Blogagem Colectiva

TRIBOS URBANAS || BLOGAGEM COLECTIVA

  1. Olá Nossos Devanienses!

 

 

Vou participar, pela primeira vez, na Blogagem Colectiva da Blogaweb. Não entendi o tema, mas o Garoto explicou-me: Acho que em Portugal. o povo não deve usar esse termo. No Brasil, a gente usa “tribo” para se referir a grupos de pessoas que gostam das mesmas coisas e têm estilos de vida parecidos. Por exemplo, Roqueiros são uma tribo. Quem gosta de Hip-Hop é outra. Tem Gótico, etc. Usam esse termo para se referir, mas é uma coisa meio gíria. Mais formalmente tribos são povos tipo Índios mesmo. ( Eu acabo sempre por ter razão, pois eu associei as Tribos a Índios). É para falar de diversidade. Da variedade de pessoas e dos conflitos de vida diferentes. 

Fui entendendo aos poucos este projecto. Uma forma de unir o Mundo da Blogosfera. Claro que este trabalho tem regras específicas: ter o Banner no topo;uma introdução a comentar sobre a iniciativa e sobre o que nós vamos escrever; o nosso texto e o link de todos os participantes. Entenderam? Top!

 

Girl, Woman, Joy Of Life, Dance, Balance, Jump, Free

 

Tribos urbanas. Eu levo “urbanas” para citadino, cidade. Na cidade há dois tipos de pessoas: Pessoas da cidade e pessoas com mentalidade de aldeia que estão a viver na cidade sabe-se lá porquê.

Francisca, achas que há pessoas que não sabem o que é mentalidade de aldeia? Basicamente são aquelas pessoas que adoram falar da vida dos outros, principalmente inventar. Aquele tipo de pessoas que não têm loiça para lavar e passam a vida na janela para expiar os vizinhos. Detesto. Admito. Vou passar essa tribo à parte.

Produção, precisamos de Cheeseburgers e um Ice Tea de pêssego, por gentileza. Há vários tipos de pessoas citadinas lutadoras. Pessoas que olham para um trabalho e vêm mais ganhos além do dinheiro. Quem só vê o dinheiro como ganho, tem mentalidade de aldeia. Francisca, eu amo ter nascido na cidade. Tenho orgulho de não ter necessidade de incomodar e falar da vida alheia. Francisca, eu acho que eles lidam como uma necessidade. Seguem o lema “Cada um na sua vida.”, uma frase que amo usar!

 

Sushi, Japanese, Asian, Food, Raw, Sashimi, Fresh, Roll

 

Na parte gastronómica, falemos de sushi. Eu amo sushi. No Mundo do Sushi, só há duas tribos: os que amam e os que odeiam. Tão básico como isso. Para quem vai provar, aconselho a usar o molho de soja. Acreditem, a experiência é outra e não comam aquilo verde. Sobre tudo no Mundo. É horrível. Chama-se Wasabi. Digam “Não” a qualquer oferta disso.

Depende somente do vosso paladar. Mas ainda bem que há pessoas que não gostam, porque sobra mais para quem gosta, não é verdade?

Quando falamos de pessoas citadinas, não falamos só de comida, como é óbvio. Também têm outras características foco: lutadora e cheia de objectivos (à sua maneira, de preferência com um livro na mão).Faz-me lembrar a “Louca por compras” duma das minhas Escritoras favoritas Sophie Kinsella.

 

 

Resultado de imagem para Louca por compras

 

O livro louco que me fez apaixonar por esta Escritora. E depois li “Rapariga dos anos 20” que voou, apesar das suas quatrocentas e setenta e duas páginas. Lê-se muito bem, porque é leve, exactamente como “fada do Lar” com trezentas e noventa e duas.

Sim, a Tribo Citadina tem glamour, uma chávena de chá na mão e um livro na outra. No meio da correria da cidade. Muito, muito bom. Adoro ser Citadina. Um autêntico Bichinho da cidade!

Claro, ouve música de qualidade. Francisca, toda a gente sabe o que é música de qualidade, à sua maneira. No meu caso, todos os estilos, excepto house, fado e música popular Portuguesa, mais conhecida como música pimba.

 

Girl, Music, Fashion, Listen, Headphones, Headsets

 

É uma tribo que respira vida própria. Nunca passaria pela cabeça de alguém da Tribo citadina fazer uma coisa pela qual passei e ainda estou chocada:

Estava numa esplanada a trabalhar numa boa. Passa um casal, sendo que ele trasandava a um cheiro nojento a tabaco. O casal, com mais mesas à volta, sentou-se na minha mesa e só a mulher disse “Com licença” quando já estava sentada. Qual foi a minha reacção citadina? Peguei nas minhas coisas, levantei-me e fui para outra mesa. Um casal extremamente mal educado! Querido. se eu quisesse sentir esse cheiro nauseabundo, eu fumaria. Prefiro gastar em livros.

Acham normal?!

Uma pessoa da Tribo citadina não teria esta atitude, pois é uma tribo bem educada! Francisca, eu tinha de partilhar com eles, pois ainda estou incrédula. Como é que em pleno século XXI ainda há pessoas tão mal-educadas? Como há pessoas que não podem ver uma pessoa sossegada que têm automaticamente a necessidade de incomodar?! Produção, um Wropper do Burger King, por gentileza! Conforme a descrição do próprio Burger King “O WHOPPER® será sempre o nosso número um. Suculenta carne de vaca grelhada de excelente qualidade, tomate e alface fresca, cebola suave e picles saborosos acompanhados com maionese e ketchup. Não esquecer o pão fofo com sementes, que fazem no seu conjunto um hambúrguer de sabor único e que reconhecerias de olhos fechados.”. Quase que digo que um verdadeiro membro da Tribo citadina prefere o Burger King ao McDonald’s. Fica no ar…

Confirma os outros links, Devanienses:

Essa blogagem coletiva foi organizada por meio da BlogaWeb – A rede social dos blogueiros e blogueiras.
Beijinhos

8 thoughts on “TRIBOS URBANAS || BLOGAGEM COLECTIVA

  1. Achei interessante como você trouxe a questão das tribos para diferenças mais simples mesmo como gostar ou não de sushi.

    Eu sou da tribo dos amantes de sushi, se eu pudesse comeria um balde cheio deles! kkk

    Parabéns pelo texto ❤

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *