Texto Pessoal

SENTE ESTE TERRAMOTO || TEXTO PESSOAL

Olá Nossos Devanienses!

Sente! Sente! Sente! Dizes que sou sem-vergonha, porque te dou insónias e acabei com o teu sossego. Sou o sonho mau de todas as invejosas. Estás nas minhas mãos. Sou o sonho de quem não me tem. Eu sou o terramoto da tua vida. Não paro. Podes gritar. Podes implorar. Gosto de te ver perder o controlo.

Sou o teu desejo. Sou o teu desejo. Sou o teu desejo.

Eu entrei na tua mente de forma indecente. Já caiste no meu jogo. É o teu fim.

Brincaste com o fogo, queimaste-te porque quiseste.

Não comes. Não dormes. Estás paranóico. Não podes virar o jogo. És zika? Deixa-me rir.

Perdeste!

Beijinhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *