Expectativa

EXPECTATIVA DO LIVRO || NO BUNKER DE HITLER

Olá Nossos Devanienses!

 

Resultado de imagem para no bunker de hitler

 

Produção mais maravilhosa tragam, por gentileza, os Cheeseburgers da Francisca e uma limonada para mim.

A Guerra e Paz enviou-me este livro que tem tudo para me deixar rendida. Vou trabalha-lo com toda a dedicações, pois é um tema que me fascina: A Segunda Guerra Mundial. Não pela Guerra em si, claro. Uma monstruosidade que nem deveria existir. Tal como as Touradas.

“Quando e como é que Hitler percebeu a derrota?”

Sabiam que este ser era de Touro? Nem parece. Porém, vendo por essa parte da Louca dos Signos, deveria ser uma pessoa tão teimosa que só mesmo quando perdeu admitiu a si próprio. Há uma diferença entre saber que se vai ser derrotado e admitir a nós próprio esse acontecimento. Eu, como Taurina, acho difícil admitir a mim própria. Dá problemas.

 

 

A sinopse diz-nos o seguinte:

Quando e como é que Hitler percebeu a derrota? O inferno dos últimos dias.

 Uma destruição de proporções inigualáveis marcou os últimos meses do Terceiro Reich, na Primavera de 1945. Aos inevitáveis horrores de uma derrota, somou-se a recusa de Adolf Hitler em se render até que o último homem caísse. Esta é uma vibrante reconstrução dos momentos que antecederam a queda de um dos mais infames regimes políticos da história, dando particular atenção à terrível Batalha de Berlim e à atmosfera claustrofóbica do bunker do Führer durante os últimos dias da guerra.

Com uma prosa cativante, o historiador alemão Joachim Fest narra como, indiferente ao destino dos alemães, Hitler ordenou a destruição de infra-estruturas essenciais e atirou as tropas para a morte, mesmo sabendo da certeza da derrota. Descreve a paranóia crescente que marcou o estado mental do Führer, até ao suicídio, e os esforços para destruir o seu corpo antes que o Exército Vermelho chegasse a Berlim. Explica ainda como Hitler continua presente no pensamento das últimas gerações e como o seu poder tem aumentado assustadoramente à medida que a distância temporal cresce.

 

Resultado de imagem para no bunker de hitler livro

 

Estou bastante curiosa quanto a todo o livro. Estou ansiosa por conhecer a visão deste Historiador que não conheço, Joachim Fest. Historiador e Escritor. Quero entender esta paranoia. Tudo bem, foi no século passados, mas será que as pessoas evoluiram? Uma coisa que nunca entendi e talvez nunca ninguém vai conseguir explicar é o seguinte: Hitler elevava a raça Ariana. Que só deveriam viver os Alemães. Os Alemães são loiros de olhos azuis ou, pelo menos loiros. Será que ninguém notou que o raio do Hitler não é loiro?! No século vinte, os Alemães eram daltónicos? Não consigo entender.

Beijinhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *