Entrevista Verde

ENTREVISTA VERDE || OS CONTOS DA MENINA-MULHER

A Querida Blogger, Isabel Jesus, do Blog Os Contos da Menina-Mulher deu-nos uma fantástica entrevista sobre os seus gostos por esta alimentação tão saudável.

Olá Nossos Devanienses ( E Querida Isabel Jesus) !
A imagem pode conter: texto
A Magnífica Blogger Isabel é a entrevistada deste dia maravilhoso. O trabalho dela é fantástico. É pessoa fenomenal. Bastante simpática e divertida. Considera-se Flexitariana. Uma escolha que se encaixa lindamente no seu estilo de vida.
É sempre uma honra trabalhar com outras Bloggers e mostrar o trabalho delas aos nosso seguidores.
Devemos de nos juntar e mostrar que o nosso trabalho é o melhor do Mundo! Quanto mais trabalharmos juntas, mais o nosso trabalho fica magnifico!
A imagem pode conter: 1 pessoa, a sorrir, selfie e closeup
1 – Desde quando começou este teu interesse pelo Vegetarianismo e pelo Veganismo?
Somos Flexitarianos lá em casa, o que implica preparar 1 a 3 refeições vegetarianas por semana. O meu interesse adveio de reportagens que li sobre melhorias para a saúde, há cerca de 2 anos.
2 – Já alguma vez ponderaste tornar-te Vegetariana ou até mesmo Vegan? Porquê?
Vegetariana sim, ovo-lacto. Vegan não. Porque acredito que é possível  equilibrar o gasto de recursos animais – mas gosto demasiado de ovos e queijinhos para dizer adeus!
3 – Na tua opinião, porquê que uma parte da Sociedade considera uma modinha?
Porque muito do conhecimento vem do verdadeiro “afogamento” em artigos, notícias e opções, desde há 1 ano para cá, aliado ao foco “no fit”. O medo de ser uma moda, acredito, pode vir dos custos, nem sempre comportáveis para todos durante muito tempo, e do “medo” de abrandamento quando o foco passar do “fit” para outro tema qualquer.
A imagem pode conter: 1 pessoa, óculos de sol, oceano, closeup, ar livre e água
4 – Achas importante que a Sociedade tenha um pouco mais de noção sobre o tema, visto que
uma grande parte só critica?
Claro! A informação e pesquisa é essencial. O problema está que alguns dos meios largamente acessíveis e alguns modeladores de opinião, nem sempre pesquisar e adaptam a informação ao seu público.
5- Alguma coisa mudou na tua vida desde este teu interesse?
Sim, tenho muito mais cuidado com o equilíbrio dos recursos e o desperdício de legumes e frutas. Tal como passei a frequentar locais de compra de produtos que me mostram opções também adaptadas a cuidados de beleza e pessoais.
6 – Mudou alguma coisa na tua alimentação e\ou no teu consumo em geral desde que te
interessante pelo tema?
Sim, dimiuímos o consumo de carne em 40%, o de peixe em 20% e cerca de 40% do nosso orçamento é dedicado a legumes, frutas e leguminosas.
A imagem pode conter: 1 pessoa, selfie e closeup
7 – Na tua opinião, faz algum sentido quando questionam o porquê de gostarmos de animais e
mesmo assim comermos?
Todos temos direito a questionar, para compreender. E a discutir para partilhar. O triste é o tom de julgamento e acusação, de ambos os “lados da barricada”!
8 – A tua alimentação teve alguma alteração com o teu interesse no tema?
Sim, dimiuímos o consumo de carne em 40%, o de peixe em 20% e cerca de 40% do nosso orçamento é dedicado a legumes, frutas e leguminosas.
A imagem pode conter: desenho e texto
9 – Alguma vez fez-te confusão ires a um Talho ou a uma Peixaria?
Mesmo consumindo carne e peixe faz-me confusão quando certos locais têm os animais inteiros, em “exposição”…
10 – Achas que é um tema interessante para ser debatido? Porquê?
Claro, exatamente para ser visto como parte integrante do dia-adia, com pessoas reais por detrás. Talvez assim mais pessoas compreendam que é uma escolha de vida pensada, e não uma moda.
Devemos a começar a ter mais consciência da nossa alimentação. Se ajudamos alguém com este trabalho, ficamos muito felizes. O Ser Humano é o único animal que não precisa de carne. Porém, fomos habituados desde pequenos (a maioria, há Pais que não colocam carne na alimentação do Filho desde bebés) à carne e torna-se mais difícil libertar-nos. Falamos tanto da carne como do leite de vaca. Sempre aprendemos que o melhor leite é o materno. Leite de vaca não é o nosso leite materno, pois não?
Beijinhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *