Sociedade

PESSOAS SEM NOÇÃO || PESSOAS BLOQUEADAS

Olá Nossos Devanienses!

 

Mídias Sociais, Facebook, Smartphone, Iphone, Celular

 

A Internet está cheio de pessoas sem noção. Pessoas com uma mentalidade tão pequena que dizem que és infantil só porque és mulher e bloqueias um homem. Aquele grande ser superior. Aconteceu dois episódios recentemente que fizeram com que tivesse ideia para este artigo. Há dois tipos de pessoas com necessidade de incomodar: as que tu dizes que cumpriram o objectivo e param e os que se sentem ofendidos por dizes que estão a incomodar. Essas pessoas sentem-se na obrigação de te incomodar e se alguém refere tal facto, ficam muito chateados.

Apanhei um desses no Facebook. Quando ele ia começar a escrever um textão, bloqueei. Não sou obrigada a aturar. Há pessoas que só porque não estão a trabalhar, acham que toda a gente não trabalha. Mas isto não ficou por aqui. Esta pessoa sentiu-se na necessidade ir incomodar, por mensagem,  através da minha fan page de trabalho. De trabalho. Exactamente como aquela pessoa que decide te trair e depois vai para a porta do teu trabalho com um ramo enorme de flores. Para quê que serve aquele ramo de flores? Para comer? Não serve para nada. Nem para os mortos, porque os mortos estão mortos e não querem saber de flores.

Mandem mensagem para alguém que vocês têm valor, que gostam de vocês. Mandem mensagem a falar do trabalho de alguém que vocês acompanham. Não mandem mensagem para incomodar! Se a pessoa não te conhece de lado nenhum e tu não acompanhas o trabalho dela ( refiro-me a Youtubers, Blogger, Actores, etc), não incomodes! Só tens de ser bloqueado!

 

Salmão, prato, comida, refeição, peixe, frutos do mar, prato

 

Para quem não sabe, no passado dia quatro deste mês fiz cinco mês sem carne. Sim, eu não como carne há cinco meses. Escrevi no meu perfil pessoal do Facebook e na fan page. Partilhei convosco esta minha vitória. Reparem bem: MINHA!

Porém, há pessoas com a mentalidade parada no século XV, riem-se de posts como:

X tempo sem fumar.

X tempo sem beber leite de vaca.

X tempo sem beber café.

X tempo sem comer carne.

X tempo sem beber bebidas alcoolicas.

Ou seja, se alguém partilha algo que nos orgulha porque é bom para nós, tem de haver algum retrogrado a rir-se ou a dizer que só queremos influenciar.

 

Aperitivo, salmão, canape, queijo, biscoito, cozinha

 

Houve uma pessoa que já deveria ter sido há muito tempo, pois para o que servia, já serviu, riu-se do meu post. Questionei em privado qual era a piada. Até disse que eu pago o que como (Não entendeu). Depois soltou a frase tipica duma Seita como a da EDP Chinesa “Não comas, pois mais sobra para mim.”. Sim, há um grupo de pessoas com a mente pequena com o lema de vida “Tens de comer o que eu como.”. Já ia bloquear e ele soltou a seguinte frase “Influencia muita gente para o preço da carne baixar.”.

Há pessoas com a mente parada no século XV que pensam que quando partilhas coisas boas da tua vida estás a tentar influenciar. Seria bom se resultasse, visto que eu não fumo, nem bebo café. Pessoa que já não serves para nada já há uns anos, eu pago o que como, eu importo-me com o que eu como. Eu não pago o que tu comes, eu não me interessa minimamente o que tu comes. O ser humano não é o único animal que pode ter cancro. Tu comes o que quiser. Não és nada para mim, logo não me interessa.

Aprendam: Se eu partilho algo que me orgulho, não para tu imitares. Simplesmente, não estejas à espera que eu pague a carne que tu comes. Portanto, se eu não pago, não me interessa. É difícil de entender? Se é, só lamento.

Beijinhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *