entrevista

ENTREVISTA || SARA CANHOTO

Olá Nossos Devanienses!

 

Healthy Food & Me

 

  1. O que achas do Setembro Amarelo? Achas um tema útil a ser pensado?

Acho que todos os temos que, de alguma forma, disturbem e prejudiquem a sociedade e a saúde humana são úteis a ser pensados e apoiados. O suicídio é um deles. Infelizmente é cada vez mais recorrente e nunca é demais ajudar e apoiar quem se encontra em situações bastante complicadas.

  1. Achas que há alguma relação entre uma alimentação mais saudável e uma mente sã?

Completamente! Corpo e mente estão interligados, se um não estiver bem, a outra parte também não irá estar. A partir do momento em que cuidado do nosso corpo, da nossa “casa”, a nossa mente também irá ser nutrida e cuidada. Pessoalmente noto imenso! Quando me passei a dedicar mais a uma alimentação mais saudável, passei automaticamente a pensar mais em mim e, consequentemente, no meu estado de espírito.

  1. O teu estado espirito foi um dos motivos para mudares de alimentação ou, pelo menos, ajudou?

Espírito e físico. Com a fibromialgia, tanto a parte espiritual como a física foram completamente abaixo. Quando fui acompanhada por uma naturopata e com medicina quântica, fui lentamente mudando a minha alimentação e ganhando qualidade de vida. Passei de não conseguir fazer nada, a conseguir superar-me em diversas maneiras e após dois anos, ainda me estou a superar e a conseguir ser cada vez mais “normal” e capaz.

  1. Desculpa a redundância, mas és mais feliz desde que te tornaste vegan?

Sim! A primeira parte da felicidade veio com o facto de saber que estou a ajudar o planeta, a salvar vidas e a salvar-me, claro. A felicidade quanto à qualidade de vida veio depois. A partir do momento em que nos sentimos mais leves, mais autónomos e mais auto conscientes, somos mais felizes. Por isso, a resposta é definitivamente sim.

  1. Como Vegana, achas que a tua mudança de vida ajudou a tua saúde?

Sem dúvida nenhuma. Aliás, foi a minha salvação. Já não estava a conseguir ter vida de quem tinha os seus 20’s mas sim de quem tinha 80’s. Não abria garrafas de água, não conduzia, não dormia, enfim! Agora, estou na Dinamarca, a trabalhar, a aprender uma nova língua e a andar de bicicleta todos os dias. Não é preciso dizer muito mais, pois não?

 

  1. Há quem diga que os Veganos são urbanos –depressivos. Nada de mais errado, certo?

Acho que é só mais uma forma de nos tentar fazer de tontos e de que somos exagerados e que não vamos a lado nenhum. Não querendo ofender ninguém, quando sabemos que alguém tem razão, mas não queremos dar o braço a torcer, tornamo-nos agressivos e defendemo-nos. Penso que seja o caso. Todos sabem que o veganismo ajuda de alguma forma. Mas também sabemos que muitos não têm coragem e/ou força de vontade de tentar e de ver por si mesmo os benefícios deste estilo de vida. Agora em tom brincadeira, um vegano facilmente fica deprimido ao saber como as coisas são feitas ao nível da agropecuária, pescas e afins, será que é isso a que eles se referem? (ahaha)

  1. Mudar o tipo de alimentação, nem que seja o mais perto do Vegetarianos está-se a tornar mais importante de dia para dia para ti? No sentido em que as doenças mentais são as doenças mais comuns hoje em dia.

A meu ver, retirar alimentos desnecessários como os fumados (altamente cancerígenos) e os lácteos, já era um passo enorme e com o qual se veriam imensas diferenças. Infelizmente as coisas são feitas com base no dinheiro e não da saúde. Não vou estar aqui a dizer o porquê de se dever ou não beber leite e comer queijo, mas o ser humano tem tendência a reger-se pelas tradições e pelo “se outros fazem assim, então eu também devo fazer”, sem pensar realmente nas suas escolhas. Existe muita má informação e muita má intenção e, honestamente, a população poderia ser tão mais saudável sem estas duas situações.

  1. Como Blogger Vegana achas que tens uma mensagem mais profunda para dar devido ao que passamos hoje em dia, onde as doenças mentais são mais comuns?

Eu não acredito que tenho uma mensagem mais profunda. Cada um tem algo importante a dizer, cada um no seu contexto. Eu apenas pretendo mostrar que é fácil, fazível e que tem benefícios o estilo de vida vegano. No meu caso, tenho o exemplo da minha doença cronica que neste momento está controlada, sem quaisquer medicamentos. As doenças mentais não são diferentes. Corpo são, mente sã.

  1. Quais são, na tua visão, os factos chave para prevenir o suicídio?

Nunca estive nem conheci alguém numa situação semelhante, mas penso que apoio e estabilidade psicológica e emocional são os mais importantes. Hoje em dia, vivemos em constante pressão e contra o relógio. Temos de trabalhar para sobreviver, mas ao fazer isso, deixamos de ter tempo para viver, para nos nutrir e cuidar e para aproveitar realmente a vida. É um ciclo vicioso. Ao não se ter tempo, não queremos perder ainda mais a pensar no que devemos fazer para cuidar de nós, estando a alimentação incluída. Neste momento, as coisas estão feitas para se sobreviver e não viver.

  1. Que mensagem queres deixar aos Leitores sobre a prevenção do suicídio e da sua ligação com o Veganismo e Vegetarianismo?

Que para além de muitos médicos e entidades supostamente “conceituadas” não aprovarem técnicas e estilos diferentes, sejam mente aberta. Ninguém sabe tudo! Ninguém tem razão em tudo! Mas quando há evidências de algo, devemos pesquisar e tentar perceber se realmente faz sentido, pela nossa cabeça.

Existem cada vez mais pessoas que saíram do fundo do poço através de mudança no seu estilo de vida: alimentação e tempo para se cuidar (mental e fisicamente). Nós não existimos neste momento apenas para cá estarmos. Cada um tem uma função e uma infinidade de possibilidades a serem exploradas. A sociedade está decadente, mas não temos de ir atrás dela!

Aconselho que comecemos a pensar pela nossa cabeça, por fazermos escolhas a partir do que realmente precisamos e não do que devíamos precisar. Menos é mais! E o nosso corpo até é bem fácil de cuidar: repouso, comida que realmente precisa e tempo de abstração/foco.

Se te encontras numa situação complicada e sentes que não consegues sair dela, pede ajuda. Ninguém consegue viver sozinho. Somos seres que precisamos de ajuda, vivemos em comunidade. Tudo se resolve, menos a morte. Há que ser corajoso durante alguns segundos e dizer “não estou bem, podes ajudar?”. Isto aplica-se a amigos, família ou médicos. Dirige-te a alguém em quem confies e confia que essa pessoa te queira ajudar. Não é fácil pedir ajuda, é tão mais fácil fingir que não existimos e que o tempo passe, na esperança de algo mudar, mas não muda.

Não desistas de ti, tu vales a pena, acredita, mesmo que não o vejas. Força!

 

 

 

Muito obrigada por esta oportunidade, estou mesmo muito agradecida!

 

Blog: https://www.healthyfoodandme.com/

Instagram: https://www.instagram.com/sarapcanhoto/

 

Beijinhos

68 thoughts on “ENTREVISTA || SARA CANHOTO

  1. I’ve been browsing online more than three hours today, yet I never found any interesting article like yours.

    It is pretty worth enough for me. In my opinion, if all web owners and bloggers made good content as you did, the net will be a
    lot more useful than ever before.

  2. I have been browsing on-line greater than 3 hours these days, yet I by no means found any fascinating article like yours.
    It is beautiful worth sufficient for me. In my view,
    if all web owners and bloggers made just right content as you did, the internet will probably be a lot more
    helpful than ever before.

  3. Just wish to say your article is as amazing.
    The clearness in your publish is just great and that i could assume you are knowledgeable on this subject.
    Fine with your permission let me to snatch your RSS feed
    to keep updated with imminent post. Thanks
    a million and please continue the gratifying work.

  4. I was recommended this website by my cousin. I am not sure
    whether this post is written by him as no one else know such detailed about my difficulty.
    You are amazing! Thanks!

  5. Hello! Someone in my Facebook group shared this website with us so
    I came to take a look. I’m definitely loving the information. I’m bookmarking and
    will be tweeting this to my followers! Wonderful blog and fantastic design and style.

  6. Hey I know this is off topic but I was wondering
    if you knew of any widgets I could add to my blog that automatically tweet my newest twitter updates.
    I’ve been looking for a plug-in like this for quite some time and was hoping maybe you would have some experience with something like this.
    Please let me know if you run into anything. I truly enjoy
    reading your blog and I look forward to your new updates.

  7. Remarkable issues here. I’m very satisfied to see your article.
    Thank you a lot and I am taking a look forward to touch you.

    Will you please drop me a e-mail?

  8. Hey! This is kind of off topic but I need some help from an established blog.
    Is it very difficult to set up your own blog? I’m not
    very techincal but I can figure things out pretty quick.
    I’m thinking about creating my own but I’m not sure
    where to start. Do you have any points or suggestions?
    Appreciate it

  9. Have you ever thought about including a little bit more than just your articles?
    I mean, what you say is valuable and all. But think of if you added some great visuals or video clips to give your posts
    more, “pop”! Your content is excellent but with images
    and videos, this website could definitely be one of the best in its niche.
    Superb blog!

  10. I blog often and I seriously thank you for your content. The article has truly peaked my interest.
    I will book mark your blog and keep checking for new details about once per week.
    I opted in for your Feed as well.

  11. Hello! I know this is kinda off topic but I was wondering if you knew where I
    could get a captcha plugin for my comment form? I’m using the same blog platform
    as yours and I’m having difficulty finding one? Thanks
    a lot!

  12. It’s perfect time to make some plans for the future and it
    is time to be happy. I have read this post and if I could I desire to suggest you some interesting things or advice.
    Perhaps you can write next articles referring to this article.
    I want to read more things about it!

  13. Thank you for another excellent post. The place else may just anyone get that type of information in such an ideal way of writing?
    I have a presentation next week, and I’m at the look for such info.

  14. I feel this is one of the such a lot significant information for me.
    And i am happy studying your article. However should statement
    on few common issues, The website style is
    great, the articles is in point of fact great : D. Good task, cheers

  15. Hi there! I could have sworn I’ve been to this blog before but after looking at
    some of the posts I realized it’s new to me.
    Anyways, I’m definitely delighted I found it and I’ll be book-marking it and checking back often!

  16. Wow that was unusual. I just wrote an very long comment but after I clicked submit my comment didn’t appear.

    Grrrr… well I’m not writing all that over again. Anyhow, just
    wanted to say great blog!

  17. great put up, very informative. I’m wondering why the opposite specialists of this
    sector do not notice this. You must proceed your writing.
    I am confident, you’ve a huge readers’ base already!

  18. Greate article. Keep writing such kind of info on your blog.

    Im really impressed by it.
    Hello there, You’ve done an incredible job. I will certainly digg it and
    in my opinion recommend to my friends. I’m sure they’ll be benefited from this web site.

  19. Hello I am so thrilled I found your weblog, I really found you
    by mistake, while I was looking on Bing for something else,
    Nonetheless I am here now and would just like to say thanks for a tremendous post and a all round interesting
    blog (I also love the theme/design), I don’t have time to read it all
    at the minute but I have book-marked it and also added your RSS feeds, so
    when I have time I will be back to read more, Please do keep up the awesome work.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *