Sociedade

“EU NÃO SABIA.” || FRASE DESNECESSÁRIA

Olá Nossos Devanienses!

 

Paragem De Autocarro, Autocarro, Esperando, John Cleese, Preocupação, Preocupado

 

Ás vezes, andar de autocarro dá ideias para artigos. Como o Blog é Lifestyle tudo dá para criar um texto. Acontece cada coisa nos autocarros de Portugal que mais vale andar de phones bem altos para não ouvir tantos disparates.

Estava uma jovem a ouvir música no lugar dos prioritários. Tinha um casaco vestido a tapar a mala que tinha no colo.

Uma mulher bem mais velha, talvez o dobro da idade ou mais. Deu-lhe um encontrão que até a mim me doeu e disse com um tom de quem não sabe o que é educação. O dialogo foi mais ou menos o seguinte:

-A senhora tem de sair dai para eu me sentar.

(Eu fiquei do género “Está a chamar de senhora quando a menina tem, à vontade, metade da sua idade?”. Só me dava vontade de rir. )

-Porquê?, questionou a moça muito descontraída.

-A senhora tem de sair dai, já mandei!

-Sim, mas porquê? E já agora chamo-me Gabriela (Nome fictício) e não “senhora”.

-Eu já mandei, minha senhora!, exaltou-se, Esse lugar é prioritário. Saia já dai para eu me sentar.

A moça levanta-se, de forma descontraída. Tira a mala da frente. Aparece um barrigão que não dava para negar que estava grávida.

 

Vestido, Olhos, Cabelo, Lábios, Natureza, Pele, Posição

 

-Claro, sente-se. Uma vida vale mais do que duas, não é verdade?

-Ah, eu não sabia. , disse em tão seco., Então sente-se.

-Mas tem de saber? É a Mãe? Você não tem nada a ver com a minha vida. Não queria tanto sentar? Sente-se!

-Vocês, jovens, são muito mal educados!

E eu pensei, mas rejuvenesceu. Não era velha à cinco minutos?

A pessoa de trás, cedeu o seu lugar à Gabriela.

 

Mulher, Velho, Enrugado, Mulher Velha, Retrato, Vovó

 

Juro que me queria rir daquela frase tão rídicula! “Eu não sabia!”. Cada um com a sua vida! Grávida do ano! Não usem essa frase, é só rídicula! Basta falarem com bases. Saberem do que estão a falar. Não digam o que querem e depois usem essa frase como tábua de salvação.

Seria mais simples, questionar com educação quem não era prioritário e lhe poderia ceder o lugar. Não haveria essa frase. Não haveria má educação. E a Grabriela foi super calma e educada. Manteve a postura. Há um tipo de gente que não vale a pena.

Vale a pena, infelizmente pelas piores razões às vezes (como este caso), ter o passe, pois fico sempre com temas.

Beijinhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *