Teorias ou Manias

THE AMITYVILLE || PONTOS EM COMUM

Olá Nossos Queridos Devanienses ( E Vários Pontos Em Comum )!

 

Resultado de imagem para The Amityville

 

Como tínhamos confessado antes, só tínhamos visto três filmes de Amityville. Resolvemos ver mais quatro para entender a ligação. Basicamente é exactamente como as notícias do telejornal. A notícia é a mesma, só muda os personagens. Bem, não tão linear.

Visto que em dois tem algo para nos dizer de concreto. Os objectos absorvem a energia do local onde estão. Por vezes não é preciso estar na casa para viver as realidades da casa. É o que acontece no “The Amityville – Uma questão de hora” (este trocadilho é interessante) e em “The Amityville 4”.

Os outros dois que assistimos um era bastante pesado. Referimos ao “The Amityville 2 – A Possessão”. E claro, o Padre nunca tem a autorização dos superiores que desvalorizam tudo. Dizem que ele precisa de descanso.

 

Imagem relacionada

 

“The Amityville 3” é mais soft e até os mais cépticos passam a acreditar. Compram a casa por uma pechincha, mesmo sabendo da história. Diz que aquilo são apenas histórias e que faz parte da imaginação rural.

Claro que os animais de estimação morrem. Como se costuma dizer “Of course, yes.”. Num deles apenas sobrevive um, melhor uma: a gata. Como assim?! Querem dar aos gatos a fama de demoníacos. Os gatos são os melhores animais do Mundo!

Devo referir que no “The Amityville 2 – A Possessão”, logo no início sai sangue da torneira da cozinha e a Mãe banaliza. Eu acho que era um belo motivo para fugir a sete pés. O que acham, Produção? Também concordam? Talvez já lhe tenha acontecido antes ou achava que era tinta vermelha da Chuva. Vai-se lá saber.

 

Resultado de imagem para The Amityville 2

 

Há uma parte que talvez tenha servido de referência ao “The Amityville – O Terror”.

O filme que mais me arrepiou dos quatro foi, sem dúvida alguma, o “The Amityville 2 – A Possessão”.

Outra coisa que dá para entender no “The Amityville 3” (ou simplesmente fui eu que entendi assim) as moscas que sempre aparecem simbolizam almas. É um pouco rebuscado? É um pouco rebuscado. Mas foi o que eu entendi.

 

Resultado de imagem para The Amityville 3

 

No “The Amityville – Uma questão de hora”, apesar de entender o final e o relacionamento com o objecto em si, achei forçado e desnecessário. Como assim?! E parece que só a ama se lembra e depois o Filho também se lembra do que aconteceu. Bastante desnecessário.

Dos quatro filmes, dois não tinham animais de estimação, logo não tiveram o alerta para simplesmente ignorarem. Na minha modesta opinião, eles só ignoram, porque a renda é baixa. E porquê que a renda é baixa? Porque não se deve ir para lá! É difícil? Ou acham, simplesmente, que há ratos na canalização? Não há ratos na canalização!

E outra coisa bastante interessante no “The Amityville 3” e “The Amityville 4” é que as personagens secundárias não têm valor nenhum.

 

Resultado de imagem para The Amityville 6

 

É sério! Só uma saída da cave. Não passou para mulher que estava na cozinha. A carrinha começa a ir embora misteriosamente e ela nem o viu sair. Será que ela achou que ele saiu pela janela? Será que ela achou mesmo normal?! O homem foi arranjar os canos e não dizia pelo menos “Está tudo bem, agora.”? Talvez tenha fugido dos ratos da canalização. Não creio, a sério. O filme acabou e o homem da canalização continua morto na cave. Continua lá!

Mais uma vez, quiseram dar à gata um ar de demoníaca, visto que ela apareceu pouco antes do homem da canalização morrer. Não se faz! Os Gatos são só os seres mais incríveis que existem!

No “The Amityville – Uma questão de hora” o personagem assassino era obcecado pela Casa Assassina. Tinha mil e uma casas pequeninas. Autênticas réplicas da casa de Amityville.

 

Resultado de imagem para The Amityville 4

 

Pode acontecer mil e uma coisas que os habitantes resistem à saída. A toalha da sala está estranhamente a tapar a cruz. Super normal. Os pincéis pintam sozinhos a parede. Super normal. Os aparelhos eletrónicos ligam sozinhos. Super normal. Uma miúda acha que o candeeiro é o Pai morto. Super normal. O espelho mostra a nossa imagem a fazer poses que nós não estamos a fazer. Super normal. Nós aventuramo-nos a jogar o jogo do copo no sótão da casa e ele simplesmente roda sozinho. Super normal. Pregos nas janelas como recepção de boas-vindas. Super normal.

Não vi nada mais normal na vida. Tão normal que eu fugiria a sete pés, mas isso sou eu. Eu fugiria, mas isso sou eu. Se quiserem ficar e esperar mais coisas super normais, estejam à vontade. A casa é vossa, não é mesmo? A renda é baixa. Qual é o mal? Vão buscar as pipocas com açúcar e canela.

Mais vale ser chamado de louco por fugir da casa ao mínimo barulho estranho do que ser chamado de louco por matar a família inteira e culpar a casa. Pelo menos, o primeiro é um louco mais saudável.

 

Resultado de imagem para The Amityville 2 Sony

 

No “The Amityville 2 – A Possessão” os pincéis pintaram sozinhos as paredes. Por baixo escreveram que eles desobedeceram aos Pais e chamou-lhes de porcos. As crianças tinham no máximo três e seis anos. A escrita estava perfeita e sem erros. O Pai achou que tinham sido eles a escreverem. Como assim? Só a Mãe teve um pouco de raciocínio para entender que as crianças não era capazes de escrever tal frase, muito menos sem erros e com aquela letra. Na minha percepção, o Pai só ficam irritado, porque eles disseram que foram os arbustos que fizeram aquilo.

Uma lição para a vida: Se os seus Filhos de três e seis anos dizem que quem fez o desenho na parede e escreveu nela foram os arbustos, fuja dessa casa! Fujam com vontade.

 

Resultado de imagem para The Amityville 2 Sony

 

Sinceramente encontramos um ponto muito em comum entre os quatro filmes: Eles deveriam ter fugido a setes pés à primeira coisa estranha que aconteceu.

Resumidamente, vimos o The Amityville 2, 3, 4, Questão de Tempo que repesenta o 6, Horror, Terror e Despertar. Ainda faltam alguns, realmente. Principalmente o “The Amityville Christmas”. Um dia, talvez. Um dia.

 

Resultado de imagem para The Amityville 8

 

Beijinhos

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *