não foi assim que os ricos do filme ficaram ricos? A carne é cara. Estou a ser irónica, claro. Porém, não deixa de ser um crime.

 

Resultado de imagem para Purga Filme

 

Segundo podemos ler no site da Revista Super Interessante sobre o tema “Instinto Assassino”  podemos ler o seguinte: “O maior estudo já realizado sobre fantasias homicidas, 91% dos homens e 84% das mulheres admitiram já ter pensado (em minúcias) como se livrar de outra pessoa.”. Isto sim, é assustador.

Quem é que se lembra de deixar, todos os anos durante doze horas, todos os crimes liberados com a desculpa de baixar a criminalidade e o desemprego?! Quem é que tem uma cabeça tão doente assim?! Se o Hitler se lembrasse disto, era exactamente a mesma coisa que fez. A diferença era que não era o povo Ariano a matar. Mas eram mortos e escolhidos os mais fracos. Pior, quem votou nesta ideia de loucos? Quem é que achou isto normal? Sim, porque para se tornar lei, mesmo em filme, alguém tinha de dizer “Isto realmente vai resultar e será bom.”.

Faz-me lembrar o Centopeia Humana que se lembraram que seria bom unir todos os reclusos. Não é benéfico para ninguém. Tudo bem que a justiça é um lixo e que poderia-se aproveitar esse dia para, por exemplo, vingar a morte de alguém querido. Porém, esse alguém querido não vai voltar só porque o assassino morreu. A morte não justifica a morte. Pelo menos, para nós não justifica.

 

Resultado de imagem para Purga Filme 2013

 

Falando neste dois casos: A Purga e a morte como vingança. Imaginem estes dois títulos:

Um homem mata uma pessoa

e

Um homem mata o assassino do Filho

Dizem exactamente a mesma coisa, até porque um assassino é uma pessoa. Porém a reacção do público vai ser diferente. Acho que foi assim que conseguiram manipular a cabeça dos apoiantes. Uma coisa é dizer “Noite do Crime.” outra é dizer “Noite de diminuição do desemprego e criminalidade.”. Depende da maneira como é exposto.

Beijinhos

 

Expectativa

EXPECTATIVA DO FILME || SILKWOOD

Olá Nossos Devanienses!

 

Resultado de imagem para silkwood filme

 

Na aula de Planos Específicos de Prevenção de Riscos Profissionais, assistimos a este filme, visto que ele fala sobre a saúde e a segurança no posto de trabalho. Qualquer filme com Meryl Streep tem tudo para ser bom. O filme é de 1985, e a personagem de Streep com o nome de Karen Silwood que deu nome ao filme, queria lutar pela melhoria das condições de trabalho da fábrica onde laborava.

Segundo a sinopse presente na wikipédia : “Karen Silkwood trabalha em uma fábrica de preparação de combustível nuclear da empresa Kerr-McGee perto de Crescent (Oklahoma). Trabalha na preparação de barras de combustível de plutônio para reatores nucleares. Pertence a um sindicato.

Silkwood acredita que os gerentes falsificam informações de segurança e arriscam o bem estar dos funcionários. Karen consulta o sindicato sobre suas preocupações. Viaja a Washington, D.C. para testemunhar perante a Comissão de Energia Atômica dos Estados Unidos.

Silkwood se contamina com plutônio. Também descobre que os negativos das radiografias com raios X das barras de combustível nuclear haviam sido retocadas e que os registros das medidas de segurança inadequadas haviam sido alteradas. Decide levar uma investigação por sua conta. Quando acredita que tenha reunido documentação suficiente, contacta com um jornalista do New York Times. Finalmente Silkwood morre em um acidente de automóvel enquanto participava de uma reunião com o namorado, o jornalista e um dirigente sindical. Acredita-se que ela estava carregando documentos que comprovaram as alegadas falsificações de controle de qualidade de barras de combustível nuclear.”

 

 

Este filme faz-me lembrar outro filme visto neste curso: Erin Brockvich. Ambas dão o nome ao filme e ambas lutam pelo bem do outro. Lutam. Procuram. Tudo à volta da saúde.

Beijinhos

Expectativa

ERIN BROCKVICK || EXPECTIVA DO FILME

Olá Nossos Devanienses!

 

Resultado de imagem para erin brockovich

 

Hoje temos uma participação especial connosco! Tive de lhe pagar bastante, mas por vocês vale a pena. Custou mais do que uma vida. Façamos valer a pena. Convosco e comigo, comigo e convosco a Francisca! Sim, a Francisca é a nossa convidada especial. Quem mais seria?

Na aula de Normativos Legais Aplicados à Actividade Profissional, a Formadora mostrou-nos este filme, pois, segundo a própria tem a ver com a matéria.

Erin Brockvich odeia Advogados, apenas trabalha para eles. Tem três filhos e dois divórcios às costas. Tem um homem no meio. Ele quer que ela arranje um trabalho diferente. não sei o que ele argumenta, mas só por ai não gostei dele. Quem é que ele pensa que é para dizer para ela arranjar um trabalho diferente? Arranja ele e deixa de incomodar.

Erin argumenta que, pela primeira vez na vida dela, as pessoas respeitam-na. Acham mesmo que ela vai perder isso por um homem? Não sabemos, vamos ver.

Baseado em factos. Isso gosto!

Beijinhos

 

Expectativa

AS NOVE VIDAS DE DEWLEY || EXPECTIVA DO LIVRO

Olá Nossos Devanienses ( E Dewley) !

 

Resultado de imagem para as nove vidas de dewey

 

Este livro chamou-me a atenção porque adoro gatos, é o meu animal favorito. São independentes. Como se costuma dizer “Os olhos também comem.”. Os gatos são outro tipo de espírito. São especiais.

Este livro fala da história de Dewley e dos Amigos. “Dewley regressa, com vários Amigos, para partilhar com todos um pouco mais da sua magia.”. Que magia será esta?

Dewley, um gato de Biblioteca ( gosto da ideia) sabia do que as pessoas precisavam. Normal, o gato sente a energia.

 

Resultado de imagem para as nove vidas de dewey

 

Um gato é especial em todas as suas vertentes. Um gato tem o dom de mudar a vida das pessoas se elas quiserem. Os gatos são puros Reikianos.

“Em Nove Vidas de Dewley, Vicky Myron conta novas e fascinantes histórias do seu gatinho. E conta ainda as aventuras de outros gatos, que, como ele, tiveram a capacidade de chegar ao coração dos seus donos e de lhes transformar a vida para sempre.”.

Beijinhos