Expectativa

EXPECTATIVA DO LIVRO || ROMANCE EM AMESTERDÃO

Olá Nossos Devanienses!

 

Ver a imagem de origem

 

Este é o quinto livro do Projecto Choose For me. Nunca li nada deste Escritor, mas estou bastante curiosa. Segundo a Wook podemos ler o seguinte sobre o mesmo:

Tiago Rebelo é um dos romancistas mais brilhantes das letras portuguesas. Na última década manteve uma produção literária constante e os seus livros tornaram-se há muito presença habitual nos lugares cimeiros das principais tabelas de vendas nacionais. Com títulos disponíveis em diversos países, desde o Brasil a Angola e Moçambique, foi igualmente editado em Itália e na Argentina. Depois dos enormes sucessos aplaudidos pelo público e pela crítica, O Tempo dos Amores Perfeitos e O Último Ano em Luanda, o seu útlimo romance, O Homem Que Sonhava Ser Hitler, editado em 2010 pela ASA, é um magistral e absorvente relato de uma face desconhecida da sociedade atual. A par da atividade literária, Tiago Rebelo tem já uma longa carreira de jornalista, sendo atualmente editor executivo na TVI, e escrevendo regularmente para a revista do Correio da Manhã.

Um Escritor Português, é um feito muito raro pelo que têm acompanhado. Não é por algum motivo em especial, simplesmente é o que há nos Não-Lidos. Sim, estou a fazer o grande sacrifício de não ter mais, MAS se alguém me der no Natal…

 

Ver a imagem de origem

 

É um livro que parece comovente. Mais pela capa que eu tenho do que esta que está em segundo lugar.

Na sinopse podemos ler:

Passaram quinze anos desde a última vez em que Mariana e Zé Pedro estiveram juntos – tempo que poderia ter sido suficiente para fazer desmaiar os tons da paixão se os amantes fossem outros, se o sentimento não tivesse calado tão fundo nas suas almas. Mariana imaginara, milhares de vezes, o reencontro; Zé Pedro desesperara por voltar a vê-la. E, sem que nada o fizesse prever, um brevíssimo encontro, numa estação de metro apinhada de gente, vem tornar aqueles quinze anos quase irreais. Quando tudo parecia ter sido aplacado pelo tempo, quando tudo o que acontecera em Amesterdão parecia confinado ao universo das fantasias românticas e do sonho, eis que o passado ressurge e se impõe, com um ímpeto que os esmaga, que lhes revolve o coração. Mas peças no tabuleiro do jogo da vida são múltiplas e, não raras vezes, dotadas de vontade própria. A felicidade, alada e colorida, é tão apetecível quanto caprichosa – e sempre imprevisível.

Vamos ver: Um queria e outro desesperada de tanto querer e demoraram quinze longos anos?! Estou curiosa. O Zezinho e a Miana, que bonito. Já dei apelidos aos meninos, desculpa, Francisca. Faz-me lembrar “A Última Carta de Amor” de Jojo Moyes. O que me deixa mais entusiasmada. Isto dos encontros e desencontros e muito amor e blablabla. Não sei se este blablabla é adultério, Francisca, sinceramente. Vamos dar uma pausa nesse tema.

 

Ver a imagem de origem

 

Vamos ver o que acontece ao Zezinho e à Miana? Sim, Francisca, não é ver, mas sim ler. Grata pela correcção. A Miana e o Zezinho. O Zezinho e a Miana. Espero que seja bonito e que este longos quinze anos tenha amadurecido o amor entre os dois. Espero não chorar. Só peço isso.

Beijinhos

Blogger

TORNOU-SE ASSIM || UM BLOG LITERÁRIO

Olá Nossos Devanienses!

 

Escrito, Gravador, Notas, Caneta, Notebook, Livro

 

Produção, por gentileza, tragam os CheeseBurgers da Francisca e uma Pepsi para mim.

Parece que o Blog tornou-se num espaço literário. Eu desde os meus quinze anos que gosto muito de ler e desde bem nova que adoro escrever. Lembro-me de no Sexto ano estar sempre a entregar textos à minha Professora de Português. O meu gosto sempre foi imenso. Tenho dois livros em e-book por um euro cada que podem pedir no email: lcarinacoelho.8@gmail.com que são fruto do meu eterno gosto.

Foram dois gostos que estiveram sempre dentro de mim. Sempre precisei deles como o meu Porto de Abrigo.

 

Recepção, Livro, Vela, Relógio, Tabela, Estudo

 

Foi devido a esses gostos que o Blog mudou ligeiramente. Ler é muito bom, mesmo que seja por trabalho. Ler é mágico. Preciso imenso de ler e de aproveitar todos os momentos que posso. E porque não partilhar com vocês e ter temas diários com isso? Não posso falhar com vocês: Tanto em termos de horários e frequência como em termos de conteúdo.

Esperamos que tenha mudado para melhor. Entregar para vocês os melhores conteúdos é sempre o nosso objectivo.

Beijinhos

Resenha

RESENHA DO LIVRO || ANNABELLE

Olá Nossos Devanienses!

 

Wook.pt - Annabelle

 

Primeiramente, Produção tragam, por gentileza, os CheeseBurgers da Francisca e uma Pepsi para mim.

Eu li estas trezentas e vinte e sete páginas em dois dias! Eu adorei o livro. Este livro lançou Lina Bengtsdotter para o patarmar dos meus Escritores na Friend Zone. Fiquei fascinada com o trama do princípio ao fim. Agradeço imenso à Planeta por este envio, pois identifiquei-me bastante. Fiquei muito rendida. O trama em si tem uma grande reviravolta. Entrega-nos muita coisa antes dos personagens, mas outras coisas entrega-nos ao mesmo tempo.

Vou dar um exemplo, antes da Escritora mostrar às personagens quem eram a Rosa e a Alice, já dava pistas ao leitor.

 

Resultado de imagem para Lina bengtsdotter

 

Annabelle é um livro incrível de mais para não ser lido. Não é de todo um policial banal. É um policial real. Quantas pessoas não fugiram do seu passada? Quantas pessoas não querem fugir do seu passado?

Uma questão que eu fiquei ao longo do livro, até apontei no mesmo: Toda a gente daquela aldeia fuma?! Qualquer coisa era “Criancinha fuma o seu cigarro.”. “A Filha mais nova de tal fuma o seu cigarro.”. “Você é uma Polícia fixe, pois deixa-me fumar com treze anos.”. Claro, não é Filha dela. Parecia uma aldeia Portuguesa, onde as criancinhas fumas e dizem palavrões. Poderá ser considerada uma aldeia normal? Fica a dúvida.

A dada altura, a criancinha fumadora disse que tinha inveja de Annabelle, pois deveria estar bem longe e o sonho dela era sair daquela aldeia.

 

 

Houve uma parte do trama que Colega de Charlie Lager questionou-se se lá na aldeia só tinham brincadeiras estúpidas quando esta lhe disse que usavam o jogo da faca para se divertirem e do desmaio. Este Colega é da cidade e perguntou-se em que século é que aquela aldeiazinha parou. Não era normal.

Nada naquela aldeia era normal. Também isso prende o leitor. Estamos sempre à espera dum “jogo” mais bizarro do que outro.

E claro, ninguém, em plena consciência, gostaria de criar um Filho ali. As crianças fumam, consomem drogas, bebem, saem até tarde, têm brincadeiras estúpidas como o Jogo do Desmaio, dizem palavrões e tudo isto e muito mais, naquela aldeia é normal. Gostaria de ter um Filho nestas condições? Pense com carinho…

 

Ver a imagem de origem

 

Não, Francisca, não é só o choque que prende o livro. Não é só aquela frase constante “Estas crianças não têm Pais? Estas pessoas não têm consciência?!”. A Escritora tem uma escrita tão linda como ela própria. Como vêm pelas fotografias, Lina Bengtsdotter é super linda.

Há muitas estórias juntas que se junta. Fantástico.

Outro pormenor importante: Toda a aldeia foi atingida por uma epidemia que atingiu homens e mulheres: Machismo!

Se gostas dum bom policial, este é sem dúvida a melhor escolha. É livro excelente e com uma escrita brilhante. A trama prende, também as partes chocantes. Tudo muito bem encaixado. Brilhantemente, mesmo. Eu disse que aquele povo não tinha aptidão para ter Filhos, mas essa mesma população encaixa-se super bem na estória. Não poderia ser outro tipo de pessoas. Não poderiam ser citadinos. Adorei mesmo.

Beijinhos

 

 

Livros

LIVROS || SERÁ UMA PAIXÃO?

Olá Nossos Devanienses!

 

Livro, Páginas Do Livro, Leitura, Rosas, Romântico

 

Querida Produção tragam, por gentileza, os CheeseBurgers da Francisca e uma Fanta de Laranja.

Eu comecei a gostar de escrever e só mais tarde veio o gosto pela leitura. Eu cheguei ao cúmulo de colecionar os livros de “Uma Aventura” e se li dois, foi muito. Não me chamavam nada a atenção.

Só no Secundário, Décimo ano, descobri o meu gosto pela leitura. Foi graças à minha Melhor Amiga da altura. Ela emprestou-me os livros de Andrews.

 

Ver a imagem de origem

 

A minha Irmã era muito novinha (1-2 anos) e riscou um dos livros e a tal menina ofereceu-me os livros. Gostei bastante e a partir dai o meu gosto  foi aumentando. Hoje sou viciada. Tenho mais de quatrocentos livros e gostaria de ter mais sessenta.

Se me quiserem oferecer, já não me faço de difícil. Um dia, vou para o Céu dos Livros e vou poder ler todos em paz.

O meu sonho é ter, pelo menos, uma parede cheia de livros. Sim, eu adoro a Bela e o Monstro e adoro ver tantos livros juntos. É o meu sonho, mesmo!

Vivam de livros!

Beijinhos

Expectativa

EXPECTATIVA DO LIVRO || ANNABELLE

Olá Nossos Devanienses!

Confissões Duma Leitora

LIVROS QUE QUERO || TENHO MAIS DE DUZENTOS PARA LER

Olá Nossos Devanienses!

 

Telefone, Móveis, Smartphone, Em Branco, Digital

 

Primeiramente, Produção mais encantadora tragam, por gentileza, os CheeseBurgers da Francisca e uma limonada para mim.

Vim aqui fazer uma confissão para vocês como leitora. Eu amo ler, mas eu só tenho lido para vocês. Por outras palavras, leio com tempo limite e dá sempre resultado a artigos. Já não me lembro de ler por ler. Eu olho para a quantidade de livros para ler, duzentos e tal, e depois penso nos livros que quero ter e não estão ali. Fico triste. A lista é grande. Quase sessenta. É verdade. O mal geral de muitos leitores, certo? Há tantos livros que não tenho e parecem tão emocionantes. Tão maravilhosos. Tanta vontade de os ler. Como os que tenho para ler, claro. Eu respiro e penso “Primeiro lês os duzentos e tal. PRIMEIRO.”. Vou deixar a lista convosco.

 

Escrito, Gravador, Notas, Caneta, Notebook, Livro

 

  1. Matadores, Hêrnani Carvalho;
  2. Como Identificar um Psicopata;
  3. O Diário dum Psicopata;
  4. O Teste do Psicopata;
  5. Psicopatas do quotidiano;
  6. Mulheres que amam Psicopatas;
  7. Psicopatas criminosos e não criminosos;
  8. O mal disfarçado de bem;
  9. Psicopatas Portugueses;
  10. O que podemos aprender com Psicopatas;
  11. Raparigas como nós, Helena Magalhães;
  12. A Mulher do meu Marido;
  13. Te devo uma, Sophie Kinsella;
  14. Lugares Escuros, Gillian Flynn;
  15. It 1, Stephen King;
  16. It 2, Stephen King;
  17. O quarto de Jack;
  18. A história de Lisey, Stephen King;
  19. O lar da senhora Peregrine para crianças peculiares;
  20. A cúpula, Stephen King;

Loiro, Loira, Menina, Grama, Outdoor, Pessoa, Leitura

 

  1. A menina que não sabe ler;
  2. Queres casar comigo todos os dias?, Pedro Chagas Freita;
  3. Rainha Vermelha, Victoria Aveyard;
  4. Entre dois Mundos, Suzan Saxman;
  5. A Terra, o meu rabo e outras coisas grandes e redondas;
  6. O livro dos Espelhos; Chirovici;
  7. Você é insubstituível, Augusto Cury:
  8. Conquistada até Terça, Catharine Bybee;
  9. O Vale das bonecas;
  10. Estive em Lisboa lembrei-me de ti;
  11. Estou pelos cabelos;
  12. Como encontrar um livro depois dos 40;
  13. Daisy e o amor sem filtros;
  14. Até que o amor nos separe, José Gameiro;
  15. O cérebro masculino, Louann Brizendine;
  16. Um Marido faz de conta, Julia Quinn;
  17. A rapariga do comboio;
  18. O diário da minha Melhor Amiga, Jill Abramson;
  19. Boas notícias, mas más notícias;
  20. 3 Verões, Júlia Glass;

Leitura, Livro, Menina, Mulher, Pessoas, Sol, Verão

 

  1. O que seria de mim sem ti?, Guillaume Musso;
  2. Um Mundo de pernas para o ar, Elan Mastain;
  3. Este livro ama-te, Pewdiepie;
  4. A fuga de Auschwitz;
  5. A culpa é das estrelas;
  6. Uma vida de cão, John Grogan;
  7. Miúda Online 2;
  8. Segredos do Passado, Debora Smith;
  9. A tatuagem de Auschwitz;
  10. Eu estive aqui, Gayle Forman;
  11. Uma herança de amor;
  12. Viver aleija, Ricardo Araújo Pereira;
  13. Como matar o Marido, Kathy Lette;~Estou na tua, Lucy Clarke;
  14. Destinos Quebrados, Sofia Silva;
  15. A fórmula do amor, Helen Hoang;
  16. Bem-vindo a Joyland, Stephen King;
  17. O Cemitério, Stephen King;
  18. Diz-lhe que não, Helena Magalhães.

 

Recepção, Livro, Vela, Relógio, Tabela, Estudo

 

Sim, Francisca, dá quase o desespero. Onde encontramos tempo para ler todos os livros que queremos? Quantas vidas precisamos? Eu quero passar o resto da minha vida lendo. Sim, Francisca, comendo e escrevendo. Cinquenta e oito livros! Estou pasmada. Estou maravilhada. Que livros mais lindos! Estes são os livro que eu quero ter, mas eu tenho mais de duzentos para ler. É triste? É triste. mas ao menos tenho livros para ler. A vida deveria ter mais livros. MUITOS MAIS LIVROS!

Beijinhos

Resenha

RESENHA DO LIVRO || UMA PROMESSA DE FELICIDADE

Olá Nossos Devanienses!

 

Ver a imagem de origem

 

Um livro cheio de temas que nos faz pensar. Li em quatro dias estas duzentas e sessenta e nove páginas.

Produção mais linda tragam, por gentileza, os CheeseBurgers para a Francisca e uma limonada para mim.

Margaret e Patrick. Toda a estória centraliza-se neles. Passaram por várias coisas que poderiam acabar com o casamento deles. Amores e desamores. Se houve adultério, Francisca? Eu achei que essa parte iria mais longe. Esperava que fosse.

 

Ver a imagem de origem

 

Temos mais dois livros dela para ler. Testemunho e Casamento em Dezembro. Gosto do que ela transmite. Gosto da maneira que ela escreve.

Este livro é mais actual. No século dezanove. 

A Margaret passou por muito, mas o Patrick não ficou atrás. Se tivesse de TPM, choraria.

Beijinhos

Toda a gente menos eu

ESCRITORES QUE TODA A GENTE LÊ || MENOS EU

Olá Nossos Devanienses!

 

Escritor, Sombra, Homem

 

Vamos lá dizer-vos que Escritores eu não leio de todo. Não gosto de todo. Como há géneros que não gosto. É um dos direitos que tenho como leitora. Não gosto, não leio. Simples.

Lesley Pearse

Se li cinco páginas desta Escritora foi muito. Foi graças a ela que achei que não gostava de Romances Históricos. Graças a Jojo Mayer percebi que o problema não era o género, mas sim não me encaixar na escrita de Lesley Pearse.

 

Margarida Rebelo Pinto

Só li um livro dela até ao fim e ainda o tenho, porque me foi oferecido por uma pessoa muito especial para mim. Caso contrário, nem tocaria. A escrita dela nada me diz.

 

Stephen Meyer

Dos livros dela eu fico longe. Um desperdício. A J. K. Rowling foi recusada por, pelo menos, doze Editoras e é muito boa. E aceitaram a Meyer. É a diferença entre comercial e qualidade. Como diz no livro “Em Parte Incerta” “O que é gratuito vence ao que é melhor.”.

 

Eu fujo destes três Escritores a sete pés. Podem ficar com todos os livros delas. Não é porque gosto de ler que tenho de gostar de todos os Escritores.

Beijinhos

Expectativa

EXPECTATIVA DO LIVRO || UMA PROMESSA DE FELICIDADE

Olá Nossos Devanienses!

 

Resultado de imagem para Uma promessa de felicidade

 

O terceiro livro do Projecto Choose for me. O terceiro de sete. Um dos meus livros de Julho. Duzentas e sessenta e nove páginas. Outro de Anita Shreve.

Podemos ler o seguinte na sinopse:

Margaret e Patrick estão casados há apenas alguns meses quando decidem partir para o Quénia, convencidos de que irão viver uma grande aventura em África. No entanto, Margaret depressa se apercebe de que não conhece os costumes complexos do seu novo lar e tão-pouco o homem que tem ao seu lado.
Quando, certo dia, um casal inglês os convida para escalar o monte Quénia, eles aceitam, entusiasmados, o desafio. Porém, durante a árdua subida, ocorre um terrível acidente e, no rescaldo da tragédia, Margaret ver-se-á enredada numa teia de dúvidas sobre o que se passou realmente na montanha. Estes acontecimentos, que a irão afectar profundamente, terão consequências indeléveis no seu casamento.

Uma Promessa de Felicidade retrata-nos a relação de um casal, o impacto definitivo da tragédia e a natureza esquiva do perdão. Com uma linguagem soberba e uma enorme profundidade, Anita Shreve conduz-nos pelas paisagens exóticas de África, numa viagem até ao interior de nós mesmos.

 

Resultado de imagem para Anita Shreve

 

Parece que vou conhecer o Quénia. Parece mais actual do que o anterior que eu li. Parece um casal bem amoroso. Pode ser só por causa dos nomes deles. Estão-se a conhecer e nunca irão acabar de se conhecerem. Francisca, não sei se terá adultério. Terá?

Produção mais fofa, os Cheeseburgers da nossa querida Francisca, por gentileza, e uma laranjada para mim sem açúcar, nem gelo.

Espero bastante deste livro. Espero muito mesmo. Espero um ar fresco.

Beijinhos

 

 

Livros Extras

LIVROS EXTRAS || O QUE SÃO?

Olá Nossos Devanienses!

 

Livros, Pilha, Loja De Livros, Pilha De Livros, 2ª Mão

 

Primeiramente, Produção mais encantadora, tragam, por gentileza, os CheeseBurgers da nossa adorada Francisca e uma limonada para mim.

O que são os livros extras?, perguntarão vocês.

No entanto, os Livros Extras servem para encher chouriços para se ter uma meta mais bonita, com um número maior. São livros com menos de duzentas páginas que se lê bem num dia ou menos. Não quer dizer que sejam livros maus por servirem para encher chouriças, simplesmente são mais pequenos e dão para aumentar o número da nossa meta, só. Nada mais, nada menos do que isso.

 

Mulher, Estudando, Aprendizagem, Livros, Leitura

 

Por exemplo, vou deixar-vos aqui a lista dos meus livros extras:

  • Império de Brandos Costumes, António Sala. Este livro vou ler no final de Julho, início de Agosto;
  •  Maddie – A verdade da mentira, Gonçalo Amaral. Vou lê-lo no final de Agosto, início de Setembro;
  • Os Marginais, S.E. Hinton;
  • A Dama de Negro, Gaston Leroux;
  • A casa vazia, A. Conan Doyle;
  • O Clube dos Poetas Mortos, N.H. Kleinbaum;
  • Alice no País das Maravilhas, Lewis Carroll;
  • Histórias Extraordinárias, Edgar Allan Poe;
  • Arrepiantes, Kevin Crossley-Holland;
  • Tia Guida, André Fernandes.

 

Livros, Biblioteca, Quartos, Escola, Estudo

 

Como vocês sabem, eu participo no Projecto Choose For Me, onde uma pessoa aleatória escolhe os livros que vamos ler nesse mês, o número que nós pedimos. Quando consigo acabar esses livros, leio um dos Extras só para aumentar o número.

Por outras palavras,  são livros para ler e aumentar a meta quando os livros do Projecto Choose For Me acabam. Ao serem curtos, dão para ler num dia ou menos e em vez de ter, por exemplo, sete livros atingidos para a meta, tenho oito ou nove.

Em conclusão, não deixam de ser livros bons. São simplesmente, Livros Extras.